Fiat Argo recebe pacote S-Design para as versões Drive 1.0 e 1.3 manual


A Fiat aguarda o início da próxima semana para revelar à imprensa especializada o Argo S-Design, mas os detalhes deste pacote já estão no site da marca. Para equipar o Argo Drive 1.0 com o pacote S-Design, o valor será de R$ 900; já o pacote para a versão Drive 1.3 manual, mais completo, custará R$ 2360. Em ambos os casos, o kit S-Design está vinculado à compra do sistema multimídia Uconnect com tela de 7 polegadas, por R$ 2990. 


O Argo S-Design 1.0 (R$ 57.480) virá com ar-condicionado automático e digital (pela primeira vez em um Argo 1.0), calotas exclusivas de 14 polegadas escurecidas, vidros elétricos traseiros com função um-toque e recurso anti-esmagamento, faróis de neblina, retrovisores externos elétricos com função tilt down ao engatar a ré e luzes de seta; forro de teto/colunas/alças/molduras das portas/para-sóis escurecidos, painel com detalhes escurecidos, capas dos retrovisores e spoiler traseiro em cinza-escuro, logotipos escurecidos e o emblema S-Design nos para-lamas dianteiros.


No Argo S-Design 1.3 (R$ 59 940), também são itens de fábrica o ar-condicionado digital (pela primeira vez em um Argo 1.3) e as rodas de liga leve de 15 polegadas acinzentadas, com pneus 185/60. 


Além disso, ganha todos os outros equipamentos mencionados acima, como vidros elétricos nas 4 portas com função um-toque e recurso anti-esmagamento; faróis de neblina, retrovisores elétricos com função Tilt Down e luzes de seta; interior e logotipos escurecidos, capas dos retrovisores e spoler traseiro com pintura escurecida e emblema S-Design nas laterais.


A Fiat aproveitou para acrescentar de volta ao Argo 1.0 (versão de entrada) as maçanetas e capas dos retrovisores na cor do veículo, bem como moldura do volante e console central com acabamento na cor prata. Na apresentação da linha 2020, todos estes itens chegaram a vir com plásticos pretos, e o "combo" para pintar todas estas peças saía por 200 reais adicionais. Agora, esta versão parte de R$ 49 590.

Comentários