Novo VW Jetta chega ao Brasil nas versões Comfortline e R-Line


A Volkswagen apresenta a sétima geração do Jetta, o sedan derivado do Golf, agora estreando a plataforma modular MQB. Lançado em 1979 e sempre com visual distinto do hatch (que começou a ser produzido na Europa quatro anos antes), nosso primeiro contato com o sedã do Golf foi no final do ano 2000, quando seu nome era Bora e estava na quarta geração. Em 2006, o público brasileiro conhecia o Jetta, com motor 2.5 e baseado na quinta geração - as discrepâncias entre Bora e Jetta eram tão grandes que ambos coexistiram até 2010 e o veterano chegou a ser reestilizado.

Em março de 2011, chegava ao Brasil o Jetta VI com motores 2.0 aspirado ou turbo, pouco mais de um semestre após sua renovação nos Estados Unidos. É o que também ocorre no novo Jetta, que foi apresentado no Salão de Detroit e começa a ser comercializado no Brasil em outubro. Neste primeiro momento, serão duas as versões disponíveis: Comfortline e R-Line, ambas com motor 1.4 TSI Flex de 150 cavalos, 25,5 kgfm de torque, e câmbio automático de 6 marchas.

Jetta Comfortline (R$ 109.990)
Cores sem custo adicional: Branco Puro, Vermelho Tornado, Preto Ninja (sólidas)
Cores metálicas: Cinza Platinum e Prata Snow (R$ 1480)
Cor perolizada: Preto Mystic (R$ 1580)
Opcional: teto solar elétrico (R$ 4990)

Jetta R-Line (R$ 119.990)
Cores disponíveis: todas do Comfortline, exceto o Preto Ninja
Opcional: teto solar elétrico (R$ 4990)


Produzido em Puebla, no México, o novo Jetta conta com três anos de garantia de fábrica, sem limite de quilometragem, e terá as três primeiras revisões gratuitas. Agora, o modelo mede 4,70 metros de comprimento (4,3 cm a mais que o modelo que se despede), 1,80 metro de largura (sem retrovisores; 2,1 cm mais largo) e a altura é de 1,474 m (cresceu 1 milímetro). O ganho na distância entre-eixos foi de 3,7 centímetros, passando para 2,69 metros.



Por fora, o sedan pouco lembra os atuais modelos com carroceria três-volumes da Volkswagen. A frente ganhou ênfase na horizontalidade, com grade composta por quatro barras cromadas, duas das quais fluem para os faróis com LEDs, enquanto o capô traz seis vincos. Na lateral, a linha que nasce nos para-lamas dianteiros, percorre as maçanetas e acaba nas lanternas, assim como a janela na coluna traseira, são elementos que lembram seu irmão menor, o Virtus. As rodas são de 17 polegadas em todas as versões. O balanço dianteiro diminuiu 1 centímetro, mas atrás o balanço cresceu 1,6 cm, embora o porta-malas não tenha se beneficiado disso e manteve a capacidade de 510 litros. O coeficiente aerodinâmico é de 0,29.



O interior também pouco lembra o Golf e tem alguns elementos que, novamente, remetem ao Virtus. Com mais espaço para cabeça e ombros em relação ao Jetta antigo, há novas cores de tecido e acabamentos de porta, enquanto a parte superior do painel traz material macio ao toque, como era de se esperar neste segmento.


O Jetta R-Line se diferencia externamente pela grade frontal em preto brilhante, logo R-Line (na grade e nos para-lamas dianteiros), rodas aro 17” “Viper” e capas dos retrovisores pintadas em preto. Por dentro, forro de teto e colunas também recebem a cor escura. O painel e as laterais de porta contam com detalhes acinzentados “Fishbone” e o volante é diferenciado para esta versão, com base achatada e logotipo alusivo à versão. Na traseira, a parte inferior do para-choque traz detalhes cromados.


Todas as versões do Jetta terão as três primeiras revisões (10.000 km, 20.000 km e 30.000 km) gratuitas - nos principais rivais, o gasto médio com estes serviços é de R$ 1383. O plano de manutenção até os 60 mil km do novo Jetta totaliza R$ 2204, cerca de 40% abaixo do custo médio do segmento (R$ 3665).



