Os detalhes da Chevrolet Spin LTZ 2019 com câmbio automático

Volkswagen Fox passa a trazer unicamente as versões Connect e Xtreme


Já na fase do canto do cisne com a iminência da chegada do novo Polo às concessionárias, o Volkswagen Fox, assim como a SpaceFox, teve a gama de versões drasticamente diminuída. Não há mais versões com o motor 1.0, nem com o propulsor 1.6 de 16 válvulas. Os modelos Trendline, Comfortline, Highline, Track e Bluemotion até podem ser encontrados nas lojas, mas daqui em diante, o VW passa a ser vendido em apenas duas versões: Connect e Xtreme, ambos com o velho motor 1.6 8 válvulas, de 101/104 cavalos. A versão Connect traz o câmbio manual de cinco marchas (R$ 54.590) ou o automatizado monoembreagem I-Motion (R$ 59.990), enquanto o modelo Xtreme está disponível somente com o câmbio manual de cinco marchas (R$ 57.590).


A bem de verdade, o Fox Connect já existia no catálogo da Volkswagen, mas agora esta versão incorpora um visual mais diferenciado, que incorpora alguns elementos do Fox Track (como as rodas de 15 polegadas) e outros do up! Connect, série limitada que recentemente teve sua tiragem esgotada (os adesivos na parte inferior das portas). Esta versão traz frisos cromados nos faróis, grade dianteira na cor preto brilhante, faróis de neblina e lanternas escurecidas. 


A lista de itens de série do Fox Connect inclui ar-condicionado, direção elétrica, volante com ajustes de altura e profundidade, travas e vidros elétricos nas quatro portas, chave canivete com controle remoto, retrovisores elétricos com função tilt down ao engatar a ré, faróis de neblina com luz de conversão estática (ilumina no sentido em que se aponta o volante ou se aciona a chave de seta em curvas feitas em velocidade igual ou inferior a 40 km/h), computador de bordo, sensor de estacionamento traseiro, controlador automático de velocidade, volante com comandos de som/computador de bordo e sistema multimídia Composition Touch – de tela colorida sensível ao toque de 6,5 polegadas e com espelhamento da tela de celulares compatíveis com MirrorLink, Apple CarPlay e Google Android Auto.


Já o Fox Xtreme tem menos personalidade que o Extreme de 2008, que trazia adesivos nas pontas dos faróis e rodas exclusivas. O Xtreme modelo 2018 mais parece um CrossFox sem estepe na traseira e frisos laterais. Na dianteira, o modelo traz grade dianteira em colmeia com friso cromado na parte inferior. Os faróis contam com máscara escurecida e o para-choque dianteiro possui desenho exclusivo similar ao CrossFox e ao recém-lançado-mas-já-falecido Fox Pepper 2018, com dois faróis auxiliares, com luzes de conversão estática, luz de neblina e de longo alcance.


Lateralmente, o Fox Xtreme traz molduras das caixas de roda em preto fosco, friso lateral prateado, capas dos retrovisores e maçanetas na cor preta, rodas de liga leve de 16 polegadas escurecidas e diamantadas e logotipo “Xtreme” na parte inferior das porta traseiras e no centro da tampa do porta-malas. O modelo traz lanternas escurecidas e região da placa com adesivo na cor preta. Aerofólio, base do para-choque traseiro e racks de teto também trazem a cor preta.


Internamente, a versão traz revestimento escurecido do teto e colunas. O tecido dos bancos conta com costuras vermelhas. A lista de itens de série inclui câmera de ré e volante revestido de couro. Opcionalmente, tanto o Fox Connect como o Fox Xtreme podem ser equipados com a central multimídia Composition Media, com comandos de voz.


Fabricados em São José dos Pinhais (PR), os Fox Connect e Xtreme estão disponíveis em cinco cores de carroceria: três sólidas (Branco Puro, Vermelho Tornado e Preto Ninja) e duas metálicas (Prata Sargas e Cinza Platinum). A garantia dos modelos é de três anos, sem limite de quilometragem.


Comentários