O charme do novo Audi TT Roadster


Após a terceira geração do Audi TT Coupé chegar ao Brasil, as concessionárias passa a receber o Roadster, importado na versão única Ambition e que traz como diferencial primordial a capota em tecido, acionada eletricamente por um comando no console central. A abertura ou fechamento do teto é bastante ágil (10 segundos) e pode ser feita com o carro em movimento, a até 50 km/h.

Com linhas harmoniosas, sobressaem-se no conversível os faróis de LED com regulagem automática de altura, as rodas aro 19'' com pneus 245/35, o aerofólio traseiro eletricamente retrátil a 120 km/h, as luzes de freio que se unem e as duas saídas de escape separadas. Mesmo com detalhes inovadores, as laterais do TT representam uma evolução contínua em relação à primeira geração (que começou a ser vendida por aqui no ano 2000) e à segunda geração (de 2007).


Por dentro, um dos principais destaques do arrojado painel é o Virtual Cockpit, tela de 12,3 polegadas com resolução de 1440 x 540 pixels, que assume as funções de quadro de instrumentos e monitor do sistema multimídia MMI. Por meio dele é possível operar o seletor de modos de condução Audi drive select (com os modos efficiency, individual, dynamic, auto e comfort), ver os mapas de GPS com pontos de interesse, escutar músicas salvas no HD de 10 GigaBytes, além de inserir dispositivos no Audi media interface, dois dispositivos USB (no porta-objeto de tampa corrediça à frente do câmbio), DVDs, e dois cartões de memória SD (no porta-luvas).


Nesta versão, o ar-condicionado conta com visores integrados às saídas de ar. A primeira saída regula a intensidade do vento, enquanto a segunda regula a temperatura (entre 16 e 28 graus Celsius, com graduação de meio em meio grau), e a terceira saída ajusta a direção do ar.


Os bancos possuem revestimento em combinação de couro e Alcantara, ambos com regulagens elétricas, inclusive lombar. Em relação ao Roadster anterior, os assentos estão em posição ligeiramente mais baixa e 5 quilos mais leves. Entre eles há o apoio de braço e o acesso ao porta-malas. Acima dos bancos estão os arcos de proteção.


O TT também traz direção eletromecânica progressiva, sensor de chuva, acendimento automático dos faróis, botão de partida, chave-canivete com botão de abertura do porta-malas, controlador de velocidade de cruzeiro, pedaleiras em alumínio, volante de base achatada revestido em couro e Start-Stop, que reduz o consumo de combustível ao desligar o motor em paradas, religando assim que se tira o pé do freio.


No que se refere à segurança, o TT Roadster traz airbags frontais e laterais, controle eletrônico de estabilidade, assistente de luz alta e limpador dos faróis, auxiliar de partida em aclives, espelho interno antiofuscante, alarme, freio de estacionamento elétrico, cintos de segurança com sensor de afivelamento, sensor de estacionamento traseiro e freios a disco nas quatro rodas.


Debaixo do capô está o motor 2.0 Turbo FSI, com injeção direta e indireta de combustível trabalhando juntas, que desenvolve 230 cv de potência e torque de 37,7 kgfm entre 1600 e 4300 rotações por minuto, aliado ao câmbio S tronic de dupla embreagem com seis marchas, com shift paddles junto ao volante para trocas manuais. Com este conjunto, além do peso reduzido de 1350 quilos, o TT tem desempenho próximo ao da versão cupê: acelera de 0 a 100 km/h em 5,9 segundos e alcança a velocidade máxima de 250 km/h, limitada eletronicamente.


As medidas de sua carroceria são exatamente as mesmas do TT Coupé com a capota fechada: 4,18 metros de comprimento, 1,83 m de largura, 1,35 metro de altura e distância entre-eixos de 2,50 metros.


O porta-malas conta com alças pantográficas e capacidade de 280 litros, incorporando um estepe temporário de dimensões 125/70.


Até na tampa do tanque de combustível nota-se atenção aos detalhes. Falando nele, sua capacidade é de 50 litros.


São ao todo dez opções de cores para a carroceria: Amarelo Vegas, Azul Scuba, Branco Geleira, Branco Íbis (sem custo adicional), Cinza Monção, Cinza Nano, Prata Florete, Preto Brilhante, Preto Mito e a Vermelho Tango das imagens. Teto e interior sempre contam com coloração preta.




Comentários