Detalhes do Renault Captur 1.6 Life automático, para o público PCD

Nissan Serena terá versão controlável com um só pedal no Japão


A minivan Nissan Serena passa a ser disponibilizada na versão e-POWER a partir de amanhã no Japão. Depois do Leaf, é o segundo modelo da marca a trazer este sistema de propulsão, um meio-termo entre o híbrido e o puramente elétrico, como mostra o infográfico a seguir: o motor a gasolina tem apenas a função de gerar potência elétrica para carregar as baterias do carro e opera sempre na mesma rotação, resultando numa eficiência energética 30% maior que carros equipados com propulsores convencionais a gasolina com a mesma potência. Outra novidade é a capacidade de acelerar ou desacelerar usando somente o pedal do acelerador.


Segundo o padrão de testes japonês JC08², o Nissan Serena e-POWER chega a fazer 26,2 km/l. A minivan também possui os modos e-POWER Drive e Manner Mode, que limita o uso do motor a gasolina que carrega a bateria, solução para casos em que o ruído deste propulsor a combustão é inconveniente.


O novo modelo também traz o recurso de condução autônoma ProPILOT, para não sair da faixa de rodagem. Opcionalmente, há frenagem automática de emergência, alerta de mudança de faixa não-sinalizada e farol com comutador de facho automático.


A versão e-POWER se distingue pelos detalhes azuis na grade, spoilers para melhorar a aerodinâmica e rodas de alumínio de 15 polegadas. Por dentro, há detalhes azuis no botão de partida do motor, na alavanca de câmbio e na bandeja do console central. Existem os modos de condução S (Smart), Eco e Normal, onde freio e acelerador operam de maneira tradicional.

Comentários