Os atrativos das lojas BMW, MINI, Porsche, Subaru e Volvo no DF


Para confirmar as informações que recebemos das montadoras e conhecer pessoalmente os carros noticiados por aqui, periodicamente me desloco às concessionárias - e em Brasília (DF) não seria diferente... Por lá, as autorizadas são mais receptivas às fotos, sem forçar negociações como é muito comum em Teresina (PI). Em parte destas jornadas, estive acompanhado tanto da Ingrid (a amigona que topou esta viagem, que durou uma semana) quanto do Antonio (que já era amigo de longa data do grupo Auto REALIDADE e me guiou por algumas localidades de Brasília durante a estadia por lá).


Alguns dos leitores de longa data do Auto REALIDADE devem lembrar que, em 2010, foram feitas algumas matérias com carros em Brasília durante o English Immersion Program daquele ano (com destaque para os modelos de embaixada); naquela época, porém, não foi possível visitar concessionárias. Na Eurobike, unidades de test-drive dos MINI Cooper S duas-portas e Countryman, além dos BMW M4 e Série 3 2015, davam as boas-vindas.


Na Eurobike, que é a bandeira tanto da concessionária BMW-MINI quanto da Porsche (uma fica ao lado da outra), há uma variedade ampla de modelos das montadoras alemãs, em ambientes discretos (exceção feita ao espaço dos MINI). 


Na entrada, um mural similar ao que se encontra em museus conta a história da BMW desde a década de 1910 até a chegada do polêmico Série 2 Active Tourer, passando por modelos emblemáticos como Isetta, 507 Roadster, Série 3, M1, Z1, Série 8, X5 e i3, entre outros.


O Série 3 Active Flex naturalmente é o modelo mais rodeado da loja, sendo vendido promocionalmente por R$ 129 950. É o único BMW com unidade prontamente disponível para test-drive. O motor 2.0, o primeiro que aliou o turbo à injeção direta de combustível com a capacidade de usar etanol e gasolina, rende 184 cavalos com ambos os combustíveis nesta versão (e também no Sport GP). Há pequenos diferenciais no visual da linha 2015: filetes próximos aos faróis de neblina e rodas com aberturas em cada um dos cinco raios.


Acima do X1 (que está prestes a ser substituído por uma geração nova), o SUV médio BMW X3 passa a ser produzido em Santa Catarina, na fábrica de Araquari, nas versões xDrive20i, xDrive20i X Line e xDrive35i M Sport, com preços entre R$ 211 450 e R$ 290 450.


O mais acessível da montadora ainda é o Série 1 (120i Sport), comercializado por R$ 124 950, com o mesmo motor de 184 cavalos do 320i. Há também a versão 125i M Sport, ao preço de R$ 177 950. Vale ressaltar que o hatch já foi reestilizado na Europa, ganhando linhas mais elegantes na dianteira e lanternas que invadem a tampa do porta-malas - e não deve demorar a chegar ao Brasil.


Muitos fãs da BMW torcem o nariz para os SUVs com jeito de cupê - X4 e X6 - mas a verdade é que estes modelos, de estilo diferenciado, são bem procurados nas concessionárias. Baseados nos utilitários X3 e X5 (respectivamente), suas versões herdam também o conjunto mecânico: o X4 xDrive 28i (abaixo) traz o motor 2.0 de 245 cavalos e custa R$ 274 950. Já o X6 xDrive 35i adota o motor 3.0 seis-cilindros de 306 cavalos e sai por R$ 459 950.


Até o Série 3 aderiu à onda da traseira fastback, em sua versão batizada de GT. Custa R$ 172 950, significativamente mais que os R$ 166 950 cobrados pelo 320i Sport GP. Mas se a intenção é chamar atenção andando de BMW, saiba que o olhar feminino da Ingrid pode ter deixado de captar o 750 M Sport ao lado, mas ela não deixou de fazer um elogio ao estilo do Série 3 GT...

Seguindo a ordem da hierarquia BMW, depois de Série 3 (e 4) vem o 5, que nesta versão 535i M Sport utiliza o motor 3.0 seis-cilindros de 306 horsepower, potência que o leva de 0 a 100 km/h em 5,9 segundos, com velocidade limitada eletronicamente a 250 km/h. O pacote M inclui rodas aro 18'' e para-choques aerodinâmicos; este modelo possui 6 airbags, bancos dianteiro elétricos, som Hi Fi, cortina para os vidros traseiros e teto solar, entre outros itens.


O roadster Z4 segue firme no mercado - o arquirrival do Mercedes SLK é oferecido na versão sDrive 20i, com motor 2.0 de 184 cavalos, pelo preço de R$ 229 450. Acelera de 0 a 100 km/h em 7,2 segundos e chega a 235 quilômetros por hora. Traz capota rígida elétrica, GPS, Bluetooth, Internet, ar-condicionado automático digital, pacote de luzes internas, sensor de chuva e faróis direcionáveis com acendimento automático.


