Os detalhes do novo Audi Q3 1.4 TFSI Attraction


Seguindo a atualização promovida na Europa, o Audi Q3 chega reestilizado ao Brasil - e apesar de sua produção nacional com motor Flex incluso iniciar apenas em 2016, o crossover agora conta com motor 1.4 TFSI, que deixa seu preço mais atraente (inferior ao que valia quando começou a ser comercializado por aqui, há três anos). A versão que abordamos nesta postagem é a Attraction, modelo de entrada na faixa de preço de R$ 130 mil, rivalizando com as versões mais baratas do BMW X1 e do Mercedes-Benz GLA (que até o próximo ano também deverão ser fabricados no Brasil), e até mesmo com seu meio-irmão Volkswagen Tiguan, com o qual compartilha a plataforma PQ35.




Externamente, as modificações no Audi produzido em Martorell (Espanha) foram discretas, mas os observadores saberão identificar o que mudou. A mudança que mais chama a atenção é a moldura da nova grade (prateada nas versões de entrada e cromada nos modelos mais caros) e os para-choques foram levemente redesenhados (o dianteiro possui novas molduras laterais, e o traseiro acomoda lanternas inferiores maiores).

Faróis de xenônio e lanternas superiores possuem novo desenho interno, com luzes de posição de LEDs. Há ainda novos estilos de rodas aro 18'', porém o modelo de entrada do showroom conserva as rodas aro 17'' do modelo 2014, com pneus 235/55. O Q3 Attraction manteve as dimensões: 4,39 metros de comprimento, 1,83 m de largura, 1,59 metro de altura e 2,60 metros de distância entre-eixos.


O painel permanece o mesmo do Attraction anterior (ao lado), com bom acabamento e comandos intuitivos. O quadro de instrumentos abriga uma tela (monocromática) com as funções do computador de bordo, como velocidade digital, autonomia, temperatura externa, data/hora, consumo e estações de rádio, comandados pelo volante (que possui ajuste de altura e profundidade). Seu espaço interno é suficiente para quatro adultos e uma criança, com boa área para cabeça e pernas.


O sistema multimídia MMI com tela colorida de 6,5 polegadas (que pode ser escondida manualmente) conta com as funções de som, telefone, e configurações do carro. Há comandos de voz, CD/MP3 Player, conexão AUX-In e Bluetooth, além de entrada para cartão SD. O GPS é opcional.


De série, o Q3 1.4 Attraction traz ar-condicionado manual, direção elétrica (as versões 2.0 dispõem de direção eletro-hidráulica), regulagem elétrica do banco do motorista, tomadas 12 Volts no console frontal e abaixo do porta-trecos central traseiro, sensor de estacionamento traseiro, vidros e retrovisores elétricos, luzes de neblina (apenas traseiras), pára-brisa degradê, faróis com ajuste automático de altura e lavadores, bancos de couro sintético (pretos ou bege-pistache), ajuste de altura do banco do passageiro da frente, cintos de segurança de três pontos e apoios de cabeça para todos com sensor de afivelamento, apoio de braço dianteiro com porta-objetos, sistema de fixação ISOFIX para as laterais do banco traseiro, quatro luzes centrais de LED, porta-copos dianteiros iluminados, alavanca de câmbio revestida em couro, teto moldado em tecido "prata-lua", sensor de luminosidade e de chuva, tapetes dianteiros e traseiros e volante revestido de couro com shift-paddles para trocas sequenciais de marcha.
Em termos de segurança, o Q3 vem equipado com airbags frontais "fullsize", laterais dianteiros e de cortina, alarme perimétrico, assistente de partida em aclives, travamento central pela chave-canivete, freio de estacionamento eletromecânico acionado por botão, controle de estabilidade (ESP), protetor do cárter e freios a disco (ventilados na frente) com ABS com EBD e BAS. Nos testes de colisão do Latin NCAP, obteve cinco estrelas.


O pequeno motor 1.4 TFSI (Turbo Fuel Stratified Injection), debaixo do capô com manta de isolamento e amortecedores, rende no Q3 150 cavalos entre 5000 e 6000 rpm, ante 122 cv na linha A1 e A3, e 140 cv no Golf VII. Já o torque é de 25,49 kgfm  entre 1500 e 3500 rpm. A tração é dianteira, e o câmbio, automático S tronic de seis marchas.

Há ainda o sistema Start-Stop, que desliga o motor quando o carro fica parado por alguns segundos e volta a ligá-lo quando o motorista tira o pé do freio, para economia de gasolina - com isso, o modelo conseguiu as médias de consumo de 10,7 km/l na cidade e 12,5 km/l na estrada. Seu tanque comporta 64 litros de combustível.

Em termos de desempenho, o Q3 também não decepciona, por ser significativamente mais leve que o modelo quattro completo (1405 quilos, mais de 200 kg a menos): acelera de 0 a 100 km/h em 8,9 segundos e atinge velocidade máxima de 204 km/h.

A versão Ambiente 1.4 TFSI (nestas imagens), que custa R$ 144 190, distingue-se por trazer teto solar panorâmico elétrico "Open Sky", retrovisores externos rebatíveis e aquecíveis, pneus de perfil ligeiramente mais baixo (235/50), racks de teto prateados, retrovisor interno antiofuscante, ajuste elétrico dos bancos dianteiros (inclusive lombar), ar-condicionado automático, pacote de focos de luzes internas, controlador da velocidade de cruzeiro, abertura e fechamento elétricos do porta-malas, além de rodas aro 18''.




Seu porta-malas de abertura manual tem a boa capacidade de 460 litros, com iluminação do lado direito e cobertura retrátil do bagagito. Seu estepe, mais fino, é do tipo temporário. Rebatendo-se o encosto do banco de trás, a capacidade é ampliada para 1365 litros.



Com garantia de 2 anos e custando a partir de R$ 127 190, o Q3 Attraction tem oito opções de cores: Azul Utopia, Branco Glaciar, Cinza Monção, Marrom Tundra, Prata Florete, Preto Mito (metálicas), Vermelho Misano (perolizada) e o Branco Cortina sólido do modelo das imagens. Como opcional, a versão Attraction dispõe do sistema MMI plus que inclui o sistema de navegação. Para ver detalhes sobre as outras versões do Audi Q3, clique aqui.




Curiosidade: As primeiras unidades do Q3 reestilizado chegando a Teresina (PI), no dia 15 de junho



Comentários