Destaques do Auto REALIDADE

segunda-feira, 4 de abril de 2016

Review: Audi S3 Sedan TFSI


Algumas vezes, a história que envolve os automóveis é tão interessante quanto o carro em si. A Audi apostou na linhagem esportiva S e RS durante a década de 1990, sendo a RS2 Avant (preparada em conjunto com a Porsche) uma das peruas esportivas mais queridas entre os gearheads. A carroceria em um tom claro de azul (Nogaro) era um indicativo da personalidade forte da station wagon e acabou sendo aplicada a outros modelos potentes. 

Agora, em 2016, o S3 Sedan é o expoente mais rebelde da linhagem do A3 - pelo menos enquanto o RS3 Sportback não dá as caras e o RS3 Sedan não sai das pranchetas... Pois bem: a cor azul, batizada Sepang, faz referência ao circuito da Malásia que compõe uma das etapas de Fórmula 1.


Por fora, os para-choques e spoilers são diferenciados, e os logotipos "S3" estão presentes na canto direito da grade, na tampa traseira, na soleira das portas dianteiras, no volante, no conta-giros grafado nos assentos dianteiros. O sedan possui 4,47 metros de comprimento, 1,80 m de largura, 1,39 metro de altura e distância entre-eixos de 2,63 m. Detalhes na grade são aluminizados e a traseira possui quatro saídas de escape. As rodas aro 18'' de raios duplos recebem pneus de perfil 225/40 e os freios são a disco nas quatro rodas (os dianteiros possuem 340 milímetros de diâmetro).


Por dentro do S3, predominam as tonalidades pretas, contrastando com os insertos em alumínio escovado fosco. O quadro de instrumentos têm fundo cinza escuro metálico, enquanto os caracteres e ponteiros são brancos. Integrado ao conta-giros fica o medidor de pressão do turbo. Ao centro fica a tela colorida do computador de bordo, que inclui cronômetro, bússola, informações de som e agenda telefônica, entre outros recursos.


O volante revestido em couro traz base aplanada e paddle-shifts para trocas sequenciais de marcha. Outro diferencial esportivo está nas pedaleiras e apoio de pé em aço inoxidável escovado. Já os bancos com apoios mais destacados trazem almofadas das pernas manualmente retráteis, ajuste lombar elétrico, couro Napa Fina e costuras contrastantes.


De série, o S3 Sedan traz itens diversos: teto solar elétrico, alarme, direção progressiva, ar-condicionado automático de duas zonas (com regulagem entre 16 e 28 graus Celsius, de meio em meio grau) e saídas traseiras, faróis de xenônio nos fachos baixo/alto, 7 airbags, controle de estabilidade, sistema multimídia MMI navigation plus com touchpad, tela eletricamente retrátil, ajuste de modos de condução (Audi drive select), GPS e som Bang & Olufsen, com 13 auto-falantes e um subwoofer, alimentados por um amplificador de 15 canais que geram potência total de 705 watts.




Seu motor 2.0 Turbo FSI conta com tecnologias como injeção direta e indireta, variação da elevação das válvulas para otimizar a quantidade de combustível na câmara de combustão, coletor de exaustão integrado ao cabeçote, dois eixos de comando de válvulas ajustáveis, gerenciamento térmico com válvula rotativa, bomba de óleo regulável, atrito interno reduzido e cárter com paredes estreitas. Com quatro cilindros em linha, o motor rende 286 cavalos entre 5500 e 6200 rpm, com torque de 37,3 kgfm entre 1800 e 5000 rpm.



Como é de praxe entre os Audi esportivos, a tração é integral quattro (que em situações normais envia a maior parte da força para as rodas dianteiras – e caso estas percam tração, o torque é redirecionado continuamente para as rodas de trás) e o câmbio S tronic de dupla embreagem traz 6 marchas. Este conjunto leva o S3 de 0 a 100 km/h em 4,9 segundos, com velocidade máxima de 250 km/h (limitada eletronicamente).


O turbocompressor gera até 1,2 atm's de pressão e pode suportar temperaturas de escapamento de até 1.000º C. O intercooler reduz drasticamente a temperatura do ar comprimido, aumentando assim a massa de ar disponível para a combustão. Quando conduzido de forma mais esportiva, o motor responde com maior agilidade à pressão no acelerador, promovendo automaticamente breves aceleradas durante as trocas de marchas. Além disso, os flaps, que controlam o som no escapamento, abrem em alta rotação.



O motorista pode optar entre os modos de direção comfort, auto, dynamic, efficiency e individual, sendo que este último permite especificar seu próprio perfil. Já o Launch Control permite arrancadas otimizadas e o modo efficiency, durante as desacelerações, desacopla as duas embreagens. Há também o sistema de recuperação KERS, que transforma a energia cinética em elétrica quando o pedal do acelerador é aliviado. A distribuição do peso é de 59% na dianteira e 41 por cento sobre o eixo traseiro. Sua suspensão esportiva diminui a altura em 2,5 centímetros, em relação ao A3 Sedan.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Na seção de comentários do Auto REALIDADE você está livre para escrever o que você achou da matéria.

Caso você queira fazer perguntas maiores, incluir fotos ou tirar dúvidas, envie e-mail para blogautorealidade@hotmail.com

Sua opinião é muito importante para o Auto REALIDADE! Estamos a disposição no Facebook (http://www.facebook.com/AutoREALIDADE), no Instagram (http://www.instagram.com/autorealidade e no Twitter (@AutoREALIDADE).

Curta a página do Auto REALIDADE!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...