Fiat Toro 2022: reestilizada, picape incorpora novas tecnologias

Para a Fiat, a Toro é a filha que toda montadora gostaria de ter no portfólio. É bem verdade que, meses antes de seu lançamento, chegava ao mercado brasileiro a Renault Duster Oroch, uma picape de tamanho intermediário entre as categorias já instituídas no Brasil (a primeira do "segmento C", a meio caminho entre as picapes compactas derivadas de monoblocos de automóveis, do segmento B, e as picapes médias, montadas sobre chassi e hoje com mais de 5 metros de comprimento, do segmento D). Mas a Toro, além de um pouco maior que a Oroch, conquistou para valer o Brasil com seu estilo ousado, grande praticidade, conforto ao rodar comparável ao de um SUV e opção de motor diesel e tração 4x4. Com isso, a Toro se tornou um sucesso desde o lançamento e hoje só não é mais vendida do que a Fiat Strada, que é bem mais barata. E, dentro do segmento C, a Toro domina, com 85% de participação.

De seu lançamento em fevereiro de 2020 até hoje, a Toro teve cerca de 288 mil unidades comercializadas em nosso País e passou por algumas mexidas para se manter atraente. Ganhou "overbumper" no para-choque dianteiro, estreou (e também perdeu) versões, e trocou a outrora criticada telinha de 5 polegadas do sistema multimídia inicial por um monitor touchscreen de 7 polegadas. O fôlego da picape da Fiat se manteve em nosso mercado, mas chegou a hora da mudança. Na linha 2022, estão sendo introduzidas diversas novidades.

A renovação da Fiat Toro oficializa também o "novo" gênero que a picape é tratada pela montadora. Desde o lançamento até 2020, a Fiat se referia ao Toro no masculino - fazia sentido ao pensar no animal, mas o público em geral não assimilou essa alusão, por se tratar de uma picape. Desde o ano passado, a montadora resolveu sempre se referir à Toro no feminino.

Por fora, as novidades se concentram na parte frontal. O capô passa a ter novos vincos, inclusive com uma cavidade na área central. No andar superior dos faróis, que concentra os piscas e luzes de condução diurna, há agora uma barra, mais discreta em relação à anterior, que alojava o escudo da Fiat. A identificação da marca fica agora na grade principal, entre os faróis (fachos baixo e alto), agora de LED. Esta grade, a depender da versão, possui diferentes tramas: Endurance, Freedom e Volcano trazem uma peça ligeiramente menor, com filetes horizontais, enquanto as versões Ranch e Ultra possuem uma grade maior, cuja moldura é bem mais espessa e se interliga com o conjunto ótico. Mas todas possuem a "Fiat Flag" com as cores da Itália no canto esquerdo.

Ainda na parte frontal, o para-choque redesenhado agora traz alojamentos mais arrojados para as luzes de neblina e moldura central com novo estilo. Agora também há sensores de estacionamento dianteiros disponíveis de série a partir da versão Volcano, que auxiliam bastante nas manobras - a picape ficou 3 centímetros mais comprida e passa a ter 4,945 metros de comprimento.

Lateralmente, a única novidade está no estilo das rodas a partir da versão Freedom (a Endurance mantém as "Super Spoke"). E, na parte traseira, mudou somente a logotipia na tampa traseira para identificar as versões.

Já o interior ganhou boas atualizações. Painel, console central e portas foram remodelados, e o ambiente ganha ar mais tecnológico com o quadro de instrumentos digital de série em todas as versões e o sistema multimídia também de fábrica, com telas de 7 (Endurance), 8,4 (Freedom e Volcano) ou 10,1 polegadas (opcional para a Volcano e de série nas versões Ranch e Ultra). 

