Ferrari exibe a 488 Spider, sem capota



Era questão de tempo para a Ferrari 488 GTB, apresentada no início de 2015, ganhar sua versão conversível - a Spider. Estruturalmente baseada na 458 sem capota, a nova 488 mantém o teto rígido eletricamente acionado em apenas 14 segundos - mas ainda não foi desta vez que foi possível deixar o motor à mostra como na equivalente cupê (o concorrente McLaren 650S conseguiu unir capota retrátil e parte da tampa do motor transparente).


A nova Ferrari adota o recém-apresentado motor 3.9 V8 Turbo de 670 cavalos (100 cv a mais que a 458 Spider) e 77,5 kgfm de torque a partir de 3000 rpm. Auxiliada pela carroceria com 23% mais rigidez torcional e menos peso, a 488 Spider acelera de 0 a 100 km/h em 3 segundos cravados e chega a 200 km/h partindo da imobilidade em 8,7 s.


Com alterações prioritariamente aerodinâmicas sobre a carroceria desenhada no estúdio Pininfarina, a 488 Spider responde em direção em cerca de 9% menos tempo que a 458 - e o "turbo lag", típica letargia na pressão sobre o acelerador existente em alguns carros turbinados, foi reduzido ao ponto de, na Ferrari, o acelerador responder em apenas 0,8 segundo.


Comentários

Postar um comentário

Na seção de comentários do Auto REALIDADE você está livre para escrever o que você achou da matéria.

Caso você queira fazer perguntas maiores, incluir fotos ou tirar dúvidas, envie e-mail para blogautorealidade@hotmail.com

Sua opinião é muito importante para o Auto REALIDADE! Estamos a disposição no Facebook (http://www.facebook.com/AutoREALIDADE), no Instagram (http://www.instagram.com/autorealidade e no Twitter (@AutoREALIDADE).