Detalhes do Renault Captur 1.6 Life automático, para o público PCD

Hyundai Ioniq: ataque sul-coreano ao Toyota Prius


Por alguns anos, a Hyundai desenvolveu versões híbridas de carros convencionais de produção, como  o Sonata, e desenvolvendo carros-conceito com energias limpas. Agora, ela cria um rival para fazer uma marcação carro-a-carro com o híbrido mais famoso do mundo, o Toyota Prius. O IONIQ (assim mesmo, todo grafado em maiúsculo) começa abrindo vantagem ao ter, desde o lançamento, versões híbrida "convencional", híbrida com carregamento das baterias na tomada e elétrica. Além disso, enquanto a quarta geração do Prius (foto ao lado) parece um rejeito da Usina de Fukushima, o IONIQ tem visual mais agradável e, ainda assim, distanciado de outros Hyundai. Lembra a segunda geração do Honda Insight, que saiu de linha em 2014. Com este estilo, o coeficiente aerodinâmico (Cx) é de 0,24, exatamente o mesmo do novo Prius.


O IONIQ traz motor 1.6 GDI Kappa de quatro cilindros a gasolina, aliado a um motor elétrico alimentado por uma bateria de íon-lítio que fornece 32 kW (o que equivale a 44 cavalos), entrega mais torque que o motor a combustão (!) e é capaz de levá-lo a até 120 km/h. Ao todo, são 141 cavalos e 27 kgfm de torque. A eficiência termal do conjunto chega a 40% - atualmente, esta taxa varia entre 25 e 30%. O câmbio possui dupla embreagem e seis marchas.


Por dentro, o IONIQ não chega a ser estranho: o interior lembra o Tucson (a terceira geração lançada em 2015, não o vetusto utilitário brasileiro). Traz tela de 7 polegadas sensível ao toque com resolução de 1280 x 720 pixels, interatividade com smartphones através do espelhamento de conteúdo no Android Auto e Apple CarPlay, carregador de bateria sem fio, materiais de acabamento reciclados ou com composição amigável ao meio ambiente, ar-condicionado digital de duas zonas (que pode funcionar só para o motorista, reduzindo o trabalho do compressor de ar e fazendo com que funcione de forma mais eficiente), frenagem automática de emergência (através de radar e câmera), assistentes de mudança e manutenção de faixa de rodagem, monitor de veículos em pontos cegos e monitoramento da pressão dos pneus.




Comentários