Destaques do Auto REALIDADE

sexta-feira, 31 de março de 2017

Nissan Frontier e o copo d'água no off-road: será que derrama?


De que forma a suspensão traseira multilink com eixo rígido faz a diferença quando a Nissan Frontier enfrenta um terreno fora-de-estrada? No vídeo, você pode conferir se o copo comum de plástico colocado no apoio de braço dianteiro entornou água...



Ao mesmo tempo que a Nissan divulga o vídeo, a marca dá início às obras da sua nova fábrica em Córdoba, que produzirá picapes a partir de 2018. A estimativa é que a as obras de construção dos novos escritórios da Nissan sejam finalizadas na metade deste ano. Em abril de 2015, a Nissan anunciou um investimento de 600 milhões de dólares, o qual viabilizará a fabricação de 70 mil unidades anuais da Nissan Frontier, Renault Alaskan e Mercedes-Benz Classe X.

Toyota RAV4 chega reestilizado partindo de R$ 159 290


Fotos | Júlio Max, de Teresina - Piauí, e Divulgação

Sem muito alarde, as concessionárias Toyota já comercializam a linha 2017 do RAV4, reestilizada. Por ora disponível unicamente na versão 2.0 4x2 Top, o utilitário traz nova grade mais fina integrada aos faróis de LED, para-choques redesenhados, rodas de liga leve de 17 polegadas e teto solar.


O interior está praticamente igual. Traz detalhes internos na cor prata no painel e nas portas, e revestimentos de couro natural e sintético - apesar disso, o acabamento continua inferior ao de carros bem mais em conta como o Corolla, com peças em plástico duro. De série, o RAV4 vem com ar-condicionado dual-zone automático (sem saídas traseiras), direção elétrica, ajuste elétrico do banco do motorista (inclusive lombar), chave presencial com botão de partida, computador de bordo com 7 funções e tela colorida, apoio de braço dianteiro com porta-objeto, descansa-braço traseiro, porta-óculos no teto e central multimídia com tela de 7 polegadas touchscreen, rádio, CD/MP3 Player, entradas USB e auxiliar, Bluetooth, além de 6 alto-falantes e câmera de ré.


Em termos de segurança, há 7 airbags (frontais, laterais, de cortina e para os joelhos do motorista), controles de estabilidade e tração, freios ABS com EBD e assistência em frenagens de pânico, assistência de partida em subidas, faróis de neblina e sensores de estacionamento dianteiro e traseiro.

Seu motor 2.0 16v rende 145 cavalos a 6200 rpm e e torque de 19,1 kgfm a 3600 rpm. Já o câmbio CVT possui sete marchas. Abastecido unicamente com gasolina, sua tração é dianteira. O RAV4 possui 4,60 metros de comprimento, largura de 1,84 m (2,16 m com retrovisores), altura de 1,71 metro e distância entre-eixos de 2,66 m. O vão em relação ao solo é de 19,1 cm. Seu porta-malas acomoda 547 litros, e o tanque de combustível, 60 litros.

O RAV4 está sendo vendido por R$ 159 290 nas cores Branco Perolizado, Prata Névoa, Cinza Granito, Preto Eclipse e Bronze Metálico. Na cor perolizada, chega ao valor de R$ 161 073. A garantia é de 3 anos.



Fiat convoca Uno e Strada 2016/2017 para recall

A Fiat está convocando proprietários de 5089 unidades do Uno (1.0 e 1.3), ano modelo 2016/2017 e 12 022 unidades da Strada 1.4, também ano/modelo 2016/2017 para, a partir de 3 de abril de 2017, agendarem comparecimento a uma das oficinas Fiat para que seja providenciada a atualização do software da central eletrônica do motor. Para os Uno 1.3 equipados com Start&Stop também será necessária a substituição da bomba de combustível.


Nestes modelos, foi detectada a possibilidade de falha na bomba de combustível, ocasionando problemas no funcionamento do motor e, em casos extremos, o seu desligamento inesperado e, nos modelos com Start&Stop, a não repartida ao acelerar, aumentando o risco de colisão, com eventuais prejuízos e danos físicos e materiais ao motorista, passageiros e terceiros.

O tempo estimado para o reparo é de uma hora, podendo variar conforme o fluxo de atendimento na concessionária escolhida.

