Expedição Nissan Frontier visita as riquezas arqueológicas do Pará

Volkswagen Polo e Virtus 1.6 com câmbio automático chegam ao mercado


A Volkswagen lança no Brasil os modelos Polo e Virtus 1.6 MSI equipados com o câmbio automático de seis marchas, que passa a ser uma alternativa mais em conta (que recebe todas as isenções destinadas a pessoas com deficiência) para quem precisa de um automóvel sem o pedal de embreagem e não podia pagar mais pela versão 1.0 TSI automática. Os modelos estão chegando às cerca de 520 concessionárias como modelos 2019. 



O Polo passa a contar com cinco versões (1.0 MPI manual, 1.6 MSI manual, 1.6 MSI automático, Comfortline 200TSI e Highline 200TSI - estes dois últimos automáticos) e o Virtus agora tem quatro opções: MSI, MSI automático, Comfortline 200TSI e Highline 200TSI. Os modelos têm três anos de garantia de fábrica sem limite de quilometragem e são oferecidos em sete cores: Preto Ninja, Branco Cristal e Vermelho Tornado (sólidas) e Cinza Platinum, Azul Night, Prata Sirius e Prata Tungstênio (metálicas).


Na imagem de divulgação acima, aplicaram a foto da transmissão automática AQ160-6F, mas esqueceram de colocar os pedais certos. Com modo sequencial na própria alavanca ou nas aletas junto ao volante multifuncional (que vem de série), o câmbio conta com bloqueio do conversor de torque, que evita o deslizamento interno do componente, visando reduzindo o consumo de combustível, além do modo esportivo (posição S), que altera os momentos das trocas de marchas para rotações mais elevadas.


O motor 1.6 MSI EA211, com quatro cilindros e 16 válvulas, tem 1.598 cm³ de cilindrada e possui bloco e cabeçote feitos de alumínio, além do pré-aquecimento de combustível. A potência é de 117 cavalos com etanol e 110 cv com gasolina a 5750 rpm, com torque de 16,5 kgfm com etanol e 15,8 kgfm com gasolina, ambos a 4000 rpm.

Abastecido com o combustível derivado da cana-de-açúcar, o Polo MSI automático acelera de 0 a 100 km/h em 10,5 segundos e atinge 188 km/h de velocidade máxima, enquanto o Virtus vai de 0 a 100 km/h em 10,8 segundos e chega a 190 km/h, também com etanol.


De série, ambos possuem direção elétrica, ar-condicionado, vidros elétricos nas quatro portas (os dianteiros possuem função um-toque para subir e descer), travas elétricas, faróis de dupla parábola, chave tipo canivete, computador de bordo, para-sóis iluminados com espelho, tomada de 12 Volts no console central, suporte para celular no painel com entrada USB para carregamento, regulagem de altura para o banco do motorista, entre outros. Outro item de série é o som Media Plus, que tem entradas USB e para cartão SD, Bluetooth, rádio e MP3 Player.


Como opcional, Polo e Virtus podem receber o pacote “Interatividade”, que sensor de ré, rodas de liga leve de 15 polegadas com pneus 195/65, retrovisores externos elétricos com função “tilt down” ao engatar a ré no espelho direito e a central multimídia Composition Touch, com tela touchscreen de 6,5 polegadas e App-Connect (compatibilidade com Android Auto, Apple CarPlay e Mirrorlink), comandos por voz e menu Car, com informações do veículo.

Há também o pacote “Safety”, que inclui os controles de estabilidade e tração, além do bloqueio eletrônico do diferencial e o auxiliar de partida em ladeiras, itens que se somam aos quatro airbags e às fixações ISOFIX e Top-tether para cadeirinhas infantis.

Comentários