Falha no modo Autopilot de Tesla Model S causa acidente fatal

Foto: Robert Van Kavelaar (Reuters)

A Tesla confirma o registro do primeiro acidente com vítima fatal envolvendo seu sedã elétrico Model S em modo semi-autônomo (Autopilot), atualmente em fase de testes. O sistema, incluído no "Tech Package", realiza a condução através de dados colhidos por câmera e radar, sendo capaz de detectar placas de trânsito, faixas nas vias, objetos e veículos. Parecia tão confiável que alguns vídeos na internet mostravam motoristas dormindo enquanto o carro guiava por si só. Mas a Tesla reconheceu "uma perda trágica" após o primeiro acidente fatal envolvendo diretamente o uso deste recurso.

Joshua chegou a gravar vídeos com o Tesla S guiando sem as mãos (Foto: Reprodução/YouTube)

A colisão ocorreu em Williston (Flórida) no último dia 7 de maio. O motorista, Joshua Brown, era familiarizado ao sistema Autopilot e estava assistindo a um DVD de Harry Potter instalado fora da concessionária, trafegando a uma velocidade considerada alta, e nem ele (nem o carro) perceberam a presença de um caminhão de grande porte que fazia uma conversão à esquerda na frente do Tesla, por conta da cor branca do trailer e do brilho intenso do Sol. A colisão destruiu o habitáculo, mas o carro continuou andando (!) até bater em um poste telefônico. Brown tinha 40 anos e era o único a bordo - a Tesla prestou condolências à família e mencionou o fato de confiar nas novas tecnologias utilizadas pela montadora.


Comentários

  1. trágico ! Ainda falta evoluir muito para um carro autônomo ultra seguro !

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Na seção de comentários do Auto REALIDADE você está livre para escrever o que você achou da matéria.

Caso você queira fazer perguntas maiores, incluir fotos ou tirar dúvidas, envie e-mail para blogautorealidade@hotmail.com

Sua opinião é muito importante para o Auto REALIDADE! Estamos a disposição no Facebook (http://www.facebook.com/AutoREALIDADE), no Instagram (http://www.instagram.com/autorealidade e no Twitter (@AutoREALIDADE).