O quadro de instrumentos digital, com tela colorida personalizável de 7 polegadas, vem de fábrica desde a versão mais simples, Endurance. Nos cantos, barras de luz indicam o nível de temperatura do motor (no lado esquerdo) e o marcador de combustível (à direita). Luzes-espia são posicionadas à esquerda e à direita da tela, que pode ser visualizada em 5 layouts. O modo Pulse é o mais tradicional, e inclui conta-giros em destaque com indicação de velocidade digital ao centro e informações diversas ao redor da tela. O modo Minimal dispensa o conta-giros, dando destaque somente ao velocímetro e a algumas informações mais essenciais em tela. No modo Precision, o conta-giros dá lugar a um econômetro visto de forma prática: o semicírculo azul vai crescendo à medida em que o motorista dirige de forma econômica. Já no modo Sport, o fundo da tela, normalmente preto, fica vermelho, enquanto no modo 4x4 a tela de fundo assume um tom amarelado. Entre as funções exibidas, estão: status do veículo; alertas e instruções; informações de viagem; configurações; menu de performance (para as versões motor Turbo Flex, há informações de torque, potência, turbo, RPM e força G) e menu de assistências à condução.

A central multimídia vem de série em todas as versões da Toro 2022. A Endurance mantém a tela de 7 polegadas já existente no modelo anterior, com funcionalidades como espelhamento de tela de celulares sem fio e três entradas USB, sendo uma do tipo C. 

Nas versões Freedom e Volcano, a tela é de 8,4 polegadas, operada pelo toque no monitor ou por botões próximos aos comandos do ar-condicionado. E, nas versões mais completas Ranch e Ultra, a tela é de 10,1 polegadas posicionada na vertical, ao estilo das picapes RAM. Opcionalmente, a versão Volcano pode receber a tela maior.

Em termos de conectividade, uma importante novidade é o Fiat Connect Me, equivalente às funcionalidades "Adventure Intelligence" da Jeep e ao OnStar da Chevrolet. Com a internet 4G disponível no veículo e fornecida pela TIM, abre-se um leque de funcionalidades que podem ser executadas a partir do celular, do smartwatch ou da assistente de voz. É possível conferir diversas informações sobre o veículo (quilometragem, nível de combustível), executar ações (como travar e destravar as portas, acionar luzes e buzina ou até ligar o motor remotamente, em algumas versões), além de receber alertas caso a velocidade limite seja excedida ou o perímetro de circulação seja violado (funções úteis caso o veículo seja emprestado a outra pessoa).

O console central foi todo redesenhado. A parte central agora foi pensada para acomodar melhor o celular, e está disponível inclusive o carregador de bateria de smartphone sem fio a partir da versão Volcano (de fábrica). Opcionalmente, a versão Freedom também pode ser equipada com um pacote que inclui este carregador wireless. Também foram redesenhados os porta-copos e porta-objetos entre os bancos. Segundo a Fiat, o espaço para objetos na cabine da Toro quase dobrou para 26 litros. Os forros de porta dianteiros foram redesenhados e perderam os puxadores saltados.

Mecanicamente, a principal evolução é o motor 1.3 Turbo Flex "T270" de quatro cilindros e 1332 cm³. Com taxa de compressão de 10,5:1, turbocompressor que começa a atuar a partir de 1500 rpm e injeção direta de combustível, este propulsor rende 180 cavalos com gasolina e 185 cv com etanol a 5750 rpm, bem mais que os 135 cv com gasolina e 139 cv com etanol a 5750 rpm do antigo motor 1.8 E.torQ, que continua em linha somente para a versão Endurance. O torque também teve um grande incremento no novo motor e passa a ser de 27,5 kgfm já a 1750 rpm, enquanto o 1.8 tinha no máximo 19,3 kgfm (com etanol) a 3750 rpm. Porém, na versão 1.3 Turbo Flex, o tanque de combustível é menor (55 litros), enquanto na versão 1.8 manteve a capacidade de 60 litros.

A Fiat eliminou mais uma vez o câmbio manual na linhagem da Toro. No lançamento, a transmissão de 6 marchas estava disponível para versões movidas a diesel com tração 4x2 ou 4x4. Em março de 2018, a linha 2019 eliminou as versões a diesel com câmbio mecânico, mas a marca resolveu, em julho de 2019, disponibilizar a versão Endurance Flex com transmissão manual de 5 marchas. Agora, todas as versões Flex possuem câmbio automático de 6 marchas.