A versão conversível do Série 4 é oferecida nas versões 420i (nestas imagens) e 428i (veja mais fotos deste modelo clicando aqui). Pintado na cor Preto Safira, este modelo conta com um motor 2.0 de quatro cilindros e 184 horsepower; o Cabrio acelera de 0 a 100 km/h em 6,4 segundos, chegando à velocidade final de 230 km/h.


O 750 M Sport é a versão de traje esporte do sedan mais luxuoso da BMW, que traz itens como som Bang & Olufsen com 16 alto-falantes, Night Vision, Head-Up Display, quadro de instrumentos configurável e controlador de velocidade com função de frenagem automática, mantendo a distância do veículo da frente. Por fora, destaque para as rodas aro 20'', os faróis de LED e o pacote aerodinâmico M Sport. Seu motor 4.4 V8 rende 450 HP e 66,3 kgfm de torque, e o câmbio Steptronic possui 8 marchas. O sedan executivo acelera de 0 a 100 km/h em 4,8 segundos, e atinge a velocidade máxima de 250 km/h.


O belo M6 Gran Coupé é o cupê de quatro portas para quem admira o design do Série 6, mas gostaria de transportar quatro adultos como faria em um M5. Seu motor 4.4 V8 gera 560 cavalos - suficientes para levá-lo de 0 a 100 km/h em 4,2 segundos, com velocidade máxima de 305 km/h, desempenho similar ao Audi RS7. O BMW tem rodas aro 20'', Head Up Display. teto em Fibra de Carbono, faróis de LED, visão em 360 graus, bancos dianteiros elétricos com aquecimento e alerta para desvio de faixa sem uso da seta.


A série especial Frozen White do M3 foi lançada em 2012 e traz costuras internas combinando com a cor externa. No mais, manteve o conjunto mecânico da geração E92, com motor 4.0 V8 de 420 horsepower. Com o câmbio M-DCT de 7 marchas, o cupê acelera de 0 a 100 km/h em 4,6 segundos e chega a 250 km/h, velocidade máxima limitada eletronicamente.



Outro esportivo (porém mais compacto) seminovo presente era o M235i, que no entanto tem conjunto mecânico de gente grande: motor 3.0 de 6 cilindros. 326 horsepower e 45,9 kgfm de torque, câmbio automático de 8 marchas Steptronic e tração traseira. 


Já o M4 Cabrio é o conversível mais poderoso, equipado com o motor 3.0 seis-cilindros TwinTurbo de 431 horsepower: para acelerar de 0 a 100 km/h bastam 4,4 segundos, e a velocidade máxima é limitada em 280 km/h. Seu preço é de 469 950 reais.



Mas a grande estrela é mesmo o i8, esportivo híbrido futurista que herdou muitas das linhas do conceito Vision efficientDynamics de 2009. Com motor 1.5 turbo de três cilindros a gasolina aliado ao conjunto de baterias de íon-lítio, rende no total 362 cavalos. Utilizando eletricidade, é capaz de chegar a 120 km/h e percorrer 37 quilômetros.

Trabalhando unidos, os propulsores levam o i8 de 0 a 100 km/h em 4,4 segundos, com velocidade máxima restrita eletronicamente a 250 km/h e consumo de aproximadamente 33 km/l. Custa R$ 799 950 e é trazido somente sob encomenda, mas é possível adquiri-lo no plano Sign & Go, com entrada de 200 mil reais, 24 suaves prestações de R$ 17 241 e parcela final (tá bom pra você?).

***************

O carismático MINI Cooper estava no showroom em suas versões S (R$ 116 500, vermelho nas imagens) e Top (R$ 133 950). Ambas contam com o motor 2.0 TwinPower Turbo de 192 cavalos e 28,5 kgfm de torque; na versão completa, há teto solar panorâmico, tela de 8,8 polegadas ao centro do painel com GPS, faróis full LED, head-up display, piloto automático adaptativo, assistente de farol alto e alerta em caso de colisão iminente.


O Countryman passa a ser fabricado na planta da BMW em Araquari nas versões S Top (R$ 143 950) e ALL4 (esta última com tração nas quatro rodas, custando R$ 149 950), que começam a chegar às concessionárias em dezembro. Ambas adotam o motor 1.6 Turbo, que rende 184 cavalos e 24,5 kgfm de torque entre 1600 e 5000 rpm. Poucos dias antes desta visita, pude conhecer uma unidade da versão ALL4 no Park Shopping - confira mais imagens dele clicando aqui (inclusive internas).

