Nissan March e Versa 2019 estreiam novidades na central multimídia

Opel apresenta Corsa 2015, reestilizado


Chamado de "quinta geração", o Opel Corsa E faz lembrar as distinções dadas aos Gol Geração III e IV e às gerações II à IV do Palio: o visual frontal e traseiro, inspirado no compacto Adam, dá a impressão de que se trata de uma carroceria completamente reformulada. Mas o formato das portas, as janelas e as dimensões entregam: o Corsa E é o D (lançado em 2006 e que só rodou no Brasil em testes de adaptação da plataforma GSV - relembre ao lado nosso flagra de 2011), pesadamente modificado - a reestilização de 2010 foi contida. A Opel não teria condições financeiras de promover uma reformulação total.


Faróis e lanternas estão mais horizontais, com recortes mais ousados. A grade frontal ficou muito similar à do Adam. O capô recebeu área maior nas laterais e vincos mais fortes, presentes também na base das portas. Na versão duas-portas, há um discreto aplique após as janelas laterais, enquanto o quatro-portas traz vigia traseira mais curvada. As maçanetas receberam apliques prateados e a tampa traseira foi redesenhada para acomodar as lanternas prolongadas.


Internamente, o habitáculo relativamente simples foi redesenhado e ganhou requintes do Adam: volante, saídas de ar, quadro de instrumentos e central multimídia são novidades no Opel. Note que o IntelliLink é o conhecido MyLink do Chevrolet Onix, com tela de sete polegadas sensível ao toque e interatividade com aplicativos como BringGo, Stitcher e TuneIn. Outras similaridades com o hatch fabricado em Gravataí (RS) estão nos comandos do volante e na chave, tipo canivete, como bem apontou Matheus Pera, do All The Cars. Entre o conta-giros e o velocímetro, foram posicionados a tela do computador de bordo e os indicadores de nível de combustível e temperatura do motor. O novo Corsa traz, ainda, câmera de ré, Hill Start Assist (solto o freio de mão, o carro não desce numa ladeira de imediato), faróis de bi-xenônio com facho direcionado em curvas, reconhecimento de placas de trânsito, sensor de pressão dos pneus, alertas de mudança de faixa sem uso da seta e de colisão iminente à frente, além do FlexFix, que facilita o transporte de bicicletas: elas vão em um suporte embutido no para-choque, onde está a placa de licença.


O Corsa passa a contar com opção de motorização 1.0 ECOTEC Direct Injection Turbo de três cilindros, que gera 90 ou 115 horsepower, ambos com o torque de 17,3 kgfm a apenas 1800 rotações por minuto. Também está disponível o 1.4 Turbo a gasolina, com 100 HP e 20,4 kgfm de torque.


A apresentação do Corsa 2015 ocorre no Salão de Paris (França), entre 4 e 19 de outubro. Simultaneamente, a britânica Vauxhall apresenta seu novo Corsa - trata-se do mesmo carro, com emblema diferenciado e adaptado à mão inglesa. Acima: Corsa B (1993), D (2006), E (2014), C (2000) e A (1982).




Comentários