Renault Sandero GT Line retorna ao Brasil com motor 1.0 ou 1.6


Depois de estrear na Argentina, o Renault Sandero GT Line agora retorna ao mercado brasileiro. Aqui, a versão de visual com apelo esportivo vai ser vendida com 1.0 SCe e câmbio manual ou 1.6 SCe com o câmbio automático CVT X-Tronic.


A versão GT Line faz parte da linhagem do Sandero desde 2010, e o modelo atual é baseado na versão intermediária Zen. Esteticamente, alguns dos elementos de estilo são semelhantes aos do Sandero R.S. 2.0. É o caso do aerofólio traseiro (que no GT Line é pintado na cor do carro), das lanternas com fundo preto e dos apliques em cinza nas capas dos retrovisores. Diferentemente do R.S., que manteve o para-choque dianteiro anterior, o GT Line tem o para-choque reestilizada, com faróis de neblina e molduras em plástico preto.


O GT Line 1.6 vem ainda com a elevação de 4 centímetros na altura da suspensão, que foi aplicada a toda a linha Sandero e Logan equipada com o câmbio automático CVT. Com isso, o hatch também recebe molduras nos para-lamas e na parte inferior das laterais. O para-choque traseiro possui um extrator de ar que até lembra o do R.S., mas não possui abertura para o escape.


Por dentro, o Sandero esportivado possui volante revestido em couro, soleiras "Renault Sport", revestimento de portas dianteiras similar ao do R.S. e bancos de tecido com bordados com o logotipo Renault Sport nos apoios de cabeça. Porém, estes bancos são opcionais na versão 1.0. No mais, o quadro de instrumentos e as saídas de ar possuem detalhes em azul.


O GT Line 1.0 manual traz todos os equipamentos da versão Zen, como sistema multimídia com tela touchscreen de 7 polegadas e espelhamento de tela de celulares através do Android Auto e Apple CarPlay; quatro airbags (frontais e laterais dianteiros), ar-condicionado, direção eletro-hidráulica, vidros e travas elétricas. Seus adicionais são: vidros elétricos nas portas traseiras e rodas de liga leve de 15 polegadas – opcionalmente é possível escolher as rodas de liga leve de 16 polegadas.


Já a versão 1.6 CVT tem os mesmos itens da versão Zen 1.6, além de vidros elétricos traseiros, retrovisores elétricos e as rodas de liga leve de 16 polegadas.


O preço do Sandero GT Line 1.0 é de R$ 57.390 – rodas de liga leve de 16 polegadas e bancos "Renault Sport" são opcionais que custam R$ 900. Já o preço da versão GT Line 1.6 é de R$ 73.290.




Comentários

  1. Interessante, melhorou bem o acabamento do carro. Mas... e os farois de LED , nao tem ? Ate quando o brasileiro vai aceitar essas lampadas amarelas do seculo passado nos carros, mesmo os "menos caros" ???

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Na seção de comentários do Auto REALIDADE você está livre para escrever o que você achou da matéria.

Caso você queira fazer perguntas maiores, incluir fotos ou tirar dúvidas, envie e-mail para blogautorealidade@hotmail.com

Sua opinião é muito importante para o Auto REALIDADE! Estamos a disposição no Facebook (http://www.facebook.com/AutoREALIDADE), no Instagram (http://www.instagram.com/autorealidade e no Twitter (@AutoREALIDADE).