Chevrolet Tracker Midnight, preto na carroceria e nos detalhes, chega ao Brasil



Depois da picape S10, é a vez do Chevrolet Tracker aderir à versão Midnight, caracterizada pelo visual "all black". A carroceria é pintada na cor metálica Preto Ouro Negro, incluindo as maçanetas e o friso da tampa traseira, que são cromados na versão Premier (na qual se baseia). Os faróis trazem máscara negra com filetes em LED e as rodas de alumínio de 18 polegadas possuem estilo exclusivo.


A gravata da Chevrolet traz fundo preto em vez do tradicional dourado, e o logotipo Midnight aparece grafado no canto direito da tampa do porta-malas.



Na cabine, a cor predominante é igualmente escura: o couro dos bancos, volante, forros de portas e painel são pretos com costuras laranja. Já as molduras dos comandos de ar-condicionado, console do câmbio e da central multimídia tem o tom preto-brilhante.


A lista de equipamentos do Tracker Midnight é similar à versão Premier, incluindo controles eletrônicos de estabilidade e de tração, assistente de partida em ladeiras, sensor de veículos em pontos cegos, câmera de ré com linhas de guia e alerta de movimentação traseira, chave presencial com partida por botão, direção elétrica com ajuste de altura e profundidade, ar-condicionado (analógico), fixação ISOFIX para cadeirinhas infantis, som com 6 alto-falantes, retrovisores elétricos, travas e vidros com acionamento pela chave e computador de bordo (trazendo funções como velocímetro digital e indicador da vida útil do óleo).



O Tracker também conta com lanternas com LEDs, regulagem de altura dos faróis, sensor de estacionamento traseiro, banco do motorista com regulagem elétrica lombar e apoio de braço retrátil, banco dianteiro do passageiro com encosto rebatível, apoio de braço traseiro com porta-copos, gaveta embaixo do banco do passageiro, porta-óculos no teto, para-sóis com espelho e iluminação, tapetes em carpete e teto solar elétrico.



O Tracker Midnight traz o motor 1.4 Turbo Flex de 153 cavalos e torque de 24,5 kgfm (com etanol), além do câmbio automático de seis marchas com opção de trocas sequenciais por botões no pomo da alavanca e sistema Stop/Start de desligamento e religamento automático do motor em paradas para economizar combustível, além de freios ABS com EBD, controlador de velocidade de cruzeiro, assistência OnStar e sistema multimídia MyLink com espelhamento de conteúdo de celulares com Android Auto e Apple CarPlay.



A nova versão estreia em outubro nas concessionárias e ficará posicionada entre a versão Premier básica (1SD, tabelada em R$ 103.090 com a cor preta) e a com o pacote 1SF (R$ 106.290 também na cor preta), que oferece itens que o Midnight não possui, como airbags laterais e de cortina, alerta de colisão iminente à frente e aviso em caso de saída de faixa não-sinalizada.


As cores branca, prata e preta são, nesta ordem, a lista de cores preferidas pelos consumidores da Chevrolet no Brasil nos últimos anos. No caso do Tracker, no entanto, a cor preta metálica é, com um quinto de participação, a segunda mais requisitada pelos clientes. Os emplacamentos do Tracker - que é importado do México - praticamente triplicaram no acumulado de 2018 em relação a 2017, superando 18 mil unidades até o mês de agosto.


Comentários

Postar um comentário

Na seção de comentários do Auto REALIDADE você está livre para escrever o que você achou da matéria.

Caso você queira fazer perguntas maiores, incluir fotos ou tirar dúvidas, envie e-mail para blogautorealidade@hotmail.com

Sua opinião é muito importante para o Auto REALIDADE! Estamos a disposição no Facebook (http://www.facebook.com/AutoREALIDADE), no Instagram (http://www.instagram.com/autorealidade e no Twitter (@AutoREALIDADE).