Fiat Toro chega à linha 2019 com novas versões Endurance e Volcano 2.4


Completando dois anos de mercado brasileiro, o Fiat Toro começa a chegar às concessionárias em sua linha 2019, que traz mudanças significativas em sua gama de versões visando melhor atender ao público brasileiro. Agora, só serão oferecidas versões com câmbio automático (houve versões 2.0 Turbodiesel 4x2 e 4x4 com a transmissão manual de 5 marchas, mas tiveram pouca aceitação no mercado). Cada motorização - 1.8 Flex, 2.4 Flex e 2.0 Turbodiesel - terá duas versões disponíveis.

Uma das novidades é justamente a versão mais simples, a Endurance, com motor 1.8 Flex e câmbio automático de 6 marchas. Seu preço inicia em R$ 90 990 e o visual lembra a versão Freedom sem opcionais, mas abre mão de mais itens, como rack de teto e capota marítima.


O Fiat Toro Endurance traz de série: controles de tração e estabilidade, alertas de limite de velocidade e manutenção programada, alças traseiras com luz de leitura incorporada, alças fixas nas colunas dianteiras, apoio de pé para o motorista, ar-condicionado manual, banco do motorista com regulagem de altura, cintos dianteiros com regulagem de altura, computador de bordo (com distância percorrida, velocidade média e tempo de percurso), console central com porta-objetos e porta-copos, direção elétrica, tecla Sport, espelhos nos para-sois, estepe com as mesmas dimensões das outras rodas, follow me home (faróis permanecem acesos por alguns segundos após o desligamento do carro), fixação ISOFIX para cadeirinhas, ganchos para amarração de carga na caçamba, airbags frontais e freios ABS com EBD, auxiliar de partida em ladeiras, lanternas com LEDs, limpador e lavador do para-brisa com intermitência, luzes de leitura dianteiras, motor 1.8 16V Flex com pré-aquecimento de combustível, para-choque traseiro com soleira cromada, controlador automático de velocidade, porta-luvas iluminado, quadro de instrumentos com tela de 3,5 polegadas com relógio, data e indicador de temperatura externa, retrovisores externos com ajuste manual, revestimento de caçamba, rodas de aço aro 16"  com calotas e pneus 215/65, Start&Stop (desligamento/religamento automático do motor), suspensão traseira multilink, tampa traseira dupla com destravamento elétrico, tomada de 12 Volts, travamento das portas a 20 km/h, indicador de portas abertas, luz interna com temporizador, vidros elétricos nas 4 portas com função um toque e recurso anti-esmagamento no lado do motorista, volante com regulagem de altura e profundidade, e sensor de pressão dos pneus.


Na lista de opcionais, há o Pack Convenience Multimídia (que por R$ 3300 adiciona a central multimídia com tela touchscreen de 6,2 polegadas, GPS, TV digital, DVD e MP3 Player, conexão Bluetooth, rádio, câmera de ré, entrada USB, 6 alto-falantes e volante revestido em couro com comandos do som e telefone.


Outra alternativa é o Pack Convenience Audio, que custa R$ 1000, porém é vinculado ao Pack Convenience de R$ 2490. Acrescenta o rádio Uconnect B7 com entrada USB e volante em couro com comandos do som e telefone. Já o segundo pacote de equipamentos inclui alarme, faróis de neblina, rodas de aço de 16 polegadas com pneus 215/65, porta-escadas na parte traseira do teto, brake-light com luz de caçamba integrada, retrovisores elétricos (com função tilt-down do lado direito ao engatar a ré) e luzes de seta incorporadas, além do sensor de ré.


O Kit Protection (R$ 899) soma para-barros para as 4 rodas e friso das portas na cor preta com logotipo Toro. Por fim, há o Kit Chrome (R$ 490), que inclui capas das maçanetas e soleiras cromadas.


O Toro Freedom 1.8 automático agora parte de R$ 102 990, mas a diferença significativa de preço em relação ao modelo anterior se justifica pelo acréscimo de equipamentos. Agora, todos os itens que eram oferecidos no pacote Road passam a vir de série: tomada de 12 Volts e entrada USB para quem senta atrás, alarme, apoio de braço traseiro com porta-copos, apoio de braço dianteiro com porta-objetos, ar-condicionado digital automático de duas zonas, barras longitudinais no teto com porta-escadas integrado, brake light e iluminação de caçamba, capota marítima, comandos de som atrás dos raios do volante, computador de bordo (com indicação de consumo médio, consumo instantâneo, autonomia, velocidade média), câmera de ré, faróis de neblina com moldura cromada e função Cornering (acendimento em baixa velocidade ao esterçar o volante para um dos lados), grade superior com acabamento cromado, kit de parafusos antifurto das rodas (um por roda), maçanetas e capas dos retrovisores externos na cor do veículo, moldura central do painel de instrumentos diferenciada, para-sóis iluminados, porta-óculos, retrovisores externos com luzes de seta integradas, função tilt down ao engatar a ré, rebatimento elétrico ao trancar o carro e luzes de cortesia na parte inferior ao abrir a porta; rodas de liga leve de 16 polegadas com pneus 215/65, sensor de ré, tapetes em carpete, central multimídia Uconnect com tela touchscreen de 5 polegadas, GPS, comandos de voz, Bluetooth, streaming de áudio, entradas auxiliar e USB, rádio e MP3 player, além de volante revestido em couro com comandos do som e paddle-shifts para trocas sequenciais de marcha.


