Destaques do Auto REALIDADE

quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

Porsche apresenta 718 Boxster, com visual novo e mais potência


Nunca é fácil se acostumar a um carro por anos a fio e a montadora decidir mudar o nome pelo qual atendia. O Porsche Boxster, que foi apresentado no Salão de Paris de 1996 como roadster de série, agora atende por 718 Boxster. Por qual motivo? Bom, para responder, é preciso voltar ao ano de 1957, quando chegava às pistas de corrida o pequeno esportivo 718, leve (apenas 570 quilos), mas com um motor 1.5 quatro-cilindros de 152 horsepower. Chegou a vencer as 12 Horas de Sebring e conquistou três títulos na competição Targa Florio. Depois chegou o modelo W-RS (foto ao lado, da Wikipedia), com o mesmo motor 2.0 oito-cilindros refrigerado a ar que equipava o Porsche 804 de Fórmula 1, rendendo 240 horsepower. 


A motorização quatro-cilindros foi mal-vista entre os Porsche na época do 914, comercializado em conjunto com a Volkswagen. Mas na época do 718, os resultados eram muito animadores, daí a (merecida) homenagem. 

O Boxster, que sempre adotou motorizações de seis cilindros, passa a trazer um 2.0 de quatro-cilindros em linha, turbinado, com 300 horsepower, 38,7 kgfm de torque entre 1950 - 4500 rpm e economia de combustível de aproximados 13%, aliado ao câmbio manual de 6 marchas. Já a versão 718 S (laranja nestas imagens) agora traz motor 2.5 de 350 HP, um ganho de 35 horsepower, e torque de 42,8 kgfm, também de 1950 a 4500 rpm. 


Visualmente, assim como ocorreu com o Mercedes-Benz SLK em sua transição para SLC, o Boxster passou por alterações estilísticas no intuito de assumir uma identidade diferenciada. O face-lift, que ocorre quatro anos após o lançamento desta geração 981, abrange faróis de bi-xenônio com quatro pontos de LEDs de iluminação diurna como opcional, para-choques, lanternas (agora descoloridas, também com quatro pontos de iluminação), rodas (aro 19'' no modelo S, com opção de rodas aro 20'') e entradas de ar laterais.


O 718 Boxster com câmbio PDK (agora com marchas virtuais que visam poupar combustível) e Sport Chrono Package acelera de 0 a 100 km/h em 4,7 segundos (ganho significativo de 8 décimos de segundo sobre o modelo anterior) e chega a 275 km/h, enquanto a versão S acelera de 0 a 100 km/h em 4,2 segundos (0,6 s mais ágil que o Boxster S) e atinge a velocidade máxima de 285 km/h.


Internamente, o destaque é a central multimídia PCM (Porsche Communication Management) de série, com tela sensível ao toque, som de 110 Watts e, como opcional, o módulo Connect Plus, que adiciona GPS e serviços online variados. A direção eletromecânica está 10% mais direta. O sistema PASM (Porsche Active Suspension Management) pode rebaixar a altura de rodagem em até 10 milímetros, e como opcional para o 718 Boxster S, em até 20 milímetros.


Com aparição marcada para o Salão de Genebra, o Porsche 718 Boxster começa a ser comercializado na Europa a partir de abril. O modelo standard será comercializado por 53.646 euros, enquanto a versão S partirá de 66.141 euros, incluindo frete.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Na seção de comentários do Auto REALIDADE você está livre para escrever o que você achou da matéria.

Caso você queira fazer perguntas maiores, incluir fotos ou tirar dúvidas, envie e-mail para blogautorealidade@hotmail.com

Sua opinião é muito importante para o Auto REALIDADE! Estamos a disposição no Facebook (http://www.facebook.com/AutoREALIDADE), no Instagram (http://www.instagram.com/autorealidade e no Twitter (@AutoREALIDADE).

Curta a página do Auto REALIDADE!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...