Volkswagen Taos chega ao Brasil em junho nas versões Comfortline e Highline

O segmento de SUVs médios nunca ganhou tantas novidades de peso no Brasil quanto em 2021. Depois da corrida das montadoras para desenvolverem SUVs compactos, a aposta da vez se concentra no segmento dos utilitários médios. Essa categoria, a bem de verdade, sempre teve representantes, porém a maioria deles importados e com vendas pouco expressivas. Mas o forte sucesso do Jeep Compass desde que começou a ser fabricado no Brasil, em 2016, fez com que montadoras começassem a apostar mais neste segmento. A Toyota lançou em março o Corolla Cross, que está vendendo quase tanto quanto o tradicional Corolla sedã. E agora a Volkswagen apresenta ao Brasil o Taos, SUV que se encaixa no segmento entre o T-Cross e o Tiguan.

Para evitar canibalizações de mercado entre o Taos e outros modelos da Volkswagen, a marca optou, em fevereiro de 2021, por eliminar versões do Jetta (Comfortline e R-Line) e do Tiguan Allspace (250 TSI e Comfortline). A marca agora possui em seu portfólio quatro SUVs: Nivus, T-Cross, Taos e Tiguan Allspace. 

O nome Taos vem de uma cidade no Novo México (Estados Unidos). Aliás, vale ressaltar que o SUV também está disponível na América do Norte. Fabricado em General Pacheco (Argentina) e concebido sobre a plataforma modular MQB, o Taos chega às concessionárias brasileiras a partir do final de junho em duas versões, Comfortline (R$ 154.990) e Highline (R$ 181.790), ambas equipadas com motor 1.4 TSI e câmbio automático de seis marchas. Para o lançamento, foi preparada também a série especial Launching Edition (também chamada pela marca de Edição de Lançamento, por R$ 191.060), baseada na versão Highline. 

Todas as unidades desta série com os benefícios na pré-venda se esgotaram antes do fim da live de apresentação do Taos à imprensa, fato que surpreendeu à própria Volkswagen. A série Launching Edition continua em produção, porém sem os benefícios da pré-venda (1 ano sem parcelas de financiamento em planos junto ao Banco Volkswagen, 1 ano de seguro pago pela Porto Seguro, 1 ano de assinatura gratuita do SemParar e 1 ano de mensalidade gratuita nos aplicativos Ubook e PlayKids). Todas as versões do Taos manterão as 3 primeiras revisões gratuitas (que, nas contas da Volkswagen, representam cerca de R$ 1.500 em economia).

O Taos, assim como seus principais rivais, traz linhas robustas e sem grandes ousadias. Um dos elementos mais inovadores do modelo é a assinatura de luz na grade frontal, que também é utilizada em outros modelos da Volkswagen pela Europa. O Taos traz faróis full-LED com o sistema IQ. Light, que integra as seguintes funcionalidades através do sistema de luz frontal adaptativa: 

  • Village/City Light – Quando o Taos está rodando a baixas velocidades (entre 10 km/h e 35 km/h) no perímetro urbano, as luzes se adaptam para que o motorista tenha uma iluminação mais eficiente em uma distância mais próxima à frente do carro. 
  • Motorway Light – Em situações que o carro trafega a uma velocidade acima de 110 km/h em rodovias, o facho se adapta automaticamente para proporcionar uma visibilidade mais distante do veículo, permitindo que o motorista veja o que está acontecendo mais à frente. 
  • Country Light – Quando o veículo está acima de 35 km/h, o farol baixo é automaticamente aceso. 
  • Dynamic Bending Light – Os fachos dos faróis se ajustam horizontalmente, acompanhando a trajetória do veículo em curvas, dependendo da velocidade e do ângulo de esterço do volante. 
  • Ajuste do Farol Alto - Com este recurso, assim que o Taos detecta um carro vindo no sentido oposto, o sistema baixa o facho automaticamente, impedindo que o outro motorista tenha a visibilidade ofuscada.