A Toro 2022 também passa a ter funcionalidades da nova Strada, como o E-Locker com TC+ (caso uma das rodas dianteiras perca aderência, o controle de estabilidade irá frear a roda que está girando em falso e transferir o torque para a outra roda) e o ABS Off-Road (que realiza travamentos intermitentes das rodas por breves instantes, formando montes de areia ou brita, para reduzir a distância de parada nesse tipo de piso).

Já o 2.0 Multijet II Turbodiesel foi mantido sem alterações. Ele tem rendimento de 170 cavalos a 3750 rpm e torque de 35,7 kgfm a 1750 rpm. Com esta motorização, o tanque continua com a capacidade de 60 litros e o câmbio automático possui 9 marchas. Todas as versões a diesel possuem tração 4x4, com a nova função de desativar o controle de estabilidade quando o modo 4x4 Low (reduzida) é acionado. 

A linha 2022 da Fiat Toro é composta por nove versões e estará nas concessionárias da marca a partir de 15 de maio. Confira os preços e o conteúdo de cada configuração:

ENDURANCE 1.8 FLEX AT6 – R$ 114.590 

Esta é a versão mais em conta do Toro 2022, que abandona o câmbio manual. É também a única versão que mantém o veterano motor 1.8 E.torQ de 135 cavalos com gasolina e 139 cv com etanol, aliado ao câmbio automático de 6 marchas. De fábrica, esta versão vem com quadro de instrumentos com tela digital de 7 polegadas, bloqueio do diferencial dianteiro TC+ (Electronic Locker), sensor de pressão dos pneus, airbags frontais, laterais e de cortina, duas entradas USB frontais (tipos A e C) e uma USB traseira; central multimídia com tela sensível ao toque de 7 polegadas, som com dois tweeters, espelhos externos elétricos com função tilt down do lado direito ao engatar a ré, comandos de som no volante, ar-condicionado, direção elétrica, travas e vidros elétricos nas quatro portas, alarme, sesembaçador traseiro, banco do motorista com ajuste manual de altura, fixações ISOFIX para cadeirinhas infantis, controlador de velocidade de cruzeiro, luzes de condução diurna em LED, sensor de estacionamento traseiro, porta-escada no teto, retrovisores com luzes de seta, controles eletrônicos de estabilidade e tração, assistente de partida em ladeiras, protetor de caçamba, rodas de 16 polegadas (estilo Superspoke), iluminação da caçamba e lâmpadas traseiras de LED.

Opcionalmente, esta versão conta com capota marítima (R$ 1.200).

ENDURANCE TURBO 270 FLEX AT6 – R$ 119.590 

Possui exatamente os mesmos equipamentos da versão Endurance 1.8. O único diferencial é mesmo o motor 1.3 Turbo Flex de 185 cv com etanol. O único opcional para esta versão é a capota marítima (R$ 1.200).

ENDURANCE TURBO DIESEL AT9 4x4 – R$ 152.990

Traz como distinções o motor 2.0 Turbodiesel de 170 cavalos juntamente com o câmbio automático de 9 marchas, além da tração 4x4 com seletor e modo reduzida (Low), controle eletrônico de velocidade de descida e protetor de cárter. Também conta, opcionalmente, com a capota marítima (R$ 1.200).

FREEDOM TURBO 270 FLEX AT6 – R$ 131.890 

Possui central multimídia com tela de 8,4 polegadas (posicionada na horizontal), aletas junto ao volante para trocas sequenciais de marcha, câmera de ré, volante revestido em couro, ar-condicionado digital de duas zonas, para-sois com iluminação, apoio de braço frontal, tapetes, faróis principais inteiramente em LED, rodas de liga leve de 17 polegadas, barras longitudinais no teto, faróis de neblina, capota marítima e maçanetas e retrovisores externos na cor da carroceria.

Há dois kits de opcionais. O Pacote Conforto inclui bancos de couro, apoio de braço traseiro, sistema multimídia com GPS e carregador de bateria de celular sem fio por R$ 4.900. Já o Pacote Conforto Plus, além dos itens já mencionados no Pacote Conforto, também inclui frenagem automática de emergência, alerta de saída de faixa não-sinalizada, farol alto automático e sensor de estacionamento frontal, por R$ 6.900.

