VW Gol muda pouco em sua linha 2016


Distante das primeiras posições entre os automóveis mais vendidos em 2015, a Volkswagen mexe pouco no Gol em sua linha 2016. Todas as versões ganham "retrorrefletores", que nada mais são que os "olhos-de-gato" no para-choque de trás. As versões Comfortline e Highline passam a ter novos detalhes cromados.


Acima da versão Special (a partir de R$ 30 230), a Trendline é oferecida com motor 1.0 de 76 cavalos (R$ 35 680) ou 1.6 8v de 104 cv, por R$ 42 340 (potências com etanol). A lista de itens significativos de série é magra e se resume a vidros dianteiros elétricos, alerta sonoro de faróis acesos, airbags, freios ABS com EBD, preparação para som, antena, desembaçador, limpador e lavador do vidro traseiro (os quatro últimos itens são opcionais no Special).


O Gol Comfortline (apenas na carroceria de quatro portas; modelo das imagens) conta com rodas de aço aro 15'' com calotas "Kalahari" e pneus 195/55; faróis e lanterna de neblina, grade na cor preto brilhante com filete cromado e itens como direção hidráulica, Rádio/CD Player com Bluetooth e entradas para cartão SD, USB e auxiliar; computador de bordo I-System, ar quente, destravamento elétrico da tampa do porta-malas; retrovisores, maçanetas e frisos laterais pintados na cor do carro, luzes de seta nos retrovisores externos, coluna “B” com acabamento preto, faróis de dupla parábola com máscara negra, para-sois iluminados, alças de teto e apoios de cabeça para os cinco ocupantes. Além das opções de motor 1.0 (r$ 41 950) ou 1.6 (R$ 46 450, ambos oito válvulas), esta versão pode ser equipada com o câmbio automatizado I-Motion de cinco marchas (R$ 49 680).


A versão Highline, vendida somente com o motor 1.6 8v de 104 cavalos ao preço de R$ 53 510, possui frisos cromados nos faróis, no aro da alavanca de câmbio, nas molduras das saídas de ar, nos botões de ventilação e maçanetas internas. As rodas são de liga leve aro 15'' “Gobi”, com pneus 195/55, e esta versão vem de série com ar-condicionado, 4 vidros elétricos, alarme, ajuste elétrico dos retrovisores, volante com controles do sistema de som e de telefone revestido em couro, regulagem de altura e distância do volante, sensor traseiro de estacionamento e sobretapetes com pinos de fixação no assoalho do lado do motorista. Como opcionais, revestimento dos bancos em couro sintético “Native” e o "kit Tecnologia”, que inclui sensores de chuva e de luminosidade, controlador de velocidade de cruzeiro, funcionalidade coming/leaving home dos faróis e rodas aro 16'' “Torino”, com pneus 195/50, alem do câmbio I-Motion (R$ 56 850).


O "aventureiro acessível" Track parte de R$ 40 710, sendo oferecido exclusivamente com quatro portas e altura em relação ao solo 2,3 centímetros maior. Com motor 1.0 TEC e câmbio manual, esta versão traz os mesmo itens do Trendline, além de  direção hidráulica, abertura elétrica do porta-malas, faróis e lanterna de neblina, três apoios de cabeça no banco traseiro, lanternas escurecidas e rodas de aço de 14 polegadas com calotas “Uyuni” e pneus 175/70 R14.


O motor 1.6 16v de 110/120 cavalos segue sendo exclusividade da versão Rallye e Track, com suspensão 28 mm elevada, câmbio manual (R$ 56 710) ou automatizado I-Motion (R$ 60 030) e conta com molduras das caixas de rodas, faróis auxiliares de dupla função (neblina e longo alcance), rodas de liga leve aro 16'' “Pikes” e pneus 195/50 R16. Com pintura amarela ou laranja, revestimento "Native" e Kit Tecnologia (com piloto automático, espelho interno eletrocrômico, temporizador do limpador, coming/leaving home e sensores de chuva e crepuscular), seu preço chega a surreais R$ 63 500.

Comentários

Postar um comentário

Na seção de comentários do Auto REALIDADE você está livre para escrever o que você achou da matéria.

Caso você queira fazer perguntas maiores, incluir fotos ou tirar dúvidas, envie e-mail para blogautorealidade@hotmail.com

Sua opinião é muito importante para o Auto REALIDADE! Estamos a disposição no Facebook (http://www.facebook.com/AutoREALIDADE), no Instagram (http://www.instagram.com/autorealidade e no Twitter (@AutoREALIDADE).