A frente também é marcada pelo capô, vincado e horizontal, e pelo para-choque que conta com um detalhe central em preto brilhante em formato de "X". A lateral traz molduras de para-lama robustas. As rodas de liga leve de 18 polegadas, com pneus 215/55, são item de série em todas as versões, mas o estilo varia entre as versões. Na traseira, as lanternas têm LEDs e invadem a tampa do porta-malas, que exibe o nome Taos na parte central inferior, abaixo do espaço destinado para a placa. 

Mais à direita fica o emblema 250 TSI, que se refere ao torque de 250 Newtons-metro (e que fez escola, já que o Jeep Compass passou a adotar as nomenclaturas T270 e TD350 para suas versões). 

O SUV da Volkswagen tem 4,46 metros de comprimento (exatamente a mesma medida do Corolla Cross e 7 centímetros mais longo que o Compass), 2,68 m de entre-eixos, 1,63 metro de altura e 1,84 m de largura. 

O interior surpreende mais pela tecnologia embarcada do que pelos materiais empregados. A parte de cima do painel é toda dura, como no Corolla Cross, e tem uma faixa de couro sintético na parte de baixo do painel, de ponta a ponta. As portas dianteiras tem material soft touch na parte superior, além de uma faixa maior de couro mais abaixo. Porém, os materiais mais refinados deram lugar a plástico duro nos forros de porta traseiros.

O volante com comandos de som, telefone, computador de bordo e piloto automático adaptativo (ACC) traz o mesmo design já visto no Nivus. O quadro de instrumentos Active Info Display vem a partir da versão Highline, com tela colorida de 10,25 polegadas. Já a central multimídia VW Play traz tela de 10,1 polegadas e vem de fábrica em todas as versões. O interior traz luzes ambiente em filetes no painel e nas portas dianteiras. São 10 cores disponíveis, e a tonalidade escolhida também se estende ao quadro de instrumentos.

A versão Comfortline do Taos também possui uma tela digital para exibir informações no quadro de instrumentos, mas o tamanho dela é menor (8 polegadas). Já a central multimídia VW Play, que também está em versões do Nivus, T‑Cross, Polo e Virtus, incorpora no Taos novos aplicativos para download na loja virtual VW Play Apps. São eles: 

  • PlayKids - Destinado a crianças de 0 a 6 anos, este app oferece mais de 5.000 desenhos, livros, jogos educativos e atividades interativas. 
  • Skeelo - A plataforma permite ouvir de maneira segura e divertida inúmeros audiobooks, inclusive best-sellers. 
  • Get In - Este app realiza reserva na fila de bares e restaurantes, antes mesmo de chegar ao local, evitando perda de tempo e aglomerações.
  • MobiMax - Com um dispositivo adquirido nas concessionárias Volkswagen, é possível fazer download deste aplicativo e assistir TV digital na tela do sistema multimídia, mas as imagens são exibidas somente com o carro parado. 
  • Spotify - plataforma que permite acesso a músicas, podcasts e vídeos. Todos os aplicativos presentes na VW Play Apps podem ser armazenados nos 10 GigaBytes de memória da própria central multimídia, liberando, desta maneira, espaço de memória no celular dos usuários do veículo. 

O Taos traz também recursos de segurança avançados, como a frenagem autônoma de emergência com detecção de pedestres. Por meio de radares frontais, o sistema, ao identificar o iminente risco de atropelamento, dispara um alerta sonoro e visual no quadro de instrumentos, e inicia imediatamente a frenagem do veículo caso ele esteja a uma velocidade de até 50 km/h. Outro recurso é o ACC (Adaptive Cruise Control), controlador de velocidade e distância do veículo à frente com função Stop&Go, que faz o Taos parar completamente de maneira automática, caso o veículo à frente pare, e retoma o movimento caso o veículo à frente volte a andar, em um intervalo de até três segundos. Caso o tempo de parada supere os três segundos, o motorista deve pisar novamente no acelerador ou apertar o botão Resume do volante para voltar a dirigir.

