Os detalhes do Renault Fluence Dynamique Plus CVT



Apresentado durante o Salão do Automóvel de São Paulo de 2014 em sua reestilização, o Renault Fluence representa a montadora francesa no disputado segmento dos sedans médios. O mérito do modelo está em oferecer um pacote atraente de equipamentos. Em termos visuais, o Fluence recebeu nova grade frontal alinhada com a atual filosofia de design da Renault, para-choque mais esportivo, novas rodas aro 16'' "Eptius" e lanternas redesenhadas internamente.


Na versão Dynamique CVT Plus, com itens adicionais em relação à versão de entrada Dynamique (manual ou com câmbio CVT), o Fluence vem com airbags frontais e laterais dianteiros, alertas sonoros de luzes acesas, não-afivelamento do cinto do motorista e tanque de combustível na reserva, ar-condicionado digital com duas zonas e duas saídas de ar traseiras, chave-cartão presencial com botão de partida, computador de bordo, direção elétrica, faróis de neblina, freios ABS com assistente em frenagem de emergência (AFU) e distribuição eletrônica de frenagem (EBD), velocímetro digital (herdado do Fluence GT, que mostra portas abertas, nível de combustível e marcador de temperatura do motor), sensores de chuva e de luminosidade, vidros elétricos com função um-toque e recurso antiesmagamento, luzes diurnas e lanternas com LEDs, travamento das portas a 6 km/h, limitador e controlador da velocidade de cruzeiro, sensor de estacionamento traseiro, bancos revestidos em couro natural e sintético, fixação ISOFIX para cadeirinhas infantis, além do sistema multimídia R-Link, com comandos de voz, CD Player, tela sensível ao toque de 7 polegadas, GPS e as funções Eco Coaching e Eco Scoring, que ajudam a poupar combustível.




No R-Link é possível ver fotos e vídeos, conectar cartão SD, dispositivos USB e outros eletrônicos que utilizam entrada auxiliar, além de conferir o relatório sobre a eficiência no trajeto, que permitem gastar e poluir menos.



O motor 2.0 16v Hi-Flex, com duplo comando de válvulas e comando variável na admissão, rende 140 cavalos com gasolina e 143 cv com etanol, entregando 19,9 kgfm de torque com gasolina e 20,3 kgfm com etanol, a 3750 rotações por minuto. Seu câmbio é o CVT X-Tronic, de relações continuamente variáveis, que também permite trocas manuais na alavanca, simulando 6 marchas. Segundo a Renault, esta versão Dynamique Plus acelera de 0 a 100 km/h em 9,7 segundos com etanol (9,9 s com gasolina) e chega à velocidade máxima de 200 km/h.


O porta-malas tem capacidade de 530 litros, uma das maiores na categoria dos sedans médios (que pode ser ampliado com o rebatimento do banco bipartido, em proporção 40/60), e também há amplo espaço para os passageiros, com seus 2,70 metros de distância entre-eixos. Quem senta atrás conta com descansa-braço central com dois porta-copos e porta-revistas atrás dos bancos dianteiros, além das saídas de ar.



São seis as cores disponíveis: Branco Glacier (opaca), Prata Étoile, Cinza Quartz, Vermelho Fogo, Preto Nacré e a bela tonalidade Preto Ametista, que lembra a cor roxa.




Comentários