FREEDOM TURBO DIESEL AT9 4x4 – R$ 164.390 

Os diferenciais desta versão são o motor 2.0 Turbodiesel de 170 cavalos em conjunto com o câmbio automático de 9 marchas, além da tração 4x4 com seletor e modo reduzida (Low), controle eletrônico de velocidade de descida e protetor de cárter.

Esta versão também pode receber o Pacote Conforto, que inclui bancos de couro, apoio de braço traseiro, sistema multimídia com GPS e carregador de bateria de celular sem fio por R$ 4.900. E o Pacote Conforto Plus, além dos itens já mencionados no Pacote Conforto, também inclui frenagem automática de emergência, alerta de saída de faixa não-sinalizada, farol alto automático e sensor de estacionamento frontal, por R$ 6.900.

VOLCANO TURBO 270 FLEX AT6 – R$ 144.990 

Adicionalmente, em relação à versão Freedom, possui: sensor de estacionamento frontal, carregador de bateria de smartphone por indução, airbag para os joelhos do motorista (totalizando 7 airbags), rodas de liga leve de 18 polegadas, bancos revestidos em couro, retrovisores externos com rebatimento elétrico e luzes que acendem ao se abrir as portas dianteiras, apoio de braço traseiro, porta-objeto embutido no assento do passageiro dianteiro, chave presencial com partida do motor por botão, banco do motorista com ajustes elétricos e maçanetas e molduras das janelas laterais cromadas. 

O Pacote Tecnologia tem valor de R$ 3.000 e adiciona a central multimídia com tela sensível ao toque de 10,1 polegadas, além de frenagem automática de emergência, alerta de saída de faixa não-sinalizada e farol alto automático. Já o Pacote Tecnologia Plus sai por R$ 7.000 e, além dos itens já mencionados, também inclui o teto solar elétrico.

VOLCANO TURBO DIESEL AT9 4x4 – R$ 177.690

Esta versão possui motor 2.0 Turbodiesel de 170 cavalos junto com o câmbio automático de 9 marchas, além da tração 4x4 com seletor e modo reduzida (Low), controle eletrônico de velocidade de descida e protetor de cárter.

A versão Volcano Turbodiesel também tem dois kits de opcionais. O Pacote Tecnologia tem valor de R$ 3.000 e adiciona a central multimídia com tela sensível ao toque de 10,1 polegadas, além de frenagem automática de emergência, alerta de saída de faixa não-sinalizada e farol alto automático. Já o Pacote Tecnologia Plus sai por R$ 7.000 e, além dos itens já mencionados, inclui o teto solar elétrico.

RANCH TURBO DIESEL AT9 4x4 – R$ 185.490 

A versão Ranch é disponível somente com motor Turbodiesel e possui grade frontal diferenciada com moldura cromada, frenagem autônoma de emergência, alerta de saída da faixa de rodagem, comutação automática dos faróis altos, retrovisores externos cromados, molduras das caixas de roda diferenciadas, barra de proteção para o vidro traseiro, santantonio e estribos cromados, para-barros, bancos de couro na cor marrom, logotipos "Ranch" nas portas dianteiras e no painel, acabamentos internos e externos escurecidos, painel com faixa em marrom, quadro de instrumentos com tela de abertura diferenciada e tapetes de carpete com bordados. Esta versão não possui opcionais.

ULTRA TURBO DIESEL AT9 4x4 – R$ 187.490

A versão top Ultra, também disponível unicamente com motor Turbodiesel, possui grade frontal diferenciada com moldura em grafite, frenagem autônoma de emergência, alerta de mudança de faixa não-sinalizada, comutação automática dos faróis altos, capota rígida e bolsa para a caçamba, molduras da caixa de roda diferenciadas, nova bitola 10 milímetros maior, santantonio integrado, estribos pretos, para-barros, rodas de liga leve de 17 polegadas com pneus All Terrain com escrita branca, bancos de couro com detalhes vermelhos), logos da versão externos e internos, interior com detalhes escurecidos, painel com faixa avermelha, bordados na parte de trás dos bancos dianteiros, quadro de instrumentos com tela de boas-vindas diferenciada e tapetes de carpete com bordados. Assim como a versão Ranch, a Ultra também não dispõe de opcionais de fábrica.

Comentários