Finalmente: os detalhes da Fiat Strada 2021 e suas versões


Não fosse a pandemia do novo coronavírus, a nova geração da Fiat Strada teria sido lançada no Brasil ainda no começo do mês de abril, na mesma época em que a marca relaxou o embargo em relação ao design da picape. Mas, com a fábrica de Betim (MG) esteve parada por conta dos temores de contaminações dos funcionários, a Fiat teve que postergar o lançamento da Strada 2021, uma vez que a produção só foi retomada no dia 12 de maio. Agora, a nova Strada é apresentada para todo o País ao mesmo tempo em que já está presente nos showrooms da maioria das concessionárias Fiat pelo Brasil.



Esta é a segunda geração da Strada desde seu lançamento, em 1998. Ao longo destes 22 anos de estrada (perdão pelo trocadilho), a picape recebeu cinco reestilizações (em 2001, 2004, 2008, 2012 e 2013) e inovou em diversos quesitos: foi a primeira da categoria a ter cabine estendida (1999), a ter versão aventureira (Adventure, em 2001), além do pioneirismo da cabine dupla para 4 passageiros (2009), bem como a cabine dupla com 3 portas (2013). Mesmo sem muitas novidades há algum tempo, a Strada bateu recorde de participação no segmento das picapinhas, com 58,2% de market share em 2019.


A Strada 2021 terá duas opções de carroceria: Cabine Plus e Cabine Dupla. A Plus é uma opção com mais espaço atrás dos bancos do que a antiga cabine simples: o volume passou de 49 litros para 151,2 litros. No entanto, ainda é um espaço menor do que o disponível na cabine estendida, que deixa de existir. Já a cabine dupla, que antes se varia de uma terceira porta do lado direito que abria em sentido contrário ao da porta da frente, agora passa a ter quatro portas convencionais e espaço para cinco passageiros, todos com seus respectivos apoios de cabeça e cintos de 3 pontos, como manda a lei a partir deste ano.


O visual da Strada ficou bem resolvido esteticamente, mesmo considerando que boa parte de sua estrutura até as portas dianteiras é muito similar ao Fiat Mobi. Os faróis possuem estilo inédito e a grade foi ampliada - aliás, é o primeiro produto da Fiat que adota o logotipo "por extenso" da marca sem o escudo de fundo vermelho também na frente, e não apenas na traseira. Outro detalhe curioso são as listras com as cores da Itália no canto direito da grade - o chamado "Fiat flag", que estará presente nos futuros modelos da marca. O para-choque dianteiro também é mais robusto, e nas versões mais completas possui faróis de neblina e aplique central prateado. Todo o estilo foi definido no estúdio FCA Design Center Latam, em Betim (MG).


Na versão Volcano, os faróis de LED vêm de série, com luzes de condução diurna incorporadas. O conjunto ótico produz 1.700 lúmens. Nas laterais, destaque para a linha de cintura ascendente e para as caixas de rodas de formato quadrado, que conferem mais robustez. Na traseira, a inspiração para as lanternas veio do Toro. A carroceria terá ao todo seis opções de cores:

Cores sólidas
  • Preto Vulcano (R$ 0)
  • Branco Banchisa (R$ 900)
  • Vermelho Monte Carlo (R$ 900)
Cores metálicas 
  • Prata Bari (R$ 2.300)
  • Cinza Silverstone (R$ 2.300)
Cor perolizada (apenas para a versão Volcano)
  • Branco Alaska (R$ 2.500)


A Strada é feita sobre a plataforma MPP, que mistura elementos de outros modelos da marca, e possui 10% a mais em rigidez torcional, graças à utilização de aços em estampagem a quente, e aços de alta e ultra alta resistência em 90% da base de seu monobloco. Em relação ao conjunto de suspensão, há novas molas, amortecedores e geometria, além de novas travessa de suspensão e barra estabilizadora na dianteira, bem como novo eixo traseiro.

Agora a Nova Strada tem maior altura do solo (de até 21,4 centímetros). Seu ângulo de entrada passa a ser de até 24º, enquanto o ângulo de saída é de até 28 graus. Outro destaque é o diâmetro de giro de 10,7 metros.


