Destaques do Auto REALIDADE

quinta-feira, 15 de junho de 2017

Nissan Frontier Attack Concept é destaque no Salão de Buenos Aires


A Nissan preparou para o Salão do Automóvel de Buenos Aires a picape conceitual Frontier Attack, um exercício de estilo que visa aferir a receptividade dos consumidores diante de uma versão mais direcionada para vertente off-road da recém-lançada nova geração do modelo. Caso seja posta em produção, será a terceira geração da série Attack, que no Brasil foi lançada em 2005.


Criado pela equipe do Estúdio de Design da Nissan no Brasil, o conceito é 4 centímetros mais alto e os pneus são consideravelmente mais largos, levando ao apelido de "the beast" pelos designers, liderados por Robert Bauer, responsável também pela estilização do Kicks. A carroceria traz tons fortes: o vermelho se une ao preto. O estilo aventureiro é composto por faróis de máscara negra, estribos, barras transversais de teto e santantônio, além de capas dos retrovisores em tom cinza escuro. Também são destaques as faixas laterais, os pneus off-road com rodas de 16 polegadas e o para-choque traseiro cromado.


O interior também tem detalhes em cinza-escuro onde na picape de série há peças prateadas, e costuras vermelhas no volante, bancos e cobertura da alavanca do freio de mão. O seletor de tração (4x2, 4x4 ou 4x4 com reduzida) é acionado por botão giratório e pode ser manipulado com o carro em movimento.

A Nissan Frontier Attack conta com a central multimídia Multi-App, que inclui GPS e tela touchscreen de 6,2 polegadas com interface Android, compatível com os mais recentes aplicativos (como Waze e Spotify), além de Bluetooth, entradas USB e auxiliar, streaming de música e DVD player.



O conceito mantém a motorização 2.3 Biturbo Diesel, com 190 cavalos, aliado ao câmbio automático de 6 marchas e suspensão traseira multi-link complementada pelo eixo rígido, solução única no segmento de pick-ups médias. O torque é atingido entre 1500 e 2500 rpm.

O controle dinâmico do veículo (VDC) é a soma dos controles de tração e estabilidade que se somam ao bloqueio eletrônico do diferencial, ao auxílio de partida em ladeiras (que mantém a pressão do freio por até três segundos depois que o pé do motorista solta o pedal do freio) e o controlador automático de velocidade em descidas, que mantém a velocidade máxima de 25 km/h, sem que o condutor precise dosar o pedal do freio ou sequer o do acelerador. Quando o sistema é ligado – por meio de um botão no painel –, o veículo desce usando os freios ABS e EBD para controlar a velocidade de cada roda. Se o veículo acelerar sem interferência do condutor, este sistema aplicará os freios para diminuir a velocidade.



A Nissan Argentina se prepara para a produção da Frontier em 2018, em Santa Izabel, na província de Córdoba. O investimento total do projeto é de US$ 600 milhões e vai gerar a criação de mil novas vagas de emprego. Com esse projeto, a Argentina vai se juntar às demais fábricas que produzem a Nissan Frontier ao redor do mundo, a da Tailândia, do México e da Espanha, e produzirá também as picapes Renault Alaskan e Mercedes-Benz Classe X.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Na seção de comentários do Auto REALIDADE você está livre para escrever o que você achou da matéria.

Caso você queira fazer perguntas maiores, incluir fotos ou tirar dúvidas, envie e-mail para blogautorealidade@hotmail.com

Sua opinião é muito importante para o Auto REALIDADE! Estamos a disposição no Facebook (http://www.facebook.com/AutoREALIDADE), no Instagram (http://www.instagram.com/autorealidade e no Twitter (@AutoREALIDADE).

Curta a página do Auto REALIDADE!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...