Na lista de opcionais, uma boa surpresa é a volta da oferta do Pack Safety, que esteve disponível na linha 2017 para todas as versões mas foi eliminado na linha 2018. Por R$ 5990, a picape recebe os airbags laterais dianteiros, de cortina e para os joelhos do motorista; de brinde vêm os bancos revestidos parcialmente em couro. Se a intenção é só levar os bancos de couro, paga-se R$ 2590.


Há também os kits Protection (R$ 899) e Chrome (R$ 490) para esta versão.


Quem quiser o Fiat Toro com motor 2.4 terá duas opções de versão. A primeira é a Blackjack, introduzida no ano passado e que custa R$ 117 490. Seu destaque é o visual "dark" - só há a opção de cor Preto Carbon para a carroceria e até os logotipos da Fiat tem o fundo escuro. Mas a lista de equipamentos também tem bons incrementos.


São itens de série do Toro Blackjack: bancos revestidos numa mescla de couro e tecido, câmbio automático de 9 marchas, central multimídia com tela touchscreen de 6,2 polegadas com GPS, TV digital, DVD Player, conexão Bluetooth, entrada USB, MP3 player, rádio e câmera de ré; descansa-braço traseiro, faixas pretas no capô e tampa traseira, inscrição Blackjack na moldura central do painel e nos encostos dos bancos dianteiros, sensor de chuva, acendimento automático dos faróis, retrovisor interno eletrocrômico, luzes diurnas de LED, pota-objetos sob o assento do passageiro dianteiro, capas dos retrovisores externos, friso na grade dianteira e barras de teto pintados na cor grafite escuro, além das rodas de liga leve de 17 polegadas com pneus 225/60.

Para esta versão estão disponíveis o Kit Protection (R$ 899) e o pacote de segurança Safety (R$ 3300).


A outra versão com motor 2.4 é a inédita Volcano, antes disponível só com motorização Turbodiesel. Com preço a partir de R$ 115 690, ela pode ser equipada com o pack Safety (R$ 5990) ou só os bancos em couro (R$ 2590), além do kit Protection (R$ 899). 

Esta versão traz, para a versão 2.4, equipamentos antes somente disponíveis na versão mais cara. Estes itens são: banco do motorista com regulagem elétrica, banco do passageiro dianteiro rebativel, console central bicolor, filetes cromados na base das janelas laterais, chave presencial e partida do motor por botão ou remota na própria chave, luzes ambiente em LED, maçanetas externas cromadas, moldura dos alto-falantes com pintura exclusiva e frisos das portas cromados, computador de bordo com display de 7 polegadas colorido, retrovisor interno eletrocrômico, acendimento automático dos faróis e sensor de chuva, soleiras metálicas, tapetes em carpete e grade frontal na cor preto brilhante. Mas a central multimídia é a mesma da versão Freedom, mais simples, com tela de 5 polegadas.

Entre as duas versões movidas a diesel, a Toro Freedom 2.0 é a mais em conta e parte de R$ 131 590. A lista de equipamentos é praticamente igual à versão 1.8, mas traz: estepe de uso temporário, controle automático de velocidade em descidas, protetor de cárter, rodas de liga leve de 17 polegadas com pneus de uso misto 225/65, para-choque dianteiro com aplique dianteiro prateado e tração 4x4 com seletor giratório (alterna entre os modos automático, 4WD ou com reduzida).


São opcionais: Pack Safety (R$ 5990), bancos revestidos parcialmente de couro (R$ 2590) e o Kit Chrome (R$ 490).


Já a versão Volcano 2.0 Turbodiesel (R$ 142 990) agora traz rodas de 18 polegadas com pneus 225/60 e é a única que pode receber opcionalmente o teto solar elétrico, no pacote Deluxe, que custa R$ 9990 e inclui também os 7 airbags e bancos de couro do pacote Safety, que, isoladamente, custa R$ 5990 (e, somente os bancos de couro, R$ 2590). Há também a opção do kit Protection (R$ 1199). A lista de equipamentos é a mesma da versão Volcano 2.4 acrescida dos diferenciais da versão Freedom 2.0.


Na paleta de cores do Toro, só o tom sólido Vermelho Colorado não é cobrado. A partir do Branco Ambiente - também sólido - há acréscimo de 700 reais. Pelos tons metálicos Preto Carbon, Prata Melfi, Vermelho Tribal, Marrom Horizon e Cinza Antique, paga-se R$ 1930. Já pela cor perolizada Branco Polar, o aumento de preço é de R$ 2300.


Comentários