Nissan March e Versa 2019 estreiam novidades na central multimídia

BMW X1 e Série 1 incorporam motores ActiveFlex


Depois do BMW Série 3 (versões 320i e 328i) passar a aceitar gasolina ou etanol no tanque de combustível, é a vez de X1 e Série 1 se converterem à tecnologia ActiveFlex. O X1 sDrive20i possui motor 2.0 de quatro cilindros com o mesmo rendimento do 320i: 184 horsepower e torque de 27,5 kgfm (entre 1250 e 4500 rpm). Com câmbio automático de oito marchas e tração traseira, o X1 conta ainda com sistema de regeneração de energia de frenagem, sistema Auto Start/Stop e Driving Experience Control.

A versão sDrive20i passa a contar com volante esportivo em couro com paddle shift, controle de cruzeiro e novas rodas aro 17'', que se somam a itens como ar-condicionado digital, bancos dianteiros elétricos com função de memória, sensor de chuva com acionamento automático dos faróis baixos e sensor de estacionamento traseiro. O X1 sDrive20i GP conta ainda com sistema de navegação Professional de 8,8 polegadas, e o sDrive20i GP Teto, além do teto solar, possui itens visuais X-Line com detalhes em alumínio satinado (grade frontal e rack de teto), saias laterais, para-choques esportivos e rodas aro 18''. Por dentro, duas tonalidades (Dark Copper e Pearl Gloss), sistema de som HI FI e espelhos retrovisores rebatíveis, aquecíveis e eletrocrômicos.

Todas as versões flexíveis do X1 chegam às lojas este mês. O sDrive20i ActiveFlex custará R$ 134 950; o GP, R$ 144 950, e o GP Teto, R$ 154 950.


Já o 125i M Sport entrega mais potência e torque: 218 hp e 31,6 kgfm disponíveis entre 1350 e 4800 rpm. O tempo de aceleração de 0 a 100 km/h é de 6,2 segundos, e a velocidade máxima, 243 km/h. De série, revestimento interno em Alcântara, sistema de som de alto Harman Kardon com amplificador digital (integrado a 12 alto-falantes, com 360 W de potência) e retrovisores externos rebatíveis, entre outros itens. Esta versão estará disponível nas concessionárias BMW ainda em agosto, ao preço de R$ 173 950.

Comentários