Os detalhes da Chevrolet Spin LTZ 2019 com câmbio automático

Ford Mustang Bullitt: a história da lenda que completa 50 anos



A Ford revelou esta semana no Salão de Detroit, nos EUA, a terceira encarnação do Mustang Bullitt, que comemora os 50 anos do modelo original que protagonizou de uma das perseguições mais famosas da história do cinema, no filme Bullitt, com Steve McQueen. A sequência de quase 10 minutos pelas ruas de São Francisco, na Califórnia, mitificou o esportivo verde escuro que acabou dando origem a séries especiais.



Em 2000, a Ford revelou um conceito do Mustang inspirado no modelo. A recepção do público foi tão positiva que ele acabou sendo lançado em 2001, numa edição limitada de cerca de 6500 unidades. Herdeiros do ator Steve McQueen colaboraram com a Ford no design dessa série especial, que era equipada com um motor 4.6 V8, com potência de 265 cavalos e 42 kgfm de torque.


Em 2008, a Ford lançou a segunda edição do Mustang Bullitt, comemorando os 40 anos do filme. O cupê se destacava pelo estilo despojado, dispensando emblemas e até o símbolo do cavalo na grade dianteira, assim como spoilers e as clássicas entradas de ar nas laterais. Seu motor 4.6 V8 trazia 50 cavalos a mais de potência e 2,8 kgfm a mais de torque.


A terceira geração do Mustang Bullitt será vendida em edição limitada a partir de meados de 2018 nos Estados Unidos, com motor 5.0 V8 de mais de 480 cv e torque de 58 kgfm. O carro foi apresentado no Salão de Detroit por Molly McQueen, neta de Steve McQueen; outra surpresa na apresentação foi a exibição do Mustang GT 1968 original do filme, cujo paradeiro era desconhecido durante quatro décadas, até ser localizado e restaurado em 2017. Seu dono atual herdou a relíquia do pai e teve a honra de dirigir o carro no palco durante o Sal]ao de Detroit.

Comentários