Chassis envolvidos

Uno - De 9BD195A4NH0722618 a 9BD195A4NH0785160
Strada - De 9BD57814FHB089108 a 9BD57834FHY143918

Maiores informações

0800 707 1000

Finalmente, Chevrolet S10 Flex Automática será apresentada


A Chevrolet anuncia para abril a primeira apresentação da S10 Flex automática, que chega às concessionárias da marca em breve e aparecerá no estande da marca na feira rural Tecnoshow, que acontece de 3 a 7 de abril, em Rio Verde (GO). Sem uma opção mais em conta com a comodidade desta transmissão, a S10 vinha perdendo muito espaço de mercado para a Hilux, que ano passado estreou a versão 2.7 Flex automática em sua nova geração. As duas imagens "teaser" liberadas entregam que a nova configuração será baseada na versão 2.5 SIDI LTZ, pelo estilo das rodas, e trará estribos laterais, que facilitam o acesso à cabine.


Por dentro, a principal diferença em relação à S10 automática movida a diesel é o conta-giros, que tem faixa vermelha começando em 7 mil rpm, ante 4,5 mil rpm do modelo Turbodiesel. Entre os itens que estarão presentes na versão completa, estão: alerta de mudança involuntária de faixa, controlador automático de velocidade em descidas, sensores de estacionamento e controle de estabilidade. Na próxima semana, a GM deverá revelar mais detalhes sobre a S10 Flex automática, incluindo seu preço.


Vai viajar nesta Páscoa? Confira 7 itens para ir e voltar de forma segura



Com o feriado da Páscoa chegando, no dia 14 de abril, bate aquela vontade de pegar a estrada. Para garantir uma viagem segura, a BlaBlaCar, maior plataforma de compartilhamento de caronas do mundo, chama a atenção para a importância de realizar a manutenção preventiva dos veículos, para que os condutores tenham mais segurança nas estradas e ainda consigam economizar em seus trajetos.

Resolver problemas mecânicos geralmente sai mais caro do que fazer a manutenção preventiva, destacam especialistas da Bosch. Mais: revisar o carro antes das viagens pode ajudar a reduzir em até 15% o consumo de combustível, contribuir com o meio ambiente e ainda evitar multas - rodar com "pneus carecas" é uma infração de trânsito que gera cinco pontos na carteira de habilitação e pagamento de penalidade, por exemplo. Certamente, a economia gerada com a revisão regular do veículo e com o cumprimento de regras do Código de Trânsito Brasileiro podem ser revertidas para outras finalidades e usufruídas de maneira mais interessante - como, por exemplo, viajar.

Confira sete itens sobre os quais o condutor precisa ficar atento:


Freios
A principal recomendação é verificar o sistema de freios a cada cinco mil quilômetros. Esta análise indicará se existe a necessidade de substituição dos componentes, o que garante maior segurança e um menor custo na manutenção do sistema. Em caso de uma viagem, a dica é revisar o sistema de freios com no mínimo duas semanas de antecedência, sendo que no caso de troca de discos e pastilhas é preciso tomar alguns cuidados nos dias subsequentes do reparo, como evitar freadas bruscas e em altas velocidades.


Palhetas
É um item simples de ser reparado e de baixo custo, além de serem indispensáveis para a segurança. Na estrada, com chuva forte, as palhetas se tornam um forte aliado do condutor. Como é um item de uso pontual, vale acioná-las de vez em quando para fazer um teste e ver se está tudo bem. Com o tempo elas podem desgastar e até mesmo ressecar, sendo necessário substituí-las, sobretudo se estiverem causando formação de faixas e riscos, ruído ou trepidação, formação de névoa e falhas na limpeza do para-brisa.

Sonda Lambda
Já ouviu falar deste componente? Pois é, nem todos conhecem ou sabem para o que serve, mas é um sensor do sistema de injeção eletrônica que ajuda a gerar uma economia de até 15% no consumo de combustível, proporcionar mais potência ao motor, proteção ao meio ambiente, além de aumentar a vida útil do catalisador. A durabilidade deste componente é grande quando o veículo apresenta condições de manutenção favoráveis e quando é abastecido com combustível de qualidade.

Óleos e outros fluídos
Geralmente a troca de óleo do carro ocorre apenas nas revisões programadas. Contudo, também é muito importante verificá-lo de tempos em tempos, principalmente antes das viagens. Sempre que for rodar grandes distâncias, além de conferir o nível de óleo, é recomendável também verificar o estado dos filtros de óleo, ar e combustível, pois em más condições podem causar diversos problemas ao veículo. Os fluidos da direção hidráulica ou elétrica também são importantes; vale então aproveitar o check-up e pedir para um profissional avaliar.

