Nissan March e Versa 2019 estreiam novidades na central multimídia

Segundo utilitário da marca, Jaguar E-Pace chega quebrando recorde


Depois do F-Pace, é a vez do Jaguar E-Pace ser revelado ao mundo. A primeira aparição do SUV de cinco lugares foi feita para "causar": após passar por uma rampa, uma unidade dirigida pelo piloto Terry Grant deu uma volta longitudinal de 270 graus e aterrisou 15,3 metros à frente do início do salto, qualificando o feito para entrar no Guiness Book, livro dos recordes. Mas o E-Pace também aposta em um conjunto consistente de qualidades para conquistar público entre consumidores de modelos como Audi Q3, BMW X1 e Mercedes-Benz GLA.



O estilo do E-Pace é simpático, lembrando uma versão encolhida do F-Pace quando visto de lateral e traseira; já a frente possui mais personalidade, com os faróis em posição mais vertical. O novo Jaguar possui 4,39 metros de comprimento, distância entre-eixos de 2,68 metros, e a capacidade de porta-malas é grande para a categoria: 577 litros, com mais 93 litros disponíveis sob o forro do habitáculo (espaço que no Brasil deverá receber o estepe), expansíveis para 1234 litros com o rebatimento dos bancos traseiros, divididos na proporção 60:40.


O E-Pace terá 11 opções de cores externas: Caldera Red (apenas para a First Edition) e Fuji White (sólidas); Borasco Grey, Firenze Red, Caesium Blue, Yulong White, Indus Silver, Santorini Black e Corris Grey (metálicas), além das tonalidades premium Farallon Pearl Black e Silicon Silver. O teto pode ser pintado de preto ou receber o vidro panorâmico, fixo. Neste primeiro momento, o Jaguar terá opções de versão S, SE e HSE, além do pacote de estilo R-Dynamic.


O interior segue o padrão estabelecido pelos modelos mais recentes da Jaguar, com superfícies macias ao toque e mais tecnologia. Nas versões mais completas, o quadro de instrumentos é mostrado em uma tela de 12,3 polegadas, emulando instrumentos analógicos e interagindo com a central multimídia, que dependendo da versão pode ter tela sensível ao toque de até 10 polegadas. O ar-condicionado digital oferece duas saídas de ar para quem senta atrás - outra comodidade está nas três saídas de 5 Volts para carregar dispositivos.


O Jaguar E-Pace terá opções de motorização 2.0 Ingenium diesel de 150 cavalos (nos modelos com tração dianteira), 180 cavalos (tração nas quatro rodas) e ainda uma variante com 240 cavalos e 51,0 kgfm de torque, força que leva esta versão de 0 a 100 km/h em 7,4 segundos. Estarão disponíveis também os motores Ingenium a gasolina: um de 249 cavalos e 37,2 kgfm de torque (com aceleração de 0 a 100 km/h em 7 segundos cravados), outro com 300 cv e 40,8 kgfm, que chega a 100 km/h partindo do zero em 6,4 segundos.


Para atender à demanda europeia, o Jaguar E-Pace será produzido pela Magna Steyr na cidade de Graz (Áustria). No próximo ano, o modelo chega à China, produzido na fábrica de Changshu, concebida em parceria com a Chery. O E-Pace também deverá ser lançado no Brasil em 2018.



Comentários