Nissan March e Versa 2019 estreiam novidades na central multimídia

Um teste (bem) off-road com o Jeep Renegade Trailhawk


A concessionária United da Avenida Universitária implantou uma pista de testes off-road para por à prova a versão 4x4 do Jeep Renegade, a Trailhawk, além dos outros modelos da marca. Trata-se do primeiro circuito fora-de-estrada estabelecido em uma autorizada Jeep no Nordeste, resultado do notável desempenho em vendas do Renegade durante o ano de 2015.



Primeiramente, o consultor Haroldo fez a volta de reconhecimento de terreno; depois foi minha vez... O percurso (vídeo acima) já começa com uma subida de grande inclinação, em que praticamente se vê apenas o céu - mesmo parando na metade do caminho, o Hill-Holder não deixa o carro descer por alguns segundos. Depois vem uma descida bem íngreme, onde entra em ação o Hill Descent Control. Com este sistema, a velocidade é controlada e não é preciso pisar no freio do Renegade.


O Jeep em seguida passa sobre uma ponte de madeira e por baixo dela. Neste trecho é preciso fazer curvas mais fechadas - contudo, a direção elétrica facilita as manobras. Há ainda a câmera de ré em conjunto com os sensores de estacionamento para não esbarrar em nenhum banco de areia.


No trecho onde o Trailhawk passa por troncos, o sacolejo é grande mas o carro não sai da trajetória. Passada esta etapa, encara-se uma inclinação lateral bem acentuada à direita, mas o Jeep ainda daria conta de ângulos mais elevados.



Em seguida vem a "caixa de ovos": basta selecionar a tração reduzida e o carro passa pelas irregularidades sem necessidade de acelerar. Aí vem outra inclinação lateral (à esquerda) e uma região onde o Renegade atravessa pedregulhos e uma pequena área alagada.

Por último, um trecho em linha reta está disponível para acelerar e frear forte. O mérito está na disponibilidade do torque a partir de 1750 giros e na atuação dos freios a disco nas quatro rodas. Aos mais habilidosos há também o pêndulo, onde algumas das rodas ficam literalmente no ar. Nesta situação, a rigidez torcional é posta à prova, mas o Renegade se sai bem: até é possível abrir a porta com um dos pneus fora do chão.


A versão Trailhawk do Renegade se caracteriza externamente pelos para-choques com maior ângulo de entrada/saída e ganchos de reboque vermelhos, logotipos, capas dos retrovisores e molduras da grade em cinza-fosco, altura em relação ao solo mais elevada (22,3 cm), adesivo central no capô, rodas aro 17'' com pneus 215/60 de uso misto, além de teto pintado na cor preta e o emblema "Trail Rated". Por dentro, destaque para as molduras na cor vermelho rubi.


De série, esta versão traz quadro de instrumentos com tela colorida de 7 polegadas (com ilustrações do carro, velocímetro digital, consumo médio, consumo instantâneo, autonomia, distância percorrida, tempo de percurso), direção elétrica, ar-condicionado dual-zone, central multimídia Uconnect (com tela sensível ao toque de 5 polegadas, câmera traseira com linhas de guia, GPS Tom Tom), acendimento automático dos faróis, volante regulável em altura e profundidade, banco traseiro bipartido, porta-objeto sob o banco do passageiro dianteiro e travas, retrovisores e vidros elétricos, entre outros itens.



Em termos de segurança, há controle eletrônico de estabilidade, Hill Start Assist (assistente de partida em ladeiras), sensor de chuva, alarme, espelho interno eletrocrômico, sensor de estacionamento traseiro e fixação ISOFIX para cadeirinhas infantis.



Há ainda equipamentos opcionais: faróis de xenônio, banco do motorista regulável eletricamente, som Beats com 8 alto-falantes e subwoofer, lanterna removível, 7 airbags, rebatimento elétrico dos retrovisores, detector de pontos cegos, chave presencial, tomada de três pinos e 127 Volts, bancos revestidos parcialmente em couro, além dos tetos solares Command View ou My Sky.


O motor 2.0 Turbodiesel Multijet, de 170 cavalos a 3750 rpm e 35,7 kgfm de torque, forma par com o câmbio automático ZF de 9 marchas, que traz aletas no volante para trocas de marcha sequenciais. Já o porta-malas, com dois focos de iluminação e ganchos para fixar cargas, comporta 260 litros.




A tração 4x4 possui cinco modos selecionáveis: Snow (neve), Sand (areia), Mud (lama), Rock (pedras, exclusivo desta versão) e Auto, onde se detecta a necessidade de acionar a tração integral.



Disponível nas cores Vermelho Colorado, Branco Ambiente (nas imagens), Laranja Aurora, Preto Shadow, Verde Commando (sólidas) e Prata Melfi (metálica), o Renegade Trailhawk custa a partir de R$ 124 900. Também há preços fixos de manutenção: a revisão de 20 mil quilômetros ou um ano, por exemplo, é estipulada em R$ 646,54, envolvendo óleo do motor, filtro de óleo, filtro de ar e filtro de combustível.



Comentários