Detalhes do Renault Captur 1.6 Life automático, para o público PCD

Audi A6, totalmente repaginado, será apresentado no Salão de Genebra


O principal destaque da Audi para o Salão de Genebra é a nova geração do A6 (nas contas da marca, a oitava geração - considerando as encarnações do Audi 100 - e a quinta geração desde que começou a ser vendido com este nome, em 1994). Com estilo inspirado nos novos A8 e A7 Sportback, o A6 traz bordas da grade e faróis afiadas. O perfil se destaca pelo capô longo, grande distância entre-eixos e balanços dianteiro/traseiro curtos. Três vincos fortes dão a sensação de movimento. A aerodinâmica foi privilegiada: o coeficiente (Cx) é de 0,24. 



A Audi oferece variadas opções de iluminação: o LED HD Matrix traz cinco linhas horizontais com função de luzes diurnas. Acima delas está o farol baixo. Opcionalmente, as lanternas acendem em uma única linha horizontal e nove segmentos verticais; a luz de freio preenche as áreas no meio. As versões mais completa trazem luzes de seta dinâmicas. A montadora disponibiliza dois pacotes de iluminação ambiente para o interior.


Falando nele, o habitáculo está todo renovado, e se destaca pelo sistema multimídia MMI com tela sensível ao toque, de operação mais intuitiva: os botões favoritos são salvos de acordo com preferências individuais e até sete motoristas podem armazenar suas configurações em perfis de usuários, personalizando até 400 parâmetros. Os comandos de voz tornam o novo A6 quase um parceiro de diálogo, processando perguntas e comandos de duas maneiras, com dados armazenados a bordo e em conjunto com o MMI navigation plus.


No MMI, a tela dá "feedback" tátil e sonoro. Abaixo da tela central há outro monitor para ajustar ar-condicionado e que serve também como touchpad. Opcionalmente, o MMI navigation plus traz o novo padrão de transferência de dados LTE Advanced. O GPS aprende de acordo com as rotas percorridas, criando sugestões de pesquisa, além de informar sobre perigos na via. 


O A6 também dispõe do parking pilot e do garage pilot, que manobram de forma autônoma dentro e fora de uma vaga de estacionamento. O motorista pode ficar fora do carro, monitorando a movimentação usando o aplicativo myAudi em seu smartphone. Estes recursos fazem parte do pacote mais avançado de assistência ao estacionamento. O pacote City traz o cross assist (alerta em caso de tráfego cruzado) e o pacote Tour vem com o controlador automático de velocidade adaptativo, que com leve intervenção de direção mantém o carro nas estradas, e ainda o efficiency assist.


Todos os motores do novo A6 são do tipo "micro-híbrido". A partida de alternador de correia funciona em conjunto com uma bateria de íons de lítio. Com isso, o A6 pode rodar com o motor desligado entre 55 e 160 km/h. A função start-stop é ativada em velocidades até 22 km/h e o motor é religado a partir de uma parada. Durante a desaceleração, recupera-se até 12 kW de energia. A Audi assegura que tudo isso reduz o consumo de combustível em até 0,7 litro a cada 100 quilômetros rodados.


O interior do novo A6 cresceu no espaço para as pernas na traseira, para a cabeça e para os ombros na dianteira e na traseira, em relação à geração anterior. A tampa do porta-malas pode ser aberta eletricamente com um movimento de chute por baixo do para-choque.


A Audi oferece o novo A6 com duas opções de motor – um TFSI, a gasolina, e outro TDI, a diesel. O motor a gasolina é um 3.0 TFSI V6 de 340 cavalos e 50,9 kgfm de torque, capaz de acelerar o sedã de 0 a 100 km/h em 5,1 segundos. A velocidade máxima é de 250 km/h (limitada eletronicamente). Já o 3.0 TDI desenvolve 286 cavalos e 63,2 kgfm.


O console central do modelo é levemente direcionado para o motorista, assim como a tela MMI. O novo A6 será fabricado em Neckarsulm (Alemanha) e será lançado no mercado alemão em junho de 2018.


Comentários