Dicas para se proteger do novo coronavírus (COVID-19)


O COVID-19, mais conhecido como novo coronavírus, se tornou um problema de saúde pública que atravessou as fronteiras de diversos países e já possui diversos casos reportados no Brasil. O período de incubação do COVID-19 pode ser de 2 a 14 dias. Em casos menos graves, o coronavírus pode se manifestar através de febre (acima de 37,8° C), tosse seca e falta de ar. Pode causar também síndrome respiratória aguda grave e insuficiência renal, e inclusive levar à morte.


A ordem, agora, é cancelar eventos com grandes aglomerações de pessoas, evitando a disseminação do vírus. Algumas montadoras inclusive cancelaram os eventos de lançamento de seus carros: a Ford iria apresentar a Ranger Storm esta semana à imprensa em Porto Alegre, enquanto a Volkswagen revelaria aos jornalistas a Amarok V6 mais potente na Argentina e a Chevrolet lançaria o novo Tracker em São Paulo. Além disso, o encontro de carros antigos na Ponte Estaiada de Teresina, o Vem Pra PonThe, está suspenso por tempo indeterminado. Sem mais delongas, confira dicas de como se prevenir do COVID-19:

1. O Ministério da Saúde recomenda lavar bem as mãos (dedos, unhas, punho, palma e dorso) com água e sabão, pelo menos 20 segundos a cada vez, com maior frequência que o habitual. Lembre do uso do sabão (apenas água é insuficiente para a higienização) e a limpeza deve ser feita todas as vezes após tossir, espirrar, ir ao banheiro e mexer com animais.

2. Além do sabão, outro produto indicado para higienizar as mãos é o álcool gel (70% INPM, mais eficiente por agir em conjunto com 30% de água). Faça uso dele em ambientes com concentração de pessoas quando não for possível lavar as mãos com água e sabão.

3. Para a limpeza doméstica, recomenda-se a utilização dos produtos usuais, dando preferência para o uso da água sanitária (em uma solução de uma parte de água sanitária para 9 partes de água) para desinfetar superfícies. Certifique-se de que os ambientes estejam arejados, com janelas e portas abertas.

4. Utilizar lenço descartável para higiene nasal é outra medida de prevenção importante. Deve-se cobrir o nariz e a boca com um lenço de papel quando espirrar ou tossir e jogá-lo no lixo. Quando não houver lenço, o recomendado é tossir/espirrar no braço. Também é necessário evitar tocar olhos, nariz e boca sem que as mãos estejam limpas.

5. Beba água com frequência, porém evite os bebedouros, que podem se tornar fonte de disseminação do vírus. Na dúvida, leve sua própria garrafa d'água.

6. Além disso, as máscaras faciais descartáveis devem ser utilizadas por profissionais da saúde, cuidadores de idosos, mães que estão amamentando e pessoas doentes, que são os grupos que mais precisam da proteção. As máscaras perdem a efetividade com aproximadamente duas horas de uso.

7. Para quem é motorista de aplicativo ou taxista, a recomendação é que o motorista use máscara. Também é aconselhável limpar superfícies e componentes de contato do veículo com álcool 70°, como volante, maçanetas, alavancas e botões, e reforçar a higienização caso algum passageiro apresente sintoma como tosse durante o trajeto.

8. Evite frequentar espaços públicos fechados e com grandes aglomerações de pessoas, bem como o compartilhamento de objetos e o contato físico com outras pessoas. Lembre-se de que existe a possibilidade da pessoa infectada com o coronavírus estar assintomática. Deixe o cumprimento com beijos e abraços para depois que a pandemia passar: o contágio pode ocorrer através da saliva, tosse e espirros.

Comentários