Com o novo posicionamento da suspensão traseira, o vão de carga na caçamba ficou maior, com 1,06 m entre as torres. O volume da caçamba é de 844 litros na cabine dupla e 1354 litros na Cabine Plus. A capacidade de carga é de 650 quilos na carroceria para cinco pessoas e 720 kg na versão para 2 passageiros. Ainda falando na caçamba, outra novidade é a tampa com peso de manuseio amortecido em 60% por um esquema de mola. Na caçamba há quatro ganchos inferiores e superiores para amarrar cargas. Com o travamento da tampa, fica bloqueado também o acesso ao estepe, que agora está localizado abaixo do assoalho da caçamba.


Em todas as versões, a Strada traz controle de estabilidade, assistente de partida em subidas e o controle de tração E-Locker (TC+). Em casos em que uma das rodas dianteiras patina, ao acionar a tecla TC+, é transferido mais torque para a roda com maior aderência. Esta função é desativada automaticamente a partir de 65 km/h. Este sistema também inclui o ABS Off-Road, que realiza travamentos intermitentes das rodas, para que os montes de terra que se acumulem ajudem a frear o veículo.


Na versão Endurance, foi mantido o antigo motor 1.4 Fire que equipava a Strada anterior. O rendimento é o mesmo: 88 cavalos a 5750 rpm com etanol e 85 cv com gasolina, na mesma rotação. Seu torque é de 12,4 kgfm com gasolina e 12,5 kgfm com etanol, ambos a 3500 rpm. Nesta versão, a assistência da direção é hidráulica.


A partir da versão Freedom, a Strada traz direção com assistência elétrica e motor 1.3 Firefly de quatro cilindros, com 109 cv de potência a 6250 rpm e 14,2 kgfm de torque (com etanol) e 101 cv a 6000 rpm e torque de 13,7 kgfm a 3500 rpm com gasolina.


Outra novidade é a nova central multimídia Uconnect. Com uma tela sensível ao toque de sete polegadas, é o primeiro carro nacional a trazer espelhamento de conteúdo de celular sem fio, através tanto do Apple CarPlay quanto do Android Auto. É possível parear até dois smartphones. O sistema não possui GPS nativo, sendo necessário parear com Waze ou Google Maps, mas traz streaming de áudio em MP3, comandos de voz, tela personalizável com exibição de funções do veículo e computador de bordo. Há duas entradas USB nas versões mais caras: uma à frente da alavanca de câmbio e outra perto do fim do console entre os bancos dianteiros.

As portas dianteiras se abrem em 70 graus e as traseiras (nas versões com cabine dupla) em 80º, e a cabine passa a ter 15 litros de espaço útil de porta-objetos. Segundo a Fiat, houve ainda o redimensionamento do sistema de ar-condicionado, para climatizar a cabine de maneira mais uniforme.


Em termos de segurança, ainda não contamos com os resultados dos ensaios do Latin NCAP, mas a Nova Strada foi sistematicamente testada no Safety Center da FCA Latam, em Betim (MG), sendo avaliada nos crash-tests convencionais, inclusive o de impacto lateral contra poste. Além dos quatro airbags de série nas versões de cabine dupla, a picape dispõe de cintos de segurança frontais com pré-tensionadores e limitadores de carga, bem como fixações ISOFIX e Top Tether para as cadeirinhas infantis. Houve inclusive uma atenção à proteção ao pedestre em caso de atropelamento. 


A versão Endurance Cabine Plus, a mais em conta da nova linha Strada, tem preço de R$ 63.590 e vem de série com airbag duplo, alerta do não-uso de cinto de segurança do motorista, apoio de pé esquerdo, apoios de cabeça com regulagem de altura, ar-condicionado, cintos de segurança com regulagem de altura, computador de bordo, console central com porta-objetos e porta-copos, conta-giros, controles eletrônicos de estabilidade e tração E-Locker; direção hidráulica, espelhos no para-sois, follow me home (faróis permanecem acesos segundos após o desligamento do veículo), freios ABS com EBD, ganchos para amarração de carga na caçamba, grade de proteção no vidro traseiro, assistente de partida em subidas, hodômetro total e parcial, indicador de troca de marchas, luz de iluminação da caçamba, luzes de posição diurnas, maçanetas, para-choques e capas dos retrovisores externos em plástico preto, moldura dos para-lamas, para-choque traseiro com estribos antiderrapantes, porta objetos nas portas, preparação para som, retrovisores com comando interno mecânico, rodas de aço na cor chumbo de 15 polegadas com pneus 195/65, tomada 12 Volts e volante com regulagem de altura.


