As (mínimas) mudanças do Nissan Livina 2013


Quem vê de longe pode nem notar - e quem vê de perto também. Mas o fato é que o Nissan Livina passou por pequenas mudanças para a linha 2013. As alterações nem chegaram a atingir o Grand Livina, modelo de sete lugares. Nem o aventureiro X-Gear.






A minivan lançada no Brasil em 2009 ganhou nova grade, mais próxima da do X-Gear e do Tiida. As rodas de liga leve aro 15'' possuem novo desenho. Por fora, é só.

Do lado de dentro, novos mostradores. E a versão básica 1.6 passa a ter airbag duplo de série (antes, tinha apenas para o motorista). Afinal, seria um contrassenso pagar R$ 26 990 no March e receber airbag duplo e comprar um Livina, mais caro, sem as duas bolsas infláveis.

Por falar em preço, o Livina 2013 custa R$ 44 900 sem opcionais, valor que passa para R$ 46 990 na versão S, R$ 48 890 para a série Night & Day (2012), R$ 50 990 para o modelo SL (2012), R$ 49 990 para a versão 1.8 de 126 cv (etanol) automática S e R$ 54 090 para o 1.8 AT SL. Todas as outras versões possuem motor 1.6 de 108 cavalos (etanol) e câmbio manual de cinco marchas. 




Comentários

  1. Sou suspeito em falar do Livina, pois tenho um Xgear 2012, o modelo 2013 veio para enfeitar mais o bolo....Show de bola que carro...!!!!
    abraços
    Fernando Guirao
    São Paulo

    ResponderExcluir
  2. A Livina é um carro bom, porém é inaceitável não vir com ABS de série em todas as versões - é um item básico de segurança. Computador de bordo também seria muito bem recebido - poderia ser de série enquanto o banco de couro nas versões top poderia ser opcional, afinal pagar por volta de R$ 1.500,00 no banco de couro não é muito razoável.
    Em relação a reestilização, ruim para quem comprar o novo modelo que nada mudou, porém bom para quem já tem as versões anteriores que não sofrem desvalorização com o tempo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. concordo plenamente. as pessoas gerealmente valorizam itens que paranada servem e não valorizam itens importantes

      Excluir
    2. Porém todos que conheço que tem Livina se queixam que gasta muito pneu, taxistas pra ser mais preciso, dizem que com 40 / 50 mil km já tiveram que trocar os pneus, não sei se é por causa de amortecedor ou algo do tipo, esse era um detalhe muito importante a ser reparado no modelo 2013 e não essas mudanças básicas que em quase nada afetam.

      Excluir
  3. Gostaria MUITO de saber quando a Nissan vai incluir o ajuste de altura dos cintos de segurança. É absolutamente ridículo um carro dessa categoria não contar um detalhe ergonômico TÃO importante!

    ResponderExcluir
  4. Gostaria MUITO de saber quando a Nissan vai incluir o ajuste de altura dos cintos de segurança. É absolutamente ridículo um carro dessa categoria não contar um detalhe ergonômico TÃO importante!

    ResponderExcluir
  5. O Livina está desde 2009 sem alterações importantes. É possível presumir que estamos próximos de um Livina totalmente novo, ou que o Livina saía de linha?

    ResponderExcluir
  6. O Livina está desde 2009 sem alterações importantes. É possível presumir que estamos próximos de um Livina totalmente novo, ou que o Livina saía de linha?

    ResponderExcluir
  7. Tenho uma livina 2010, é um bom carro. Pena que é baixo, na primeira lombada, você arranca aquele protetor do escapamento que fica bem mais baixo que o carro (afinal, é um carro de família, que anda carregado !!!!). Segundo, ela apresentou um problena que falhava constantemente, e após 4 idas a concessionária, ACHAM que é chicote do motor !!! Aja espera, pois as concessionárias não possuem peças de reposição, tem que solicitar !!!. Portanta, pensem bem, pois a minha é mecanica Renault, ou seja, um francês disfarçado de japonês.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Na seção de comentários do Auto REALIDADE você está livre para escrever o que você achou da matéria.

Caso você queira fazer perguntas maiores, incluir fotos ou tirar dúvidas, envie e-mail para blogautorealidade@hotmail.com

Sua opinião é muito importante para o Auto REALIDADE! Estamos a disposição no Facebook (http://www.facebook.com/AutoREALIDADE), no Instagram (http://www.instagram.com/autorealidade e no Twitter (@AutoREALIDADE).