***************

Uma concessionária com carros trancados e área da oficina aberta? Coisas da Porsche... Esta é uma das apenas 7 lojas da montadora alemã distribuídas pelo Brasil. O destaque naquela ocasião foi o 911 50 Anniversary Edition, com 1963 unidades produzidas (número que faz referência ao ano de lançamento do cupê). Baseado na versão Carrera S (comercializada no Brasil por R$ 625 900), esta série recebe a cor Graphite Gray, rodas aro 20'' que lembram as clássicas Fuchs e logotipos comemorativos nos bancos e na traseira.


Infelizmente, àquela altura (a visita ocorreu logo após o 2º Cars & Coffee), a bateria da câmera estava nas últimas e meu atual Moto E tem câmera sofrível. Mas havia nada menos que três Cayennes no showroom: um deles na versão GTS, outro na poderosa Turbo. Ambos são esportivos na aparência e na alma, de formas diferentes: o GTS possui motor 3.6 aspirado de seis cilindros e 440 cavalos, que o leva de 0 a 100 km/h em 5,2 segundos e o faz atingir 262 km/h, enquanto o Turbo obtém 520 cavalos do motor 4.8 V8, permitindo ao SUV acelerar de 0 a 100 km/h em 4,5 segundos, chegando à máxima de 279 km/h.


A versão de entrada do Cayenne, com motor 3.6 V6, tem o razoável preço de R$ 380 000 (o Macan S parte de R$ 403 mil). Havia ainda o Boxster "standard" (abaixo), o modelo mais simples da Porsche (por simples, entenda-se um pequeno roadster de tração traseira com um motor 2.7 boxer central de 265 cavalos, que o leva de 0 a 100 km/h em 5,8 segundos e o faz alcançar 264 km/h). Reservando R$ 365 000, já dá para levar um para casa (com câmbio manual de seis marchas).


Lado a lado dá para notar o quanto o Macan, menos utilitário esportivo da Porsche, teve como inspiração o Cayenne. Dependendo da distância e do ângulo que se olhe, os dois se confundem, mas só o Macan traz o capô envolvente, com aberturas para os faróis. A versão mais em conta custa R$ 319 000 e traz motor 3.0 de 340 cavalos.


Do lado de fora nos "esperava" um Cayenne V6 na distinta cor Mahogany Mettalic, um vinho que tende para o roxo.


O mais ilustre Porsche, no entanto, estava na obscura oficina da Eurobike. É um 911 GT3 2014, modelo desenvolvido para as pistas de corrida e com foco na redução de peso (registra 1430 quilos na balança). Seu motor 3.8 é ajustado para render 475 horsepower; o modelo acelera de 0 a 100 km/h em apenas 3,5 segundos, alcança 160 km/h em 7,5 s e atinge a velocidade máxima de 315 km/h. Quando suas vendas iniciaram, seu preço era de R$ 799 900.

***************

As concessionárias Volvo e Subaru também são vizinhas e da mesma bandeira (Champion), localizadas no SIA. No estande da montadora sueca, o destaque é a nova geração do XC90, não só uma mudança radical de geração (a anterior ficou 13 anos no mercado sem alterações profundas), como também um anúncio das novas direções da Volvo no mundo. O modelo fotografado pertence à série limitada First Edition, sendo a unidade 1073, de 1927 produzidas - este número faz alusão ao ano de fundação da marca. Estas unidades foram dispostas ao público via internet, e se esgotaram em 47 horas.


Além das soleiras dianteiras e da cor Preto Onix, é possível identificar a First Edition pelo logotipo na tampa traseira. Esta versão Inscription é a topo de linha, que traz sistema de som Bowers & Wilkins com 19 alto-falantes e 1400 Watts de potência, quadro de instrumentos inteiramente digital com 12,3 polegadas, tração integral, revestimentos em couro Nappa, rodas aro 21'', monitoramento da pressão dos pneus, faróis direcionáveis de LED e apoio visual de estacionamento em 360 graus. Seu preço é de R$ 363 000.


O S60 é o sedã médio que se propõe a brigar com a tríade alemã Audi A4, Mercedes-Benz Classe C e BMW Série 3. A recente versão T5 Kinect, de entrada, conta com motor 2.0 de 245 cavalos, tração nas rodas da frente e câmbio automático de 8 marchas. Apesar da falta de GPS, painel de instrumentos personalizável, teto solar, paddle-shifts e sensor de chuva, esta versão traz itens como ar-condicionado digital dual zone, airbags frontais, laterais e de cortina, aviso da utilização do cinto de segurança (com pré-tensores), City Safety (que freia o carro ao detectar colisão iminente à frente, atuando a até 50 km/h), fixação ISOFIX para cadeirinhas infantis, freios ABS com assistente de frenagem de emergência e sistema de informação IDIS (atrasa chamadas eletrônicas para não distrair o motorista, ativando-as quando a condução estiver mais calma).



