Análise completa do Hyundai HB20



Para fechar as avaliações de 2012 no Auto REALIDADE, conferimos a fundo o lançamento do ano, eleito por internautas amantes de automóveis em enquete promovida aqui: o Hyundai HB20. Trata-se de um dos carros mais aguardados dos últimos tempos. 

Fala-se no “projeto HB” desde 2009, quando foi apresentado o carro-conceito ix-metro, que poderia inspirar o futuro Hyundai de produção brasileira. Na época havia quem defendesse que o modelo seria um i20 ou um Verna hatchback abrasileirado, mas o primeiro flagra do mock-up limpo, divulgado pela Autoesporte ainda em julho de 2010, mostrava que o carro seria inédito e bastante ousado. De lá para cá foram diversos cliques do HB em testes e duas viagens (à Coreia do Sul e à Piracicaba – SP) nas quais os jornalistas puderam ver o carro limpo sem fotografá-lo e dirigi-lo camuflado. 



A espera terminou dia 12 de setembro, quando começaram a campanha publicitária e as reservas do HB20 via internet. Pouco tempo depois chegou às lojas, algumas especialmente construídas para ele (Blue Gate), como a de Teresina (PI) – a propósito, esta concessionária não consta no mapa oficial de revendedoras do HB20.

No Salão de São Paulo foi revelada a versão com apelo aventureiro, HB20 X, e em 2013 chega a versão sedan. Agora analisamos a sensação da Hyundai nas versões 1.0 e 1.6, ambas no acabamento Comfort (e variações Plus e Style), que pelo observado nas ruas são as mais vendidas (vale destacar que o HB20 já é o oitavo carro mais vendido do Brasil).


Visualmente, o HB20 é atraente, conversando a filosofia “Fluid Sculpture” da marca, lembrando em especial o novo Hyundai i30, que deve chegar às lojas em janeiro próximo. Ou seja: apesar de brasileiro, seu design faria boa figura na Europa. Nas versões mais básicas é nítido o visual menos arrebatador (o que pode ser visto como uma estratégia da Hyundai para gastar mais numa versão com visual mais atraente), com as calotas caretas, retrovisores e maçanetas sem pintura, ausência de “black-out” nas colunas e faróis de máscara negra (enquanto na maioria dos carros ela dá um ar esportivo, no HB20 dá a sensação de economia). Curiosamente, as palhetas dos limpadores de para-brisa têm uma proteção na cor amarela e havia uma unidade na cor marrom-metálico, rara no mercado nacional. No conjunto, é um design que chama atenção nas ruas (especialmente enquanto sua presença não se massifica) e que recebe poucas críticas, ao contrário dos concorrentes diretos Chevrolet Onix e Toyota Etios.


A boa impressão da parte externa é reforçada no interior, que remete ao Elantra e possui um bom pacote de equipamentos desde a versão 1.0 Comfort: direção hidráulica, ar-condicionado, airbags frontais, computador de bordo, gaveta sob o banco do motorista e diversos porta-objetos. Possui boa ergonomia, entre-eixos de 2,5 metros e bom espaço na frente, mas apenas razoável atrás, especialmente para as pernas dos mais altos. O acabamento é de boa qualidade e nas versões mais caras, possui detalhes em alumínio. O sistema de som Double-din (opcional nas versões Comfort/Comfort Plus, por R$ 995) segue a de outros Hyundai, com uma tela azul monocromática que destoa da modernidade dos instrumentos. O estofamento, com linhas azuis, é interessante. Se o vidro traseiro achatado contribui com o visual, a visibilidade para trás é menor que a esperada para um hatch.


São duas opções de motorização. O 1.0 12v Kappa, de três cilindros, é o utilizado no Kia Picanto. Rende 75 cavalos com gasolina e 80 com etanol @ 6200 rpm, entregando torque de 9,4/10,2 kgfm (gasolina/etanol) @ 4500 rpm. De acordo com a Hyundai, faz de 0 a 100 km/h em 15,9/14,9 segundos com gasolina/etanol, atingindo 157/160 km/h (gasolina/etanol). Seu barulho soa curioso e o desempenho é suficiente no perímetro urbano.

Já o 1.6 16v Gamma (foto) é o utilizado no Kia Soul, Hyundai Veloster e no novo i30 que está para chegar. Este propulsor pode receber o câmbio automático, que tem a falha de oferecer apenas quatro marchas. Possui 122/128 cavalos @ 6000 rpm e torque de 16,0/16,5 kgfm. Segundo a marca, faz de 0 a 100 km/h em apenas 9,3/9,7 segundos, chegando à máxima de 184/188 km/h (com gasolina/etanol). Mesmo com as condições diferentes dos “laboratórios das fábricas”, o vigor nas acelerações faz acreditar que ele chegue próximo disto. A título de curiosidade, a potência específica do 1.6 é quase igual à do 1.0: cerca de 80 cv/l.


