Destaques do Auto REALIDADE

segunda-feira, 19 de setembro de 2016

Nova etapa do Latin NCAP avalia segurança do Chevrolet Spark


Em mais uma fase avaliativa promovida pelo Latin NCAP, a versão básica do Chevrolet Spark (GT ou Classic, a depender do mercado), fabricado na Índia e vendido em mercados como México e Colômbia, decepcionou com zero estrela tanto para ocupantes adultos (0 de 34 pontos possíveis) quanto para crianças em cadeirinhas (8,78 pontos de 49 possíveis).

A falta de airbags explicou o resultado ruim, ainda que a estrutura fora classificada como estável no teste de colisão de impacto frontal. A baixa pontuação quanto à proteção das crianças é explicada pelas altas leituras de pressão nos dummies durante a colisão e à falta de instruções adequadas para a instalação correta das cadeirinhas. Dado o resultado de 0 estrelas para todos os ocupantes, o crash-test lateral não chegou a ser feito.



Alejandro Furas, Secretário Geral do Latin NCAP, comentou:
“Esta é outra decepção da General Motors, especialmente em um modelo que tem o potencial de oferecer níveis de proteção elevados, quando sua versão básica equipada com seis airbags foi avaliada pelo Euro NCAP em 2009 e atingiu quatro estrelas. É inaceitável que o modelo Spark GT na versão europeia, que inclui airbags, seja oferecido por um valor similar ao da versão básica para América Latina, que não conta com airbags.

A respeito dos ocupantes infantis, o Latin NCAP surpreendeu-se com a General Motors, pois ela decidiu colocar o dummy de 18 meses no Sistema de Retenção Infantil instalado olhando para frente. A tendência global é manter os passageiros crianças olhando para trás seja como for. Em 2015, a Toyota colocou o dummy de três anos de idade olhando para trás nos testes do Latin NCAP com excelentes resultados. É uma pena que um fabricante mundial de automóveis como a General Motors não possa oferecer dispositivos de segurança bem conhecidos como os airbags como equipamento padrão. É difícil acreditar como continua este tipo de discriminação com os consumidores da América Latina e do Caribe, enquanto o Global NCAP e toda a comunidade da segurança viária exigem a democratização da segurança veicular".

María Fernanda Rodríguez, Presidente do Latin NCAP, disse:
"Mais uma vez estamos muito decepcionados com a General Motors. Como uma marca global que oferece bons níveis de segurança para outras regiões deve demonstrar que todos os consumidores, independentemente do local de residência, têm a mesma importância inclusive quando se trata de segurança. Esperamos que a General Motors acompanhe o rumo de outras marcas que realizaram avanços na democratização da segurança. A General Motors disse que seu objetivo é melhorar os níveis de segurança de seus veículos no futuro, porém a mudança tem que ser bem mais rápida, já que estamos muito preocupados pelo número de consumidores que hoje viajam em seus carros inseguros e que continuarão desse jeito nos próximos anos. As medidas de longo prazo não são suficientemente boas, os consumidores da América Latina precisam carros mais seguros agora".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Na seção de comentários do Auto REALIDADE você está livre para escrever o que você achou da matéria.

Caso você queira fazer perguntas maiores, incluir fotos ou tirar dúvidas, envie e-mail para blogautorealidade@hotmail.com

Sua opinião é muito importante para o Auto REALIDADE! Estamos a disposição no Facebook (http://www.facebook.com/AutoREALIDADE), no Instagram (http://www.instagram.com/autorealidade e no Twitter (@AutoREALIDADE).

Curta a página do Auto REALIDADE!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...