VW CrossFox Urban White: o urbano que virou aventureiro está mais... urbano


Ao longo do tempo, os carros vão se moldando aos gostos e necessidades dos consumidores, gerando curiosas adaptações de mercado. Lá em 2005, a crescente demanda por modelos de estilo aventureiro (que explodiu com o EcoSport) fez a Volkswagen materializar o CrossFox, até então um carro-conceito, para produção regular. O modelo trazia um visual mais abrutalhado: enquanto todo Fox saía com pintura nos para-choques de fábrica, o Cross tinha estas peças em plástico preto. Mas estamos em 2016 (quase 2017), e os utilitários que estão bombando no mercado (HR-V, Kicks, Renegade...) lançaram mão de visuais citadinos sim, mas com robustez. 

Portanto, nada mais justo que a VW lançar agora a versão Urban White do CrossFox no Salão do Automóvel de São Paulo - uma forma de rivalizar diretamente com o Honda WR-V, também baseado num compacto (o Fit) e que, adivinhe só, também faz sua estreia no Salão de SP.


Como dá a entender seu próprio nome, o CrossFox Urban White será vendido unicamente na cor Branco Puro - uma tonalidade sólida não oferecida em outros Fox, reservada atualmente à linha Golf. Outros diferenciais externos são os detalhes na cor preta (retrovisores, barras de teto e, opcionalmente, o próprio teto), que formam contraste com detalhes que normalmente são prateados nas outras versões, mas que nesta série também são pintados de branco (moldura do para-choque e suporte traseiro do estepe). As rodas de 16 polegadas estrearam este estilo na linha 2017 do modelo e são calçadas com pneus 195/50.


Internamente, o Urban White traz revestimentos em couro sintético Native com insertos que lembram fibra de carbono, além de forro de teto e das colunas em tom escurecido. Volante, alavanca de freio de mão e manopla do câmbio manual também são revestidos de couro.

A lista de itens de série do CrossFox Urban White abrange o sistema multimídia Composition Touch com tela touchscreen de 5 polegadas, espelhamento de tela de celulares Android pelo MirrorLink, rádio, CD/MP3 Player, Bluetooth, entradas USB, auxiliar e para cartão SD; controle eletrônico de estabilidade com função off-road (que trava momentaneamente as rodas em pisos de terra para auxiliar na frenagem), assistência de partida em ladeiras, ar-condicionado, direção elétrica e bloqueio eletrônico do diferencial.

Como as outras versões do CrossFox, o Urban White utiliza o motor 1.6 MSI Total Flex de 16 válvulas, de 110/120 cavalos a 5750 rpm e torque de 15,8/16,8 kgfm a 4000 rpm (com gasolina e etanol, nesta ordem). Trazendo câmbio manual de seis marchas, o CrossFox acelera de 0 a 100 km/h em 10,2 segundos com etanol (10,7 s com gasolina) e atinge velocidade máxima de 180 km/h (177 km/h com gasolina). Já com o câmbio automatizado I-Motion, o modelo aventureiro acelera de 0 a 100 km/h em 10,7 segundos (11,2 s com gasolina) e atinge velocidade máxima de 179 km/h (175 com gasolina).

Comentários