Destaques do Auto REALIDADE

quarta-feira, 27 de julho de 2016

Chevrolet lança Onix e Prisma 2017, reestilizados e com mais itens



Modelos mais vendidos da Chevrolet no Brasil, Onix e Prisma passam pela primeira reestilização desde que foram apresentados ao mercado brasileiro - respectivamente em outubro de 2012 e fevereiro de 2013. Foram mudanças estéticas, inclusão de equipamentos e adoção de melhorias mecânicas que visam conter o consumo de combustível.



A frente de Onix e Prisma está mais assemelhada a modelos recentes da Chevrolet, como a nova geração do Cruze. Os faróis foram parcialmente redesenhados, passando a fazer contato com a moldura superior da grade. O capô está mais comprido e ganhou vincos mais definidos, assim como o para-choque, com novos alojamentos para os faróis de neblina. Lateralmente, as rodas e calotas trazem novo desenho e foi incluída uma saia lateral.

Na traseira, mudam o formato das lanternas e dos para-choques, agora com molduras pretas, visando estilo mais esportivo. A tampa traseira passa a usar o selo "Eco", aplicado na Montana. Além das cores Branco Summit, Prata Switchblade e Cinza Graphite já existentes, foram incorporadas à linha 2017 o Vermelho Carmim e o Preto Ouro Negro, ambas metálicas.



Por dentro, vale destacar de cara a mudança dos painéis de porta, antes com apoios pouco ergonômicos, e agora mais assemelhados ao Cobalt, assim como no revestimento em tecido dos bancos, que contam com alto-relevo e espuma de nova densidade. O quadro de instrumentos digital passa a contar com bússola e indicador de troca de marcha. Os comandos de ar-condicionado, também como no Cobalt, trazem comandos mais intuitivos. Já o console central ganha aplique em preto brilhante, a tampa do porta-luvas vem com o logo "Chevrolet" assim como as lanternas) e o teto ganha um porta-óculos.


Todas as versões passam a contar com direção elétrica progressiva, prezando por maior maciez e poupando o fôlego do motor a combustão (compensando a inclinação da via em longos percursos e reduzindo as trepidações geradas pelo desbalanceamento das rodas), além do sistema OnStar - porém, em três níveis de assistência. Por meio de um aplicativo instalado no celular, o usuário pode conferir alguns parâmetros do veículo, como a quilometragem total percorrida e a pressão dos pneus. Também há a possibilidade de auxílio na recuperação veicular em caso de furto ou roubo. O veículo pode ser monitorado, e o motor, bloqueado remotamente pela Central de Atendimento, facilitando o trabalho da polícia. Este serviço é oferecido como cortesia por um ano.



O sistema multimídia MyLink evolui para a segunda geração, que passa a contar com novos botões físicos mais intuitivos e o espelhamento da tela de smartphones compatíveis com as tecnologias Android Auto e Apple CarPlay: desta forma é possível ditar e ouvir mensagens de texto, obter com as condições atualizadas de trânsito (em algumas regiões), fazer buscas de pontos de interesse e acessar aplicativos como WhatsApp, Spotify e TuneIn. A tela sensível ao toque mantém o tamanho de 7 polegadas; a entrada USB permite agora conectar - por meio de um hub externo - dois dispositivos USB e um iPod, enquanto até 20 celulares podem ser "cadastrados" no Bluetooth, sendo que somente um celular pode ser conectado de cada vez. Também são informados data, hora, temperatura externa e ajuste de parâmetros, como se o travamento das portas será automático ou qual período os faróis deverão permanecer acesos após o acionamento do alarme. O MyLink já está presente em mais da metade das unidades vendidas pela Chevrolet no Brasil.



Desde a versão de entrada LT 1.0 (a LS foi extinta), são itens de série: OnStar pacote Safe (Diagnóstico, App/Web e Segurança), ar-condicionado, travas elétricas, vidros dianteiros elétricos do tipo um toque, velocímetro digital com bússola e alerta de mudança de marcha, sistema de som com Bluetooth e entrada USB, chave tipo canivete com travamento das portas e fechamento dos vidros, faróis com máscara negra, banco do motorista e cintos de segurança dianteiros com regulagem de altura, porta-revista atrás do assento do carona, limpador e desembaçador traseiro, espelho nos para-sois, alarme, aviso sonoro do não-afivelamento do cinto de segurança, câmbio de seis marchas, rodas aro 14 com novas calotas, freios ABS com EBD (distribuição eletrônica de frenagem), airbag duplo faróis com funções "siga-me" e "leve-me" (ficam temporariamente acesos sem a chave no contato), alto-falantes nas quatro portas e capas dos retrovisores na cor da carroceria.


A versão LT traz como opcionais: acabamento interno em dois tons (preto e cinza), sistema multimídia MyLink, volante com comandos de som e telefone, luz de cortesia no porta-luvas, abertura do porta-malas por botão no painel, retrovisor interno com botões de acesso ao OnStar e o pacote Protect do OnStar (que conta com serviço de emergência e resposta automática em caso de acidente).


O Onix 1.4 mais em conta é o LT, que além dos itens já relatados, vem com coluna de direção com regulagem de altura, sensor de estacionamento traseiro com auxílio gráfico, OnStar com pacote Protect, adesivo preto da coluna B e rodas aro 15'' com novas calotas. Com câmbio automático, passa a contar com comandos do controlador de velocidade no volante, que por sua vez ganha revestimento mais requintado.


