Destaques do Auto REALIDADE

domingo, 20 de março de 2016

Os curiosos e superesportivos do Salão de Genebra


O Salão de Genebra habitualmente gera expectativas de grandes lançamentos no setor de superesportivos - e não é para menos, pois todos os anos são revelados ao público as novidades que os endinheirados europeus poderão adquirir, ou conceitos que apontam novas soluções de estilo e conjunto mecânico. O Apollo Arrow é a mais recente aposta da Gumpert, após a falência decretada no ano passado e subsequente "ressurreição" da marca, com investimentos estrangeiros. Prezando pela exclusividade, os planos são de produzir no máximo 100 unidades do novo projeto.


O Apollo Arrow conserva o powertrain do Gumpert Apollo, fornecido pela Audi - porém biturbinado e com outras modificações, o 4.2 V8 deverá render mais de 1000 cavalos. O novo modelo deverá acelerar de 0 a 100 km/h em cerca de 2,9 segundos e atingir velocidade máxima superior a 350 km/h.


Já o Pagani Huayra BC é uma evolução do superesportivo italiano que homenageia Benny Caiola, empresário morto em 2010 que não só incentivou o surgimento da empresa de Horacio Pagani, como também foi o primeiro comprador de um Zonda. Nem parece em um primeiro momento, mas com exceção do teto, todos os painéis da carroceria do BC foram reestilizados. O motor 7.3 AMG V12 gera 789 horsepower e o peso foi reduzido para 1200 quilos. Apenas 20 exemplares deverão ser produzidos.



O Spyker C8 Preliator (guerreiro em latim) evoca o espírito dos aviões de guerra - a montadora holandesa construiu os Fighters entre 1914 e 1918, quando ocorria a Primeira Guerra Mundial. O C8 Preliator, que terá apenas 5 unidades produzidas em Coventry (Reino Unido) no último trimestre do ano, conta com o motor 4.2 V8 da Audi com supercharger e 525 cavalos. Há duas opções de câmbio: manual Getrag e automático ZF, ambos de 6 marchas.

Entre os diferenciais, estão rodas de 19 polegadas "Turbofan" com pneus Michelin 235/35 na frente e 295/30 atrás, grade com aberturas similares às do conceito B6 Venator e nada menos que 16 opções de cor para a carroceria - o modelo destas imagens traz a tonalidade Satin Jet Grey.


Um carro autônomo, sem janelas... muitos fãs de automóveis não devem ver sentido no IED Shiwa - mas o conceito que lembra um origami (e não por acaso foi inicialmente desenvolvido pelo sul-coreano Youngjin Shim, em conjunto com estudantes do Instituto Europeu de Design em Turin, Itália) promete projetar informações para os passageiros, transmitir alertas do lado de fora, com seus LEDs orgânicos, e criar o efeito de realidade aumentada. Quatro motores elétricos impulsionam cada uma das rodas.


O Italdesign GTZero é um estudo de esportivo elétrico com dois motores elétricos impulsionando o eixo dianteiro, um adicional para o eixo traseiro, tração integral e 483 horsepower de potência. A autonomia é próxima dos 500 quilômetros. Detalhes de estilo como as rodas de 21 polegadas, o vidro traseiro hexagonal e as portas que se abrem para cima levando consigo parte do teto são tão futuristas quanto o interior, que aboliu os botões em prol de telas sensíveis ao toque.


O estúdio Pininfarina bolou o H2 Speed, movido a célula de hidrogênio, que fornece energia para dois motores elétricos. O conjunto fornecido pela companhia franco-suíça GreenGT rende o equivalente a 503 horsepower e leva o aerodinâmico conceito de 0 a 100 km/h em 3,4 segundos, com velocidade máxima de 300 km/h.



Todo ano a Rinspeed bola um protótipo muito interessante para ser apresentado no Salão de Genebra - e este ano o ∑tos surge como uma proposta de automóvel autônomo com base no BMW i8, trazendo painéis de carroceria exclusivos, câmeras no lugar dos retrovisores e até um drone para presentear alguém que você ama com uma rosa (!!!).


Dentro, chamam atenção as duas telas curvadas de 21,5 polegadas - só o console central do i8 original foi mantido. Volante? Ele existe, mas se dobra e recolhe quando o ∑tos está em modo autônomo (foto acima). A assistente eletrônica Cortana (desenvolvida em conjunto com a Microsoft) se encarrega de encontrar pontos de interesse, recalcular rotas de GPS e até encontrar músicas que o usuário poderá curtir, de acordo com o gênero musical e até o ritmo do som.

 

E a chinesa Techrules apresenta os superesportivos AT96 (acima), feito para as pistas, e GT96, que recebem o sobrenome TREV - Turbine-Recharge Electric Vehicle. As turbinas funcionam como extensoras de energia para os seis (!) motores elétricos - dois para as rodas dianteiras e os quatro restantes impulsionando as rodas de trás. 

No total, tanto AT96 quanto GT96 rendem o equivalente a 1044 horsepower: assim, ambos aceleram de 0 a 100 km/h em cerca de 2,5 segundos e alcançam 350 km/h. Apenas com energia elétrica, a autonomia é de 150 km; já com o tanque de 80 litros cheio, será possível rodar até 1930 quilômetros.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Na seção de comentários do Auto REALIDADE você está livre para escrever o que você achou da matéria.

Caso você queira fazer perguntas maiores, incluir fotos ou tirar dúvidas, envie e-mail para blogautorealidade@hotmail.com

Sua opinião é muito importante para o Auto REALIDADE! Estamos a disposição no Facebook (http://www.facebook.com/AutoREALIDADE), no Instagram (http://www.instagram.com/autorealidade e no Twitter (@AutoREALIDADE).

Curta a página do Auto REALIDADE!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...