Outros recursos de segurança são: frenagem automática pós-colisão, alerta de fadiga do motorista, detecção de veículo em pontos cegos, alerta de tráfego traseiro cruzado com frenagem de emergência para manobras, seis airbags (dois frontais, dois laterais e dois do tipo cortina), controles de tração (ASR) e estabilidade (ESC), auxílio de partida em ladeira e XDS+ (bloqueio eletrônico do diferencial).

Com 498 litros, o porta-malas supera o do Jeep Compass (476 litros) e o do Toyota Corolla Cross (440 litros). À custa, é verdade, de um estepe fino, com roda de 18 polegadas e pneu 125/70, à moda do Compass. O compartimento possui iluminação e tomada 12 Volts. O encosto do banco traseiro é bipartido e rebatível; através do apoio de braço traseiro, também é possível ter acesso direto ao porta-malas.

O Taos traz o já conhecido motor 1.4 "250 TSI" Total Flex, que equipa o T‑Cross Highline e as versões GTS de Polo e Virtus. Com quatro cilindros, injeção direta de combustível e turbocompressor, ele entrega 150 cavalos a 5000 rpm e torque de 25,5 kgfm a partir de 1500 rpm, com etanol e/ou gasolina. Segundo a Volks, o Taos acelera de 0 a 100 km/h ocorre em 9,3 segundos e chega à velocidade máxima de 194 km/h. O câmbio automático de seis marchas traz modo sequencial (acionado por aletas junto ao volante, de série em todas as versões, ou por trilho na alavanca - que, assim como no T-Cross, traz o visor de posição de marcha no pomo da alavanca). O Taos pesa 1420 quilos.


Pela tela do VW Play é possível escolher entre quatro "personalidades" do carro: Eco, Normal, Sport e Individual (este último modo permite a personalização de algumas configurações do veículo). O Taos tem suspensão independente nas quatro rodas, sendo tipo McPherson na dianteira e multilink, na traseira, e freios a disco nas quatro rodas.


O Taos Comfortline 250 TSI possui, como itens de série, 6 airbags (dois frontais, dois laterais dianteiros e dois de cortina), ar-condicionado digital de duas zonas, freio de estacionamento elétrico, assistente de partida em ladeiras, banco traseiro com encosto bipartido e rebatível, câmera de ré, carregador de bateria de celular por indução, controles de tração e estabilidade, apoio de braço frontal com porta-objetos embutido, saídas de ar traseiras e entrada USB voltada para quem senta atrás, direção elétrica, volante ajustável manualmente em altura e profundidade, retrovisores elétricos com função tilt-down (rebatimento para baixo) no espelho direito ao engatar a ré; faróis e lanternas de LED (inclusive luzes diurnas) com função Coming & Leaving Home (acendem logo após o destravamento do veículo e permanecem ligados por alguns segundos após desligar o motor), quadro de instrumentos com tela digital de 8 polegadas, controlador de velocidade de cruzeiro (convencional), porta-óculos no teto, rack de teto preto, rodas de 18 polegadas com pneus 215/55, sensor de chuva, acendimento automático dos faróis, sensores de estacionamento dianteiros e traseiros, alarme com comando remoto, sistema multimídia VW Play com tela de 10,1 polegadas, HD interno de 10 GB, App-Connect (espelhamento de tela de celulares) e som com 6 alto-falantes, detector de fadiga do motorista, chave presencial com partida do motor por botão, fixações ISOFIX e Top Tether para cadeirinhas infantis, travamento combinado das portas, porta-malas e portinhola do tanque de combustível, vidros elétricos nas quatro portas com função um-toque nas portas dianteiras e volante com comandos de som, computador de bordo, piloto automático e aletas para trocas sequenciais de marcha.


