Detalhes do Renault Captur 1.6 Life automático, para o público PCD


Para enquadrar o Renault Captur no importante público de pessoas com deficiência, a marca passou a disponibilizar a versão Life 1.6 com o câmbio automático continuamente variável X-Tronic CVT, pelo preço de tabela de R$ 69.990, próximo ao limite atualmente imposto pelo governo de 70 mil reais para realizar a isenção de IPI e ICMS. Com as isenções, seu preço fecha em R$ 54.126,37.

O Captur Life é nada menos que R$ 16.460 mais em conta que a versão Zen 1.6 com câmbio CVT, mas precisou ter diversos itens retirados. O modelo 2019 já não traz mais o rádio (que era item de série da versão 2018) e não conta com tampão do porta-malas, sensor de estacionamento traseiro nem rebatimento elétrico dos retrovisores. Por dentro, os bancos possuem padronagem específica para a versão. A chave segue sendo do tipo cartão, com partida por botão, mas não traz a funcionalidade presencial das outras versões (que, por exemplo, trava as portas ao se afastar do carro).

No entanto, o Captur Life mantém itens como airbags frontais e laterais dianteiros, controlador automático de velocidade, assistente de partida em ladeiras, controles de estabilidade e tração, rodas de liga leve de 17 polegadas, direção eletro-hidráulica, ar-condicionado, travas, vidros e retrovisores elétricos, 4 airbags (frontais e laterais nos bancos dianteiros), alerta visual e sonoro de não-uso do cinto de segurança do motorista e do passageiro, cintos de 3 pontos e apoios de cabeça para todos, velocímetro digital e computador de bordo com 6 funções, banco traseiro com encosto bipartido, fixação ISOFIX para cadeirinhas infantis, travamento das portas a 7 km/h, ajuste de altura da coluna de direção, banco do motorista com ajuste de altura, volante revestido de couro sintético e luzes diurnas frontais e lanternas de LED.



O modelo mantém o motor 1.6 16 válvulas de 118 cavalos com gasolina e 120 cv com etanol a 5500 rpm, com torque de 16,2 kgfm com ambos os combustíveis a 4000 rpm. Segundo a Renault, esta versão acelera de 0 a 100 km/h em 13,1 segundos com etanol (14,5 s com gasolina) e alcança a velocidade máxima de 169 km/h com etanol (168 km/h com gasolina). O câmbio automático conta com modo sequencial de passagens de marcha pela própria alavanca e se destaca pela suavidade no uso cotidiano. No mais, as dimensões são as mesmas das outras versões, incluindo o porta-malas de 437 litros e o tanque de combustível com capacidade de 50 litros.

Além disso, carros financiados junto ao Banco Renault podem receber a pintura em dois tons - mas só existe um tom disponível para o modelo 2019, o branco sólido.

Comentários