Já a versão LTZ traz vidros elétricos nas 4 portas com função um-toque, computador de bordo com cinco funções (consumo médio, velocidade média, autonomia, temperatura externa e cronômetro), faróis de neblina, retrovisores elétricos, detalhes cromados, rodas de alumínio de 15 polegadas, faróis com máscara cromada e luzes de guia em LED, tecidos dos bancos em alto-relevo, para-sois com espelho e cobertura, e o pacote Exclusive do OnStar, com serviços de concierge (consulta a uma central de atendimento) e rotas de navegação. Também é opcional o câmbio automático de 6 marchas, que inclui piloto automático e trocas sequenciais por botões na alavanca.



O Prisma não terá versões 1.0 - a versão mais em conta passa a ser a LT 1.4 manual, que vem com ar-condicionado, travas e vidros dianteiros elétricos (por um-toque), alarme, faróis com função "leve-me" e "siga-me", banco do motorista e cintos dianteiros com ajuste de altura, porta-revistas traseiro, chave tipo canivete, airbag duplo, freios ABS com EBD, sensor de ré, comandos de som no volante, porta-malas com luz de cortesia e abertura por comando remoto, direção austável em altura, adesivo preto na coluna B, OnStar pacote Protect, câmbio manual de 6 marchas, lanternas fumê, rodas de 15 polegadas com calotas e pneus verde 185/65, direção elétrica progressiva, indicador de troca de marchas, monitoramento da pressão dos pneus e detalhes internos cromados. A versão LTZ traz os mesmos itens do Onix, além de câmera de ré e acabamento interno em dois tons.

Com o mesmo entre-eixos (2,53 metros) e largura (1,705 m), o Prisma é pouco mais de 35 centímetros mais comprido que o Onix, com 4,28 metros de comprimento. O sedan tem porta-malas de 500 litros, ao passo que o Onix leva 280 L.


Os motores 1.0 e 1.4 de oito válvulas se mantêm na ativa, agora sob a insígnia "ECO", que visa reduzir o consumo de combustível em até 18%. As mudanças englobam motor, transmissão, suspensão, freio, aerodinâmica e uso de materiais mais nobres.O conjunto de pistões, bielas e anéis foi redesenhado e ficou mais leve, enquanto o tipo de óleo lubrificante (0W20) também sofreu alterações.



Também foram readequados: módulo eletrônico, sistemas de arrefecimento e de gerenciamento de cargas elétricas, gerenciamento de energia elétrica do veículo conta com monitoramento continuo da bateria e utilização otimizada do alternador, alternador, central de controle multivelocidades, ventilador (sem escovas), trocadores de calor e líquido de arrefecimento, presente em menor quantidade.


O câmbio manual passa a ter 6 marchas, visando reduzir o consumo de combustível e o nível de ruído em altas velocidades. Também foi inserido um alerta de mudança de marcha no quadro de instrumentos. Em média, o Onix ficou 32 quilos mais leve.



Ambas as motorizações receberam nota A de eficiência energética do Inmetro e o selo verde do Conpet: o Onix 1.4 ECO manual obteve 8,6 km/l na cidade com etanol e 10,2 km/l na estrada; com gasolina, as médias são de 12,5 km/l em percurso urbano e 14,9 km/l na estrada. Já o Prisma 1.4 ECO manual, roda com um litro de gasolina, 12,8 km/l na cidade e 15,4 km/l na estrada. Com etanol, os resultados são de 8,8 km/l e 10,7 km/l, respectivamente.


O modelo 1.4 rende 98/106 cavalos a 6000 rpm e torque de 13,0/13,9 kgfm a 4800 rpm (dados com gasolina e etanol, respectivamente). Com o combustível derivado da cana-de-açúcar, tanto hatch quanto sedã acelera de 0 a 100 km/h em 10,5 segundos e chega à velocidade máxima de 180 km/h, segundo a Chevrolet.


A suspensão também foi recalibrada, recebendo novos cubos de roda e barra estabilizadora, ficando 10 mm mais baixa. Onix e Prisma 2017 chegam às concessionárias da Chevrolet a partir do fim deste mês. A garantia é de três anos.

Tabela de preços

Onix
LT 1.0 - R$ 44.890
LT 1.0 com MyLink - R$ 46.290
LT 1.4 - R$ 49.590
LT 1.4 Automático - R$ 54.790
LTZ 1.4 - R$ 54.490
LTZ 1.4 Automático - R$ 59.790

Prisma 
LT 1.4 - R$ 53.690
LT 1.4 Automático - R$ 58.990
LTZ 1.4 - R$ 58.690
LTZ 1.4 Automático - R$ 64.690



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Na seção de comentários do Auto REALIDADE você está livre para escrever o que você achou da matéria.

Caso você queira fazer perguntas maiores, incluir fotos ou tirar dúvidas, envie e-mail para blogautorealidade@hotmail.com

Sua opinião é muito importante para o Auto REALIDADE! Estamos a disposição no Facebook (http://www.facebook.com/AutoREALIDADE), no Instagram (http://www.instagram.com/autorealidade e no Twitter (@AutoREALIDADE).

Curta a página do Auto REALIDADE!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...