Lâmpadas automotivas
São essenciais para a segurança na estrada, ainda mais no caso dos faróis dianteiros, que são obrigatórios nas rodovias de todo o país desde julho de 2016 -- a multa para essa infração é de aproximadamente R$ 130, gerando 4 pontos na carteira. Ou seja, conferir os faróis e lanternas de freio (que são mais difíceis de serem observadas) antes de sair para viajar é essencial.

Alinhamento e balanceamento
O alinhamento garante mais vida útil dos pneus, já que proporciona um desgaste regular de superfície de contato do pneu com o piso. O balanceamento, por sua vez, proporciona mais estabilidade para a condução do veículo, contribuindo para uma melhor dirigibilidade em retas e também em curvas, pois evita que o carro desvie ou puxe para os lados, além de evitar vibrações em baixas e altas velocidades.

Segundo especialistas da Bosch, para identificar se é necessário efetuar os processos, a dica é observar se existe vibração no volante ou se o carro fica puxando para o lado durante a condução normal ou mesmo durante uma frenagem. Outro fator que pode ser observado é se existem ruídos nos pneus durante a realização de curvas, mesmo em baixa velocidade.


Calibragem
Usando muito ou pouco o veículo, a calibragem dos pneus e do estepe não deve ultrapassar o tempo de um mês para ser realizada. Além do mais, rodar com pneus com calibragem abaixo do indicado no manual do proprietário aumenta o consumo de combustível, além de poder causar danos ao veículo. Antes de pegar a estrada, calibrar os pneus é uma tarefa obrigatória, ainda mais considerando a quantidade de passageiros e o peso das bagagens. Pneus murchos também costumam danificar mais rapidamente. Dica importante: os pneus precisam ser calibrados frios.

Com tudo isso, vale lembrar que pneus desalinhados, descalibrados ou gastos aumentam o consumo de combustível.

Honda HR-V estreia versão top Touring por R$ 105 900



Cerca de dois anos após seu lançamento, o Honda HR-V passa a ser comercializado na versão topo-de-linha Touring. Em relação ao EXL, o novo modelo traz a mais: faróis em LED com luzes diurnas de rodagem e lanternas com guias de LED, e, por dentro, acabamentos cromados nas portas, sensor de chuva, retrovisor interno fotocromático, sensor de ré e airbags do tipo cortina.


Com 4,29 metros de comprimento, 1,59 m de altura, 2,61 m de distância entre-eixos e 1,77 m de largura, o HR-V  traz o arranjo de assentos Utility Long Tall, que ampliam o porta-malas de 437 litros, possibilitando carregar objetos mais longos ou altos.


Entre os itens de segurança estão: controle de tração e estabilidade, assistência elétrica da direção, assistente de partida em ladeiras (Hill Start Assist) e freio de estacionamento eletrônico com Brake Hold: se o motorista acionar o freio e mantiver o carro parado por um longo período, o controle elétrico do freio de estacionamento é ativado e, ao acelerar, liberado.


Já o motor 1.8 i-VTEC SOHC FlexOne é o mesmo das outras versões. Rende 140 cavalos a 6500 rpm e torque de 17,4 kgfm a 4800 rpm com gasolina – quando abastecido com etanol, são 139 cv a 6300 rpm e 17,4 kgfm a 5000 rpm. O câmbio é manual de 6 marchas no modelo LX básico e continuamente variável CVT para as demais versões. A EXL e a Touring trazem aletas no volante e sete marchas simuladas.


O modelo Touring traz ar-condicionado digital com comandos touch-screen, sistema multimídia com tela sensível ao toque de 7 polegadas, GPS com informações de trânsito de algumas capitais, hotspot Wi-Fi com o uso de browser para acesso à internet e Bluetooth para chamadas telefônicas e reprodução de áudio.



A nova versão Touring do HR-V está disponível em todas as concessionárias da marca no início de abril. O modelo está disponível nas cores Marrom Júpiter Metálico, Cinza Barium Metálico, Prata Platinum Metálico, Branco Taffetá, Vermelho Mercúrio Perolizado e Preto Cristal Perolizado. A versão Touring inaugura a inédita cor Branco Estelar Perolizado no HR-V, que fica disponível para as outras versões.


Com garantia de três anos sem limite de quilometragem, o HR-V Touring será vendido por R$ 105 900.



Curta a página do Auto REALIDADE!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...