Destaques do Auto REALIDADE

domingo, 10 de abril de 2016

Ford apresenta Ranger 2017, reestilizada e mais equipada



Desde o fim do ano passado surgiram as primeiras informações da renovação da picape Ford Ranger no mercado sul-americano, finalmente apresentada neste mês de abril. A linha 2017 demandou investimento de US$ 220 milhões na fábrica argentina e está disponível com as motorizações 2.2 Diesel, 2.5 movida a gasolina ou etanol e 3.2 Diesel, apostando no novo design (com traços similares ao Ford Everest, SUV recentemente introduzido ao mercado asiático) e em novos equipamentos para reforçar a relação custo-benefício, incluindo 5 anos de garantia.



No plano de pré-vendas, os proprietários de Ranger feitas entre 2013 e 2016 podem adquirir a linha 2017 com desconto de 11%, mediante reservas feitas nas concessionárias Ford a partir de 9 de abril, com entregas previstas a partir de maio, com cota de 350 unidades, sujeita à disponibilidade. A compra inclui uma cláusula de inalienabilidade pelo prazo de seis meses, e outra exigência é que a transferência da Ranger seminova tenha sido realizada até o dia 8 de abril de 2016.


Outra opção é o Plano Sazonal Ranger, criado para atender os produtores rurais. Válido para as versões diesel da picape, oferece pagamentos semestrais em três anos e taxa de 6% ao ano, com entrada de 54%.



Disponível nas versões XLS, XLT e Limited, a Ranger 2017 vem de série com sete airbags, rodas de liga leve, faróis de neblina, computador de bordo, controlador automático de velocidade, fixação Isofix para cadeiras infantis e o pacote Advance Trac, que integra controles eletrônicos de estabilidade, de tração e anti-capotamento, além de assistente de partida em ladeiras, controle adaptativo de carga e assistente de frenagem de emergência. Também é a primeira picape média (e a segunda, após o Fiat Toro) a contar com direção elétrica progressiva. As versões diesel trazem ainda controlador automático da velocidade em descidas, diferencial traseiro blocante, protetor de cárter e protetor do tanque de combustível.


A versão XLT traz a mais, em relação à XLS, estribos laterais, santantônio tubular, cromados (na grade frontal, nos apliques dos para-lamas, na parte interna dos faróis, capas dos retrovisores, maçanetas externas e para-choque traseiro), além de ar-condicionado automático e digital com duas zonas de temperatura, bancos e volante revestidos em couro, sensor de estacionamento traseiro, monitoramento de pressão dos pneus e chave programável MyKey, que limita alguns parâmetros do veículo, como velocidade e volume do som (uma mão na roda ao emprestar o carro a pessoas de, digamos, menor confiança).


Já a Ranger Limited vem com controlador automático de velocidade adaptativo, alerta de iminência de colisão, sistema de permanência na faixa de rodagem caso não seja acionada a seta, farol alto automático, personalização das luzes internas em sete cores, santantônio na cor da carroceria, rodas aro 18'', barras longitudinais de teto, protetor de caçamba e capota marítima.



Também é item de série o sistema de som SYNC, com CD e MP3 Player, entradas USB e para iPod, Bluetooth, comandos de voz para áudio e telefone, comandos de som no volante e Assistência de Emergência, que faz uma ligação automática para o SAMU (através de um celular pareado) em caso de acidente com acionamento dos airbags ou corte de combustível. A tela é de 4,2 polegadas na versão XLS e de 8 polegadas para a XLT e Limited, que incluem também GPS e duas telas coloridas de 4 polegadas no quadro de instrumentos que podem ser configuradas pelo motorista, como no Fusion.


Com capacidade de carga de 1 tonelada, a Ranger 2017 traz motores a diesel com bicos injetores piezoelétricos e novos turbocompressores. O propulsor 3.2 Duratorq TDCi, de cinco cilindros, rende 200 cavalos e torque de 47,9 kgfm. Já o 2.2 Duratorq 2.2 TDCi agora teve potência elevada para 160 cv e o torque é de 39,3 kgfm. E o 2.5 Duratec Flex, de 168 cv com gasolina e 173 cavalos com etanol, dispensa o tanquinho auxiliar de gasolina para partida a frio.


As versões diesel vêm com tração 4x4 nas opções normal (High) e reduzida (Low), além do diferencial traseiro blocante. A equipe de engenharia da Ford rodou mais de 1 milhão de quilômetros de testes, em diferentes regiões do mundo. Além da América do Sul, a Ranger atualmente é produzida na Índia, África do Sul, China e Tailândia para mais de 180 mercados.


As versões Flex têm preços entre R$ 99 500 e R$ 109 500. Já a versão 2.2 XLS parte de R$ 129 900 e a Limited chega a R$ 179 900. Será oferecido um plano de manutenção anual com preços fixos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Na seção de comentários do Auto REALIDADE você está livre para escrever o que você achou da matéria.

Caso você queira fazer perguntas maiores, incluir fotos ou tirar dúvidas, envie e-mail para blogautorealidade@hotmail.com

Sua opinião é muito importante para o Auto REALIDADE! Estamos a disposição no Facebook (http://www.facebook.com/AutoREALIDADE), no Instagram (http://www.instagram.com/autorealidade e no Twitter (@AutoREALIDADE).

Curta a página do Auto REALIDADE!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...