Volkswagen confirma: Jetta só terá versão GLI e Tiguan resiste na opção R-Line

A Volkswagen é uma das montadoras brasileiras que aderiu ao Programa de Rotulagem Veicular de Segurança, validadas pelo DENATRAN (Departamento Nacional de Trânsito), nos termos da Portaria nº. 374, de 04 de fevereiro de 2020, com as alterações trazidas pelas Portarias nº. 798, de 31 de março de 2020 e nº. 2442, de 2 de dezembro de 2020. A marca confeccionou rótulos com todas as informações das atuais versões de seus carros. Chama a atenção o fato de, para modelos 2021, só ter sido feita a rotulação do Jetta na versão GLI, enquanto para o Tiguan só foi desenvolvida a rotulação para a versão R-Line. Isso sinaliza que a marca removeu versões da dupla para evitar a canibalização de versões de ambos os modelos com seu futuro lançamento - o SUV Taos, com porte similar ao do Jeep Compass e previsto para ser lançado em abril.

Por enquanto, a única exigência é de que a etiqueta do Programa de Rotulagem Veicular de Segurança esteja disponível no site das montadoras de automóveis, mas a partir de julho deste ano haverá a necessidade de colar estas etiquetas nos carros disponíveis nos showrooms das concessionárias pelo Brasil. Ela lembra a etiqueta do Inmetro relativa ao consumo de combustível e índice de emissões de poluentes do veículo (colada nos vidros dos carros desde 2012), e informa sobre a presença de itens de segurança e sobre requisitos inovadores.

Agora somente vendido na versão GLI, o Jetta perdeu as opções Comfortline e R-Line, ambas com o motor 1.4 "250 TSI" Turbo Flex. Já o Tiguan deixa de ter as opções 250 TSI e Comfortline, também equipadas com o motor 1.4 Turbo Flex. Este é justamente o motor que estará presente nas versões do Taos. 

De acordo com a etiquetagem, tanto Jetta GLI quanto Tiguan R-Line possuem todos os itens exigidos pelo DENATRAN: teste de impacto lateral, controle de estabilidade (ESC), luz indicadora de direção lateral, faróis de rodagem diurna, aviso de não afivelamento do cinto para o motorista, indicação luminosa de frenagem de emergência (ESS) e sistema de alerta ou visibilidade traseira (câmera ou aviso sonoro). O Tiguan tem todos os requisitos considerados inovadores, como teste de impacto lateral contra poste, proteção para pedestre e teste de impacto frontal realizado com "camionetas e utilitários". Por motivo desconhecido, o Jetta traz em sua etiqueta a informação "não disponível" no campo de teste de impacto lateral contra poste, mas o sedan já passou por este teste no Latin NCAP em setembro de 2019.

Outra curiosidade encontrada nesta etiquetagem é a existência do Gol Patrulheiro e do Voyage Patrulheiro, ambos com motor 1.6 de 8 válvulas e câmbio manual. Apesar da dupla só ter de fábrica o aviso de não afivelamento do cinto para motorista e a indicação luminosa de frenagem de emergência entre os itens especificados pelo DENATRAN, um aviso garante que os modelos atendem "integralmente aos regulamentos de segurança exigidos pelo CONTRAN".

Comentários

  1. Eu acho os carros da wolksvagem todos muito parecidos ou é apenas uma impressão minha mas sem dúvidas são muito bons.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Na seção de comentários do Auto REALIDADE você está livre para escrever o que você achou da matéria.

Caso você queira fazer perguntas maiores, incluir fotos ou tirar dúvidas, envie e-mail para blogautorealidade@hotmail.com

Sua opinião é muito importante para o Auto REALIDADE! Estamos a disposição no Facebook (http://www.facebook.com/AutoREALIDADE), no Instagram (http://www.instagram.com/autorealidade e no Twitter (@AutoREALIDADE).