O modelo Comfortline 250 TSI traz de série: ar-condicionado digital de duas zonas (porém agora sem saídas traseiras), luzes de condução diurna em LED, sensores de estacionamento dianteiro e traseiro, sensor de chuva, seis airbags (frontais, laterais dianteiros e do tipo cortina), bloqueio eletrônico do diferencial, sistema Start/Stop de desligamento e religamento do motor em paradas, função de frenagem de manobra (RBF, que atua em velocidades de 1,5 km/h e 10 km/h e freia o carro caso detecte objetos próximos), freio de estacionamento eletromecânico (acionado por botão), assistente de partida em subidas (em inclinações superiores a 5%, mantém o carro freado por 2 segundos para o motorista tirar o pé do freio e acelerar), vidros, travas e retrovisores elétricos, volante multifuncional, bancos revestidos de couro e sistema multimídia Discover Media com tela de 8 polegadas, com GPS e App-Connect (espelhamento de conteúdos através do Android Auto, Apple CarPlay e Mirrorlink).


O Jetta Comfortline também traz rodas de 17 polegadas “Polanko” com pneus 205/55, câmera de ré, chave presencial para abertura e fechamento das portas e partida do motor por botão, retrovisor interno eletrocrômico e seleção do perfil de condução (Eco, Normal, Sport e Individual, que altera parâmetros da direção, câmbio e assistentes de condução) com iluminação ambiente ajustável em 10 tonalidades: luz branca indireta no perfil “Normal”, vermelha no perfil “Esporte”, azul no perfil “Eco” e qualquer uma das 10 cores no modo “Individual”.


Além do visual esportivo, a versão R-Line 250 TSI tem o quadro de instrumentos digital configurável Active Info Display (com tela de 10,25 polegadas e resolução de 1280 x 480 pixels), além de controlador automático de velocidade adaptativo (mantém uma distância selecionável do veículo à frente, podendo frear completamente caso detecte que o automóvel diante do motorista também parou), alerta de colisão frontal com City Emergency Brake (que freia o carro em iminência de colisão a até 30 km/h), detector de fadiga do motorista, frenagem automática pós-colisão (em caso de acidente, desacelera a até 0,6 m/s para evitar colisões posteriores) e farol alto adaptativo (atua a partir de 60 km/h e, caso detecte um veículo no sentido contrário, alterna para o farol baixo, evitando o ofuscamento do outro motorista).


O sistema multimídia Discover Media das Comfortline e R-Line possui tela touchscreen de 8 polegadas com sensor de aproximação, pareamento por Bluetooth simultâneo para dois celulares, comandos de voz, reprodutor de fotos, vídeos e músicas, além do aplicativo Think Blue Trainer, que auxilia na condução mais econômica, e do “Volkswagen Media Control” para smartphones e tablets: por meio de conexão wi-fi, ele atua como um espelhamento de tela ao contrário: a interface do carro é que poderá ser acessada por aparelhos móveis, o que é interessante quando alguém no banco de trás, por exemplo, fica responsável por escolher as músicas. Outro recurso tecnológico, já presente no Vurtus e no Tiguan Allspace, é o Manual Cognitivo, que usa IBM Watson para responder aos motoristas perguntas sobre o veículo.


O motor 1.4 TSI é produzido pela Volkswagen em São Carlos (SP) e rende, com etanol ou gasolina, 150 cavalos a 5000 rpm e torque de 25,5 kgfm já a 1400 rpm, mantendo-se até 3500 rpm, com ambos os combustíveis. Assim, o Jetta acelera de 0 a 100 km/h em 8,9 segundos e chega à velocidade máxima de 210 km/h, independentemente do combustível.



Dispensado em Polo e Virtus, o sistema Start/Stop vem de série no Jetta, para reduzir o consumo de combustível quando o carro está parado. O sedan traz suspensão dianteira McPherson com molas helicoidais integradas; atrás, optou-se pelo eixo de torção, também com molas helicoidais.


O diâmetro de giro da nova geração do sedã é de 11,2 metros. O Jetta traz freios dianteiros com discos ventilados de 288 milímetros (e secagem para melhorar a frenagem com umidade, que atua em velocidades acima de 70 km/h quando o limpador de para-brisa está acionado), e discos de 272 milímetros na traseira. Além do ABS e EBD, há a assistência hidráulica à frenagem (HBA). Ainda falando de segurança, o Jetta traz fixação ISOFIX para cadeirinhas infantis, alerta sonoro de não-afivelamento dos cintos dianteiros, além de apoios de cabeça e cintos de 3 pontos para todos.

Comentários

Postar um comentário

Na seção de comentários do Auto REALIDADE você está livre para escrever o que você achou da matéria.

Caso você queira fazer perguntas maiores, incluir fotos ou tirar dúvidas, envie e-mail para blogautorealidade@hotmail.com

Sua opinião é muito importante para o Auto REALIDADE! Estamos a disposição no Facebook (http://www.facebook.com/AutoREALIDADE), no Instagram (http://www.instagram.com/autorealidade e no Twitter (@AutoREALIDADE).