O porta-malas oferece 300 litros de capacidade, que podem ser ampliados para 900 com o rebatimento do banco traseiro. É maior do que a maioria dos oponentes (o Etios oferecer 270 litros; o March, 265; Palio e Onix, 280). O acabamento do habitáculo é bom e, assim como o novo carro da Chevrolet, há uma fenda no canto direito do verso da tampa do porta-malas para auxiliar no seu fechamento.



A garantia de cinco anos sem limite de quilometragem só é ultrapassada pela dos carros da JAC (seis anos), e as revisões de 10 mil e 20 mil quilômetros serão feitas gratuitamente. Por enquanto são nove versões do HB20, três com motor 1.0 (Comfort, Comfort Plus, Comfort Style) e seis 1.6 (Comfort, Comfort Plus, Comfort Style, Comfort Style Automático, Premium e Premium Automático). A Hyundai planeja vender 150 mil unidades do HB20 em 2013.


Comfort 1.0: R$ 31 995
Comfort Plus 1.0: R$ 33 995
Comfort Style 1.0: R$ 37 995
Comfort 1.6: R$ 36 995
Comfort Plus 1.6: R$ 38 995
Comfort Style 1.6: R$ 42 995
Comfort Style 1.6 Automático: R$ 45 995
Premium 1.6: R$ 44 995
Premium 1.6 Automático: R$ 47 995


Veredicto: Valeu a pena esperar para conhecer o Hyundai HB20, um carro que agrada ao público brasileiro com visual ousado por dentro e por fora, equipamentos de conforto e segurança, motores 1.0 e 1.6 competentes e espaço interno justo. Podia melhorar em alguns aspectos (as versões mais equipadas são excessivamente caras, os freios ABS deveriam ser de série nas versões 1.0, o câmbio automático poderia ser o seis-marchas usado por outros Hyundai/Kia e o sistema de som poderia ser mais atraente), mas por todas as suas qualidades faz jus ao título de Carro do Ano 2012 Auto REALIDADE e é motivo de preocupação – para as outras montadoras.


Nota Final_ 8,9

Opinião do Editor: HB20 e Onix são os hatches compactos lançados este ano que mais possuem condições de combate entre si. Seus visuais, insossos nas versões básicas, ganham destaque nas versões LTZ (Chevrolet) e Premium (Hyundai). O Onix pode não ter opção de motor tão forte quanto o 1.6 do HB20, mas dá o troco em confiabilidade na marca e no sistema MyLink, muito mais cativante que o sistema de som de visor monocromático. Já o Hyundai possui garantia maior e opção de câmbio automático, o que pode ser decisivo na compra (a transmissão 6 Speed do Onix ficou para o ano que vem, e os testes de fábrica seguiram após o lançamento). O Nissan March fica até tímido nesta disputa, mas segue sendo um carro confiável, espaçoso e de bom custo-benefício. Quem fica sobrando é o Toyota Etios que, apesar do bom espaço interno e de ter a segurança comprovada no crash-test do Latin NCAP (recebeu quatro estrelas de proteção aos adultos, de 5 possíveis), tem um painel que não condiz com seu preço e um acabamento simples demais, além de instrumentos com leitura confusa e do visual... desprovido de beleza. 


Veja a Galeria de Imagens!



Comentários

  1. Só prá escalarecer, as borrachas das palhetas não são amarelas, aquilo é uma proteção. A palheta é preta, como todas as outras.

    ResponderExcluir
  2. Ola amigo, essas imagens sao da css de teresina?...sabe me infomar se estao cobrando algum tipo de agio no valor do carro?...sou do interior do piaui...Att

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bruno,

      A versão Comfort Plus 1.0 (com ar-condicionado, direção hidráulica, airbag duplo, computador de bordo, chave-canivete e vidros elétricos)custava na concessionária R$ 34 990 (incluindo o frete sobre o preço de tabela, que é de R$ 33 995). O 1.6 Comfort partia de R$ 37 990 (na tabela, sai por R$ 36 995). Os preços praticados estão cerca de R$ 1000 mais altos.

      Excluir
  3. Gostei muito da sua avaliação, mostra bem todos os detalhes do carro. A Hyundai está fazendo um belo trabalho com o HB20, espero que continue assim por muito tempo!

    abs!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Na seção de comentários do Auto REALIDADE você está livre para escrever o que você achou da matéria.

Caso você queira fazer perguntas maiores, incluir fotos ou tirar dúvidas, envie e-mail para blogautorealidade@hotmail.com

Sua opinião é muito importante para o Auto REALIDADE! Estamos a disposição no Facebook (http://www.facebook.com/AutoREALIDADE), no Instagram (http://www.instagram.com/autorealidade e no Twitter (@AutoREALIDADE).