Nissan Leaf: confira tudo sobre o carro 100% elétrico


“Olha só por onde coloca a gasolina dele! É na frente!”
Garoto de aproximados oito anos sobre Nissan Leaf

“Quanto vai custar, o preço do Tiida?”
Garota sobre Nissan Leaf

“Porque ele não tem estepe?”
Outro garotinho sobre Nissan Leaf

“Ele não tem chave, né?”
Minha irmã sobre Nissan Leaf

[Todas são frases verídicas!]



Não é mais novidade que a Nissan está divulgando o Leaf [nome que significa folha em inglês], em propagandas veiculadas nas revistas e na televisão. Mas a montadora japonesa está dando a oportunidade de possíveis consumidores realizarem test-drive com o modelo 100% elétrico que ainda não está sendo vendido no Brasil. A “caravana” Nissan Inova Show está em passagem por diversas cidades do Brasil e desde a sexta-feira passada (07 de outubro) esteve no estacionamento do Teresina Shopping. O Auto REALIDADE conferiu de perto o “primeiro carro 100% elétrico feito em larga escala”, como preconiza a montadora.


O Leaf não é um carro-conceito: é vendido da forma que está sendo apresentado nos Estados Unidos, Japão e outras localidades. E, apesar do jeitão futurista, não impressiona tanto ao vivo, exceto pela cor azul. A dianteira é bem familiar, com traços do Nissan Tiida. A traseira também parece comum, apesar das grandes lanternas. O destaque do Leaf está na parte de dentro – não pela arquitetura, mas por alguns recursos que ele dispõe.


O quadro de instrumentos lembra o do Honda Civic – o velocímetro digital fica no alto do painel, enquanto outros instrumentos situam-se abaixo dele. O console central é retangular e “descolado” do resto do painel, lembrando um tablet por conta da cor preta. 


Para trocar as marchas, há um pequeno joystick que coloca o Leaf nas condições Drive, Ré, Park ou Neutro. O freio de mão (na verdade, freio de dedo) não necessita ser acionado se o carro está ligado e o condutor tiver afivelado o cinto de segurança.


O Leaf roda sem barulhos de motor, e mal se ouve o barulho dos pneus. Mas o modelo ganha velocidade rapidamente, embora no test-drive o velocímetro mal acusou 30 km/h... A bateria de íon-lítio possui 48 módulos compactos (alguns dentro do porta-malas, conjunto pesando 290 quilos), garantindo autonomia elétrica de 160 quilômetros e a produção de 107 cavalos e 28,5 kgfm de torque.


O Nissan Leaf possui bom espaço para bagagens – informação que uma atendente não soube confirmar... – e para cinco passageiros, todos com cintos de três pontos (embora o passageiro de trás central não conte com apoio de cabeça). 


A tampa frontal que leva o símbolo da Nissan traz duas tomadas fêmeas, sendo que a recarga pode ser feita numa tomada comum de 110 Volts (cerca de 21 horas), 220 V (cerca de 8 horas) ou recarga rápida de 440 V (80% da recarga completa em meia hora) – isso se não houver a trollagem de arrancar o cabo da bateria. 


Na seção central do alto do painel, há três LEDs de cor azul que ficam acesos quando o Leaf está completamente recarregado.


Por dentro, os instrumentos não são a única fonte de entretenimento. Existe uma tela multimídia touch-screen de 7 polegadas, que transmite as imagens da câmera de ré que fica abaixo do puxador de porta-malas.


Falando na parte de trás, a antena é retrátil e há uma placa solar acima do aerofólio que mantém alguns equipamentos em funcionamento.


O Leaf é um bom carro, mas, afinal, quanto custa? Nos Estados Unidos, por exemplo, o Nissan sai por caros US$ 33 720 na versão SL (avaliada), preço que já inclui incentivos fiscais do governo. Por aqui, sairia em torno de R$ 160 000 sem descontos, segundo fontes da própria Nissan. Valor suficiente para comprar três Tiida SL.


Veredicto: o que a Nissan quer ao mostrar o Leaf para o Brasil? Primeiramente, a marca quer ressaltar seu viés ambiental. Mas a "caravana" tem o intuito de chamar a atenção para os outros modelos da marca, sobretudo o March - diz-se que em São Paulo foram fechadas 50 negociações em um dia com o popular. Sobre o Leaf, seria uma boa alternativa para contribuir com o meio ambiente - mas não por este preço.

Indicador da desativação do airbag do passageiro...
...e para-sol apenas com o espelhinho (peça que lembra a do Nissan Livina)

Nota Final 

9,5

Aguarde o vídeo legendado que estou preparando!


GALERIA DE FOTOS

 

Comentários

  1. arranca as portas, dá uma depenada no interior e fica pronto o carrinho de campo de golfe mano...

    ResponderExcluir
  2. Gostei da matéria sobre o Leaf. Poucos sites dão informação sobre ele, mesmo tendo o evento para divulgá-lo.

    Sei que o carro é de outro mundo, tanto é que dificilmente será comercializado por aqui nos próximos anos.

    Outro dia vi no site francês da Renault que estão lançando um Kangoo elétrico a partir de 15 mil euros. Um preço bem mais acessível que esse Leaf.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Na seção de comentários do Auto REALIDADE você está livre para escrever o que você achou da matéria.

Caso você queira fazer perguntas maiores, incluir fotos ou tirar dúvidas, envie e-mail para blogautorealidade@hotmail.com

Sua opinião é muito importante para o Auto REALIDADE! Estamos a disposição no Facebook (http://www.facebook.com/AutoREALIDADE), no Instagram (http://www.instagram.com/autorealidade e no Twitter (@AutoREALIDADE).