Detalhes do Renault Captur 1.6 Life automático, para o público PCD

Shell revela nova V-Power, que promete bicos injetores 80% mais limpos no 1° tanque


A Shell apresenta simultaneamente para 26 países a sua nova gasolina V-Power. No Brasil, a Raízen, licenciada da marca Shell no país, é a responsável pelo lançamento. O combustível traz a tecnologia Dynaflex e é recomendado para todos os tipos de carro, incluindo automóveis mais recentes (com três cilindros, turbo e injeção direta de combustível), e SUVs, veículos mais pesados do que os carros de passeio dos quais se originam.


Embora tenha sido concebida com foco na nova geração de motores, a nova Shell V-Power também traz benefícios para os motores de carros mais antigos e também para motocicletas e barcos, dado seu poder de limpeza que extrai o melhor rendimento do motor, contribuindo para sua durabilidade. "A nova Shell V-Power será uma escolha inteligente e natural por parte dos consumidores que querem não só uma experiência mais gratificante ao volante, como também a proteção a um patrimônio tão valioso que é seu veículo", destaca André Brossel, diretor de Vendas da Raízen, licenciada da marca Shell no Brasil.

Mais de 170 técnicos e cientistas foram envolvidos no projeto em todo o mundo. Foram dezenas de milhares de horas de pesquisa e desenvolvimento ao longo de mais de cinco anos para obter esse nível de evolução tecnológica em combustível, tendo em mente um produto de grande utilidade no dia-a-dia dos consumidores. "Este é o mais importante marco no desenvolvimento de tecnologia em nossas formulações de combustíveis dos últimos 20 anos, que proporciona a nossa melhor gasolina Shell V-Power de todos os tempos", afirma Eduardo Wantuil, diretor de Marketing da Raízen.


A novidade para garantir mais performance e rendimento é a tecnologia Dynaflex, que reduz o atrito entre as peças do motor, como válvulas, anéis de pistões, bomba e bicos injetores de combustível, gerando maior limpeza e proteção para o propulsor. Há 40% mais moléculas de limpeza do que a geração anterior de gasolina aditivada da marca. Além disso, conta com um novo ingrediente de redução de atrito que permite às partes móveis trabalharem mais livremente. Nos carros com motores compactos, como os de três cilindros, e também nos SUVs e crossovers (mais pesados do que os carros convencionais), é ainda mais essencial eliminar os depósitos de sujeira de superfícies importantes nos motores, para evitar sensíveis perdas de performance.

Para esses propulsores com menos folgas entre os componentes, ou com menor relação peso-torque, a formação de películas que reduzem o atrito é vital para atenuar o desgaste prematuro dos componentes e para garantir o desempenho idealizado pelo fabricante. "Com o uso contínuo da nova Shell V-Power, o motor mantém por mais tempo as características originais de desempenho, rendimento e baixas emissões", explica Gilberto Pose, engenheiro de combustíveis da Raízen.


Todos esses benefícios foram comprovados cientificamente em testes de laboratório independentes. Já no primeiro abastecimento com a nova Shell V-Power, os bicos de injeção ficaram até 80% mais limpos. E os mesmos testes demonstraram que abastecer regularmente com o novo combustível limpa e mantém limpo o motor, contribuindo assim para menor necessidade de manutenções. Na prática, o consumidor que utiliza regularmente essa gasolina se beneficia imediatamente de uma melhor experiência ao dirigir. A longo prazo, reduz custos com a manutenção.

Com uma parceria de mais de 60 anos, a Shell também contou com a importante colaboração dos técnicos e pilotos da equipe Ferrari de Fórmula 1 no desenvolvimento da nova Shell V-Power. O uso da gasolina aditivada Shell V-Power Racing e o lubrificante Shell Helix Ultra levaram a uma melhora de eficiência de 23,3% nos carros da Ferrari, com ganho de 0,5 segundo por volta em testes realizados em pistas de Fórmula 1 na Europa, com pilotos profissionais. Esse conhecimento foi aplicado no desenvolvimento da nova Shell V-Power para os carros de rua.

Comentários