Em relação aos opcionais, é possível optar por três pacotes de equipamentos:
  • Pack Worker (R$ 2.500): alarme, travas e vidros elétricos, brake-light, fechadura elétrica na caçamba, comando elétrico na portinhola do tanque do combustível e banco do motorista com ajuste de altura;
  • Pack Audio (R$ 1.500): rádio, alto-falantes, entrada USB frontal e volante com comandos de som;
  • Pack Teck/Multimedia (R$ 3.490): central multimídia Uconnect com tela de 7 polegadas, display digital de 3,5 polegadas no quadro de instrumentos, alto-falantes, duas entradas USB, controles de áudio no volante revestido parcialmente em couro, câmera de ré e sensor de estacionamento traseiro. 

Ainda estão disponíveis como opcional os seguintes itens avulsos: 
  • Protetor de cárter: R$ 200
  • Capota marítima: R$ 800
  • Calotas Endurance: R$ 150


A Endurance Cabine Dupla (R$ 74.990) tem os seguintes adicionais em relação à mesma versão com cabine simples: airbags laterais nos bancos dianteiros, alerta de não-uso do cinto de segurança para o passageiro, alça de teto para o passageiro, apoios de cabeça e cintos de segurança traseiros, fixações ISOFIX para cadeirinhas infantis e protetor de cárter. No mais, dispõe dos outros opcionais da versão Endurance Cabine Plus, pelos mesmos preços.


A versão Freedom Cabine Plus (R$ 69.490) conta de série com rádio com entrada USB e comandos no volante, vidros dianteiros elétricos, travas e retrovisores elétricos (com rebatimento para baixo do espelho direito), alarme, capota marítima, faróis de neblina, detalhes na cor da carroceria, direção elétrica, rodas de liga leve de 15 polegadas com pneus 195/65, quadro de instrumentos com tela de 3,5 polegadas, chave do tipo canivete com telecomando, ajuste de altura do banco do motorista, porta-luvas iluminado, sensor de pressão dos pneus e brake-light.


Na Strada Freedom Cabine Dupla (R$ 77.990) há apenas um pacote de opcionais, o Pack Teck, que por R$ 2.990 adiciona a central multimídia Uconnect com tela de 7 polegadas, alto-falantes, câmera de ré e sensor de estacionamento traseiro. No caso da Strada cabine simples, além desse pacote, é possível comprar o protetor de cárter por mais R$ 200.


A versão Volcano (R$ 79.990), que só existe com cabine dupla, possui uma opção de cor a mais para a carroceria: o Branco Alaska perolizado, por R$ 2.500. Seu único item opcional são as rodas de liga leve 16 polegadas com pneus 205/55, por R$ 2.500. Seus adicionais de fábrica são: bancos com revestimento mesclado entre couro e tecido, barras longitudinais de teto, central multimídia com câmera de ré, faróis em LED, segunda entrada USB no console entre os bancos, rodas de liga leve de 15 polegadas com pneus 205/60 ATR, santo-antônio, sensor de estacionamento traseiro, tapetes, vidros elétricos traseiros e volante revestido em couro. 


A Strada antiga continua a ser vendida na versão Hard Working com cabine simples, pelo preço de R$ 61.590 (2 mil reais a menos que a tabela anterior).


A nova Strada passa a ter garantia de 3 anos sem limite de quilometragem para pessoas físicas (ou 3 anos ou 100 mil quilômetros, o que ocorrer primeiro, para uso comercial). É possível comprar garantia adicional por mais 1 ou 2 anos, para o veículo inteiro ou apenas para motor e câmbio. Há ainda mais de 50 acessórios Mopar disponíveis (veja mais detalhes nesta matéria). Nas versões com motor 1.3, o valor das três primeiras revisões de R$ 1.284, enquanto para as versões com propulsor 1.4, o custo total é de R$ 1.336.


Comentários