Dois pacotes de opcionais são ofertados para esta versão. O Pacote Conforto custa R$ 5.470 e inclui bancos em couro, com aquecimento nos assentos dianteiros e banco do motorista com ajustes elétricos, inclusive lombar. Já o Pacote Segurança tem valor de R$ 4.790 e adiciona o monitoramento frontal com detecção de pedestres e frenagem autônoma de emergência, além do ACC, o controlador adaptativo de velocidade e distância do veículo à frente, com função Stop & Go (caso o veículo à frente pare totalmente, o Taos também freia até 0 km/h e, em três segundos, volta a andar para a frente).


Já o Taos Highline 250 TSI traz, de fábrica, ACC com função Stop & Go (controlador de velocidade e distância do veículo à frente), alerta de colisão frontal com detector de pedestres e frenagem automática de emergência, bancos dianteiros com aquecimento, assento do motorista com ajustes elétricos (inclusive lombar), retrovisores externos com aquecimento e rebatimento elétrico, faróis IQ. Light, faixa de LED na grade frontal, comutação automática dos faróis altos com luzes de curva dinâmicas, iluminação ambiente ajustável entre 10 cores no painel e nos painéis de porta laterais, luzes embutidas nos espelhos externos, quadro de instrumentos Active Info Display com tela de 10,25 polegadas, racks de teto na cor prata, revestimento dos bancos em couro sintético, detector de veículos em pontos cegos, alerta de tráfego cruzado traseiro, iluminação frontal adaptável, seletor de modos de condução (Eco, Normal, Sport e Individual) e som com 8 alto-falantes. Apenas o teto solar panorâmico é opcional para a versão Highline, e seu valor é de R$ 5.520. 


Para a Comfortline estão à disposição as cores Preto Mystic, Branco Puro, Prata Pyrit e Cinza Indium. Já a Highline traz mais duas tonalidades: Azul Atlantic e Mohave Bege. 


A Edição de Lançamento, mostrada nestas fotos, possui itens exclusivos como teto, coluna A e capas retrovisores externos pintados de preto, rodas de liga leve de 18 polegadas escurecidas, interior com coloração diferenciada, sistema de som premium Beats e teto solar panorâmico, sempre com a cor Bege Mohave na carroceria. 


Antes da chegada do Taos no fim de junho, os consumidores poderão conferir o modelo nas concessionárias pelo DDX (Digital Dealer eXperience), onde é possível configura-lo por um telão sensível ao toque, ou pelo app VW Experience, que exibe o Taos em realidade virtual. Além disso, mais de 100 acessórios poderão ser encontrados nas lojas, incluindo suporte para bicicletas, tenda para camping, três opções de baú de teto, tapete para porta-malas, jogo de tapetes emborrachados, purificador de ar portátil (que pode ser ligado na tomada 12 Volts ou nas entradas USB tipo C), frisos de portas, capas de chaves, película protetora para a tela do sistema multimídia, película anti-vandalismo para os vidros, rack de teto (há opção desse rack para exemplares com ou sem teto solar), cesto automotivo, cinto peitoral para animais de estimação, módulo de TV, câmera veicular DRV, coleção de camisas e camisetas (masculinas e femininas), guarda-chuvas, bonés, chinelos, garrafa térmica e mochilas.


A Volkswagen respondeu um dos questionamentos do Auto REALIDADE na sessão de perguntas e respostas dos jornalistas. Perguntamos quantas unidades a marca espera vender do Taos. O volume e o mix de vendas entre as versões ainda não estão definidos pela Volkswagen, mas, de acordo com a marca, mais clientes estão interessados na versão Highline, influenciados pela divulgação maior da versão top. A VW projeta que fechará o ano de 2021 com um volume de vendas de 2,35 a 2,4 milhões de unidades no Brasil, o que lhe garantiria um participação de 17% de mercado entre os automóveis.



Comentários