Expedição Nissan Frontier visita as riquezas arqueológicas do Pará

Chevrolet Cobalt chega à linha 2019 e estreia versão para PCD



O Chevrolet Cobalt, assim como Onix, Prisma e Spin, agora estreia sua linha 2019 - e uma das novidades é destinada ao importante público para pessoas com deficiência. É a 1.8 PCD, que será vendida por R$ 69.990, valor que está quase no limite dos atuais R$ 70 mil estabelecidos para a isenção tanto do IPI como do ICMS. Esta versão vem com o câmbio automático de 6 marchas e vem com direção elétrica, sistema multimídia MyLink com tela de 7 polegadas sensível ao toque e espelhamento de conteúdo de smartphones através do Apple CarPlay e Android Auto, comandos de som e telefone no volante, bancos que mesclam tecido e couro marrom, além de 4 pacotes de acessórios - alguns dos itens eram de série no LTZ, do qual deriva, mas foram suprimidos para se chegar ao menor valor.



Os acessórios podem ser adquiridos individualmente ou em quatro pacotes (Elegance, Tech, Comfort e Full). Entre os itens disponíveis, estão: sensor de estacionamento traseiro (que vem de série no LTZ), câmera de ré, soleiras de porta, frisos laterais, duas entradas USB extras para carregamento de dispositivos eletrônicos, função de rebatimento para baixo do espelho direito ao engatar a marcha à ré e rede porta-objetos para o porta-malas, para evitar que objetos rolem ao movimento da carroceria.


Por fora, o Cobalt 1.8 PCD é identificado pelos faróis e lanternas de neblina, além dos cromados em torno da grade, das molduras dos faróis de neblina e na base das janelas laterais. As rodas de alumínio são de 15 polegadas, e na traseira há apenas o emblema "Cobalt".



O Cobalt PCD também vem com ar-condicionado, quadro de instrumentos com velocímetro digital, computador de bordo, controlador de velocidade de cruzeiro, travas, vidros (nas 4 portas) e retrovisores elétricos, além da nova chave-canivete, idêntica a dos Onix, Prisma e Spin 2019, que também traz o comando de fechar e abrir os vidros associado aos botões de travar e destravar o carro.


Além da chave mais moderna, outra boa-nova para toda a linha 2019 do Cobalt é o cinto de segurança de três pontos e o apoio de cabeça para quem senta no meio do banco traseiro. O sedan também traz  ancoragens ISOFIX e Top Tether para cadeirinhas infantis, freios ABS com distribuição eletrônica de frenagem e airbags frontais.


O Cobalt mantém o motor 1.8 Flex de 4 cilindros e 8 válvulas, que rende 106 cavalos com gasolina e 111 cv com etanol a 5200 rpm, além de torque de 16,8/17,7 kgfm. A versão LTZ segue disponível com câmbio manual ou automático, ambos de 6 marchas, enquanto o modelo topo-de-linha Elite só é vendido com transmissão automática. A capacidade do porta-malas de 563 litros é a maior entre os sedãs nacionais, superando o Toyota Etios Sedan por 1 litro.



As versões do Cobalt trazem o OnStar, que possibilita consultar variadas funções do carro por aplicativo para smartphone e oferece serviços como o de chamada automática para o serviço de emergência em caso de acidente.

O sedã da Chevrolet é comercializado em seis opções de cores: Azul Blue Eyes, Prata Switchblade, Cinza Grafite, Cinza Satin Steel, Branco Summit e Preto Ouro Negro. Sua garantia de fábrica é de 3 anos.

Comentários