Avaliação do leitor: como o Ford Ka SE 1.0 se sai no uso cotidiano


Texto de Carlos Matos Andrade
Fotos: 
Carlos Matos Andrade e Divulgação/Ford

Olá amigos!

Eu era dono de um Fiat Palio Weekend Adventure, ano 2000 e motor 1.6 8v, porém me desfiz dele em dezembro de 2016 e hoje utilizo UBER ou alugo carros através de locadoras quando necessário. Com isso ultimamente testei alguns veículos com versões que as locadoras disponibilizam, após entregar o carro gosto de fazer uma analise sobre o veiculo e publicar nos grupos para ajudar quem procura saber sobre, logico que é apenas base até porque comprar um carro requerer analisar muito mais fatores que isso.

Não pertenço a nenhuma empresa automotiva ou revista do ramo, sou apenas usuário casual que julga os pontos fortes e fracos dos carros de forma imparcial, até porque esses testes podem servir de ajuda na indicação para amigos e familiares.

Sou colunista do Site Clube Tucson especializada na SUV Hyundai Tucson, não temos ligação com o fabricante ou revendedores, mantemos o site por hobby e participo porque sou entusiasta do veiculo e tenho o sonho de ter modelo em minha garagem.

Então vamos ao que interessa...

DADOS


Locadora: Hertz
Quilometragem do veículo na retirada: 3.510 mil km
Quilometragem do veículo na devolução: 4.218 mil km
Combustível utilizado: Etanol
Modelo: Ka SE 1.0 2016

PONTOS POSITIVOS


O carro mudou completamente a sua cara, a nova frente dos carros da Ford lembrando o Ford Mustang caiu como uma luva, no caso do Ka ficou bem bonito e agressivo com sua saliência sobre o capo do motor e os dois vincos no teto acompanhando o desenho. As lanternas traseiras ainda lembra um Gol ou Onix que poderia ter sido feito de uma maneira melhor para condizer com o resto do carro, mas no geral agrada.

No conjunto ficou bom, o carro perdeu também um pouco sua identidade de miniatura das versões anteriores, hoje está mais robusto e sua categoria agora subiu de sub compacto para compacto, agora impõe mais respeito que outras gerações não tinham, como do meu pai que é um modelo 2007 GL.


Se por fora o upgrade foi grande por dentro não foi diferente, o carro ganhou espaço, os bancos bem mais confotáveis e ainda a surpresa fica por conta cinto de três pontas e encosto de cabeça para todos os ocupantes e sistema isofix, coisa que as versões antigas não tinham e ainda era um sufoco a instalação cadeirinhas para crianças e limitava apenas para quatro pessoas.

O novo modelo leva cinco pessoas de forma razoável sem muito aperto, o espaço entre as pernas e bancos dianteiros é bom e supera até meu antigo carro a Weekend. A posição de dirigir é boa, mas ainda faltou regulagem de altura do banco para ficar "perfeito", já o do volante mais um ponto para ele com regulagem de altura.

Porta malas também é bom para quem não precisa carregar tanta tralha, no meu caso que tinha porta malas de 460 litros com a Weekend, só vai fazer falta nas férias onde não tinha conversa na hora de levar até a "casa” (risos).


Além do seu espaço bacana para um carro dessa categoria, sua chave canivete é show onde se consegue destravar e travar a porta, abrir porta malas com dois toques e ainda acionar a buzina a distância para procurar o coitado caso você perca ele no estacionamento do shopping ou supermercado. O ar condicionado tem ventilação bem forte e gela rápido sem problema algum, o som é outro ponto positivo, achei a qualidade muito boa. Ele tem opção de conectar o celular para receber ou fazer chamadas, entrada USB, Bluetooth e entrada auxiliar.


Em cima do painel nas versões de entrada, pode abrir uma tampa onde pode colocar seu celular em pé na hora de utilizar o GPS, boa sacada da Ford.

O motor foi outro ponto surpreendente, muito ágil o carro tinha uma resposta mais esperta fazendo redução em uma marcha, motor 1.0 de três cilindros superou minhas expectativas. Ele anda muito bem, é tanta sua força brutal que versões topo de linha contam com controle de tração e estabilidade para segura-lo na pista e aproveitar ao máximo sua potencia.


Como estava sem computador de bordo fiquei sem base das médias de consumo, após andar 380 km e reabastecer, ele ainda tinha um quarto de combustível no tanque. Nesse trajeto rodei 70% com ar ligado, mas esses abastecimentos foram de apenas meio tanque por duas vezes, por isso perdi a referência de litros que entraram e o que foi consumido realmente.


O painel, portas e acabamento no geral, têm bons arremates e visual bem agradável, até da impressão que andar em um carro acima da sua categoria, fica a sensação de ser bem robusto ao pilotar.

PONTOS NEGATIVOS


Fiquei com dores no pescoço após duas horas dirigindo, um caso de erro na ergonomia dos encostos ou não acertei o ponto certo de ajuste do banco.

Faltou marcador de temperatura e computador de bordo, apesar de outras versões terem essa opção, não custava nada ter mais dois tipos de informações como consumo e autonomia do combustível para essa versão.

Não é só a Ford, mas as montadoras cada vez economizam no isolamento acústico e com isso o resultado é que na hora de uma pisada funda o grito do motor vai alto para dentro da cabine, incomoda um pouco.

Achei estranho na quarta marcha sendo muito longa, pois por duas vezes me peguei em quarta com o carro a 90 km/h e ao engatar a quinta marcha pouco foi o barulho de redução da rotação do motor, talvez um ajuste nela fosse bom para ficar mais curta e poder usar ainda mais a força que o motor oferece.

Os faróis também no alto perecem mais que estão desregulados e a tampa da porta malas precisa sempre dar uma boa pancadinha para não ficar com a luz acesa de porta aberta no painel, o que me deixou doido nos primeiros dias, verificava as portas travadas e fechadas e a luz acesa.

VEREDCTO


Compraria um exemplar sim, mas pegaria o de motor 1.5 e versão mais completa onde tem computador de bordo, controle de tração e estabilidade, para mim uma surpresa a cada dia conhecendo mais sobre ele.


Para ser ter uma ideia aluguei certa vez um Renault Logan, motor 1.6 péssimo a resposta por ele ser um moto 1.6, o carro é bem bonito por fora e por dentro, mas acho que ai o Ford Ka sedan deve dar um banho com o motor 1.5, espero testar um em breve.


Para quem precisa de um carro para o dia dia da cidade e poder viajar esporadicamente, o Ka é uma boa pedida. Parabéns a Ford pelo upgrade feito no Ka, e que upgrade...

Comentários

  1. Obrigado pela confiança em publicar minha avaliação, em breve vou mandar mais.

    Abraços a todos do Auto Realidade.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Na seção de comentários do Auto REALIDADE você está livre para escrever o que você achou da matéria.

Caso você queira fazer perguntas maiores, incluir fotos ou tirar dúvidas, envie e-mail para blogautorealidade@hotmail.com

Sua opinião é muito importante para o Auto REALIDADE! Estamos a disposição no Facebook (http://www.facebook.com/AutoREALIDADE), no Instagram (http://www.instagram.com/autorealidade e no Twitter (@AutoREALIDADE).