Há também o T6 R-Design, modelo topo de linha, que conta com painel de instrumentos personalizável em três modos (Elegance, Eco e Performance), rodas "Ixion" aro 18'', tela de 7 polegadas com DVD Player, 8 alto-falantes, GPS, Bluetooth e entradas USB, iPod e auxiliar; bancos dianteiros com ajustes elétricos e aquecimento, teto solar, paddle-shifts e motor de 306 cavalos.


Seguindo o modismo aventureiro, o V40 Cross Country traz diferenciais visuais como barras de teto, rodas aro 18'' acinzentadas, para-choques e soleiras laterais com partes de plástico preto, além de tração nas quatro rodas, câmbio automático de 8 marchas e motor 2.0 de 210 cavalos (fazendo de 0 a 100 km/h em 7,2 segundos e chegando a 210 km/h).



Trazendo teto panorâmico fixo, ar-condicionado dual-zone, display de 7 polegadas com DVD Player, quadro de instrumentos com 3 temas e opcionais como airbag para pedestre, detetor de pedestres e ciclistas com frenagem automática, alerta de mudança de faixa e de veículos em pontos cegos, além do recurso digital de leitura de placas de sinalização, seu preço (básico) é de R$ 145 990.




Quando chegou ao Brasil, em 2009, tirou do C30 o posto de modelo mais popular da Volvo. Mas o tempo passou e o XC60, ainda que tenha recebido retoques, parou no tempo. O modelo das imagens é o T5 Momentum (acima do Kinect), com motor 2.0 turbinado de 245 cavalos. Traz de série ar digital dual-zone, City Safety (frenagem automática em iminência de colisão), rodas "Pan" aro 18'', lavadores de faróis, som com 8 alto-falantes, quadro de instrumentos personalizável e airbags frontais, laterais e de cortina.



No Park Shopping, estava exposta a versão T6 R-Design do SUV, com visual mais esportivo e 306 cavalos. Distingue-se pelas rodas Ixion aro 20'', teto solar elétrico, para-choques esportivos, sistema de som Premium com 10 alto-falantes, tapetes e pedais esportivos, bancos dianteiros esportivos com regulagens elétricas e aquecimento, além de suspensão e volante esportivos. Custa R$ 193 950.

***************

No pequeno showroom da Subaru, o destaque é o recém-chegado WRX, que abandonou o prenome Impreza, embora continue sendo baseado no sedan. O esportivo conta com tração 4x4 com vetorização ativa de torque, motor 2.0 Boxer Turbo com intercooler de 270 horsepower, 37,7 kgfm de torque entre 2000 e 5200 rpm, câmbio Lineartronic de 8 marchas e suspensão independente nas quatro rodas, do tipo MacPherson na dianteira e com braços oscilantes na traseira.

Abaixo apenas do WRX STi na hierarquia esportiva da Subaru, o sedan esportivo acelera de 0 a 100 km/h em 6,3 segundos, alcançando 240 kmh de velocidade máxima. Para levá-lo para casa, paga-se R$ 147 900.


O XV é o Impreza hatch com estirpe aventureira, contando com motor 2.0 Boxer de 150 cavalos, tração nas quatro rodas permanente, câmbio Lineartronic de 6 marchas e controles eletrônicos de estabilidade e tração. Entre seus equipamentos, há teto solar, rodar de liga leve aro 17'', faróis de xenônio com lavadores e nivelador automático, sistema de som com tela touchscreen, entrada USB, Bluetooth e viva-voz, coluna de direção ajustável em altura e profundidade, entre outros. Seu preço é de R$ 104 900.




O utilitário esportivo Forester é trazido nas versões Sport (2.0 de 150 cavalos, ao preço de R$ 116 900) e XT (acima, com motor 2.0 Turbo de 240 cv, saindo por R$ 136 500). Ambos trazem porta-malas de 505 litros, paddle-shifts para trocas sequenciais de marcha, teto solar elétrico, ar-condicionado dual-zone e câmera de ré. O XT vem ainda com sistema de som Harman Kardon com 8 alto-falantes, X-Mode (atua no gerenciamento do motor e câmbio em terrenos de baixa aderência) e faróis com filetes de LED.


Já o Impreza, apesar de ser o modelo mais acessível da marca (R$ 94 900), segue todos os preceitos da Subaru: tração nas quatro rodas, câmbio manual e motor 2.0 boxer com 160 cavalos. Vem de série com airbags frontais, laterais e de cortina, bancos de couro, sistema keyless de abertura/travamento das portas e partida, sistema de som com tela touchscreen de 7 polegadas, Hill Start Assist, entre outros equipamentos.


E para os fãs das motos, a concessionária Champion também é responsável pela venda das esportivas Ducati e das aventureiras motocicletas da BMW. Também há uma autorizada dedicada para as Harley-Davidson, mas isto é uma história que fica para outra postagem...

Comentários